Ordenação

Tipo de Verbete

Filtros

Áreas de Expressão
Artes Visuais
Cinema
Dança
Literatura
Música
Teatro

Período

Temas


Enciclopédia Itaú Cultural
Artes visuais

Uiara Bartira

Por Editores da Enciclopédia Itaú Cultural
Última atualização: 02.09.2014
27.03.1949 Brasil / Paraná / Curitiba
Uiara Bartira Saporiti Cioffi (Curitiba, PR, 1949). Pintora, desenhista, gravadora e professora. Forma-se em pintura na Escola de Música e Belas Artes do Paraná (Embap), em 1977. Na mesma época, estuda no Centro de Criatividade de Curitiba. Em 1982, especializa-se em gravura, desenho e fotogravura em Nova York.

Texto

Abrir módulo

Biografia

Uiara Bartira Saporiti Cioffi (Curitiba, PR, 1949). Pintora, desenhista, gravadora e professora. Forma-se em pintura na Escola de Música e Belas Artes do Paraná (Embap), em 1977. Na mesma época, estuda no Centro de Criatividade de Curitiba. Em 1982, especializa-se em gravura, desenho e fotogravura em Nova York.

De volta a Curitiba, faz sua primeira exposição individual. Entre 1989 e 1992, realiza mestrado intitulado A Evolução da Estética da Gravura Brasileira, sob a orientação da artista plástica italiana Maria Bonomi (1935). No mesmo período, trabalha na instalação do Museu da Gravura de Curitiba e auxilia na montagem do curso da Embap, no qual leciona para a primeira geração de alunos. Em 1990, participa da exposição Panorama da Arte Brasileira no Museu de Arte Moderna de São Paulo (MAM/SP) e é curadora da Mostra de Gravura da Cidade de Curitiba, trabalho que volta a organizar em 1992.

Reside no Rio de Janeiro de 1996 a 2006, período em que realiza pinturas ligadas ao tema da autocura. Também no Rio de Janeiro inaugura, em 2001, o 104 Laboratório de Artes, junto a outros artistas. Em 2007, defende o doutorado Arte-Decodificação Cosmológica, sob a orientação do crítico de arte Paulo Herkenhoff (1949) e realiza, em Curitiba, exposição homônima. Entre 1985 e 2010, produz cerca de 1.300 obras apresentadas em diversas exposições. Em 2013, lança o livro-catálogo Conciliar.

 

Comentário crítico

Uiara Bartira possui uma extensa produção. Seus trabalhos iniciais, das décadas de 1980 e 1990, período em que reside em Curitiba, são realizados em gravura e nanquim e apresentam temas abstratos, elaborados com grande rigor técnico e uso tímido de cores. É nessa época em que convive com diversos gravadores, como Fernando Calderari (1939). Entre as exposições das quais participa, está a 7ª Mostra de Desenho Brasileiro, em 1986, na cidade de Curitiba.

Posteriormente, a artista inicia uma nova fase, também voltada para a pintura, realizando obras em que há predomínio de cores vibrantes, formas arredondadas e temas ligados ao corpo e aos sentidos. Paulo Herkenhoff encaixa seu trabalho no grupo de artistas que discutem “uma ética, não destituída de fundamentos religiosos”.1 Seus temas tornam-se menos abstratos e intelectuais, como é o caso dos trabalhos da exposição Ecce Mondo, em 2011. Uiara aumenta a variedade de suportes pintando, além de telas, tecidos e madeira. A série Esquartejamento é outro exemplo de pintura ligada ao tema do corpo e é exibida em 2013, na mostra Conciliar.

Nota

1 HERKENHOFF, Paulo. Impressões religiosas. In: HERKENHOFF, Paulo; PEDROSA, Adriano (org.). Marcas do corpo, dobras da alma. Texto Paulo Herkenhoff et al. São Paulo: Takano, 2000.

Exposições 30

Abrir módulo

Como citar

Abrir módulo

Para citar a Enciclopédia Itaú Cultural como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo: