Ordenação

Tipo de Verbete

Filtros

Áreas de Expressão
Artes Visuais
Cinema
Dança
Literatura
Música
Teatro

Período

Temas


Enciclopédia Itaú Cultural
Literatura

Paulo Setubal

Por Editores da Enciclopédia Itaú Cultural
Última atualização: 31.01.2018
01.01.1893 Brasil / São Paulo / Tatuí
04.05.1937 Brasil / São Paulo / São Paulo

Retrato de Paulo Setúbal, 1935
Paulo Setubal

Paulo de Oliveira Leite Setubal (Tatuí, São Paulo, 1893 - São Paulo, São Paulo, 1937). Poeta, romancista e cronista. Filho do negociante Antônio de Oliveira Leite Setúbal e Maria Tereza de Almeida Nobre, nasce no interior de São Paulo e muda-se, com a família, para a capital, em 1900. Faz seus estudos no Ginásio Nossa Senhora do Carmo, dos Irmão...

Texto

Abrir módulo

Biografia

Paulo de Oliveira Leite Setubal (Tatuí, São Paulo, 1893 - São Paulo, São Paulo, 1937). Poeta, romancista e cronista. Filho do negociante Antônio de Oliveira Leite Setúbal e Maria Tereza de Almeida Nobre, nasce no interior de São Paulo e muda-se, com a família, para a capital, em 1900. Faz seus estudos no Ginásio Nossa Senhora do Carmo, dos Irmãos Maristas, e, em 1910, ingressa na Faculdade de Direito de São Paulo, no Largo São Francisco, formando-se bacharel, em 1914. Já à época dedica-se à literatura e tem um de seus poemas publicados na primeira página do jornal A Tarde. Em 1920, tendo o trabalho de escritor reconhecido pelo público, vê esgotar-se em um mês seu livro de poemas Alma Cabloca, cuja primeira edição conta três mil exemplares. Em 1922, casa-se com Francisca de Souza Aranha e, no ano seguinte nasce seu primeiro filho, Olavo Egydio Setubal (1923-2008). Entre 1925 e 1935, publica vários romances históricos, entre eles A Marquesa de Santos, O Príncipe de Nassau e A Bandeira de Fernão Dias. Em 1926, trabalha como colaborador do jornal O Estado de S. Paulo. É deputado estadual de 1928 e 1930, mas renuncia ao mandato por ter agravada sua tuberculose. Lança, nos anos seguintes, livros de contos, crônicas e memórias. Em 1935, é eleito membro da Academia Brasileira de Letras (ABL). Poeta vinculado à estética parnasiana, Paulo Setubal tematiza em seus versos a vida dos camponeses, com um enfoque especial nos 'caboclos' do interior paulistano, o que, por sua vez, lhe rende a classificação, entre críticos da época, de "poeta regional". A temática histórica, contudo, tem também destaque em sua obra, principalmente o romance A Marquesa de Santos (1925) e o livro de crônicas O Ouro de Cuiabá (1933).

Obras 2

Abrir módulo

Mídias (1)

Abrir módulo
Paulo Setúbal: Romancista e poeta - Encontros
Itaú Cultural

Como citar

Abrir módulo

Para citar a Enciclopédia Itaú Cultural como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo: