Ordenação

Tipo de Verbete

Filtros

Áreas de Expressão
Artes Visuais
Cinema
Dança
Literatura
Música
Teatro

Período

Temas


Enciclopédia Itaú Cultural
Teatro

Irineu Chamiso Júnior

Por Editores da Enciclopédia Itaú Cultural
23.11.1949 Brasil / São Paulo / Santos
Irineu Chamiso Júnior (Santos SP 1949). Cenógrafo e figurinista. Destacado cenógrafo e figurinista dos anos 1970 e 1980, dedicado à pesquisa das fontes populares da visualidade nacional, colaborador do Grupo de Teatro Mambembe e de Antunes Filho.

Texto

Abrir módulo

Biografia
Irineu Chamiso Júnior (Santos SP 1949). Cenógrafo e figurinista. Destacado cenógrafo e figurinista dos anos 1970 e 1980, dedicado à pesquisa das fontes populares da visualidade nacional, colaborador do Grupo de Teatro Mambembe e de Antunes Filho.

Tendo se iniciado no teatro amador em Santos, em 1968, acompanha o diretor e dramaturgo Carlos Alberto Soffredini em seu deslocamento para São Paulo, atuando ao seu lado em algumas de suas criações. Seu primeiro trabalho com repercussão dá-se em A Casa de Bernarda Alba, de Federico García Lorca, encenação de Soffredini para a Escola de Arte Dramática - EAD, 1974.

Um dos fundadores e responsável pela visualidade do grupo Mambembe, ali cria os cenários e figurinos de A Vida do Grande D. Quixote de la Mancha e do Gordo Sancho Pança, de Antônio José da Silva, adaptação e direção de Soffredini, destinada às praças e depois em versão para palco italiano, em 1976. Além de participar como ator nessa realização de Soffredini, Irineu destaca-se pela aguda pesquisa de visualidade que empreende.

Outro trabalho notável dá-se em Vem Buscar-me que Ainda Sou Teu, texto de Carlos Alberto Soffredini sob a direção de Iacov Hillel, calcado sobre os dramalhões de circo, em 1979. Ingressando no Centro de Pesquisa Teatral - CPT, coordenado por Antunes Filho, cria, em 1981, toda a visualidade de Nelson Rodrigues - O Eterno Retorno e Nelson 2 Rodrigues, um palco nu pontuado de poucos e marcantes elementos, despertando a atenção da crítica que o distingue com os prêmios Molière e Mambembe. 

Em 1982, cria cenários e figurinos para Bella Ciao, texto de Luís Alberto de Abreu e direção de Roberto Vignati, novo debruçamento inspirado sobre um palco nu, arrebatando o prêmio da Associação Paulista de Críticos de Artes - APCA. O Grande Circo Místico, espetáculo de dança-teatro sobre músicas de Chico Buarque e Edu Lobo, conduzido por Emílio Di Biasi com o balé do Teatro Guaíra, em 1982, constitui-se em novo trunfo para sua carreira; assim como Minha Nossa!, nova associação com Carlos Alberto Soffredini.

Entre 1986 e 1987 estagia em Nova York, chamando a atenção da crítica local para uma nova concepção para A Casa de Bernarda Alba, na Universidade de Boston, além de On the Tight Rope, texto de Fernando Arrabal.

Na avaliação do crítico Yan Michalski, Irineu é um "artista essencialmente moderno, um dos mais talentosos da sua geração, ele gosta de trabalhar, como cenógrafo, em palco quase nu, no qual ganham ênfase, econômicos objetos e elementos de grande força expressiva. Também como figurinista, a essência da sua linguagem reside na conciliação entre a economia dos meios de que ele lança mão e a extrema expressividade dos elementos de vestuário através dos quais ele caracteriza as suas personagens e os comenta criticamente, com generoso sopro de requinte visual".1

Notas

1. MICHALSKI, Yan. Irineu Chamiso. In: __________. PEQUENA Enciclopédia do teatro Brasileiro Contemporâneo. Material inédito, elaborado em projeto para o CNPq. Rio de Janeiro, 1989.

Espetáculos 21

Abrir módulo

Fontes de pesquisa 6

Abrir módulo
  • FERNANDES, Sílvia. Grupos teatrais: aqnos 70. Campinas: Unicamp, 2000.
  • MICHALSKI, Yan. Irineu Chamiso. In: __________. PEQUENA Enciclopédia do teatro Brasileiro Contemporâneo. Material inédito, elaborado em projeto para o CNPq. Rio de Janeiro, 1989.
  • MILARÉ, Sebastião. Antunes Filho e a dimensão utópica. São Paulo: Perspectiva, 1994.
  • Planilha enviada pelo pesquisador Edélcio Mostaço. Não Catalogado
  • Programa do Espetáculo - Bella Ciao - 1982. Não catalogado
  • Programa do Espetáculo - Em Defesa do Companheiro Gigi Damiani - 1981. Não catalogado

Como citar

Abrir módulo

Para citar a Enciclopédia Itaú Cultural como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo: