Ordenação

Tipo de Verbete

Filtros

Áreas de Expressão
Artes Visuais
Cinema
Dança
Literatura
Música
Teatro

Período

Temas


Enciclopédia Itaú Cultural
Artes visuais

Rafael Assef

Por Editores da Enciclopédia Itaú Cultural
Última atualização: 26.09.2018
30.04.1970 Brasil / São Paulo / São Paulo
Reprodução fotográfica arquivo do artista

Roupa n. 3 (díptico), 2002
Rafael Assef
Ampliacao fotográfica digital
Cortesia Galeria Vermelho (São Paulo, SP)

Rafael Assef da Silva (São Paulo SP 1970). Fotógrafo. Trabalha com fotografia desde 1990. Em 1997, conclui o curso de artes plásticas, pela Fundação Armando Álvares Penteado (Faap), em São Paulo. Entre 1992 e 1997, freqüenta cursos e workshops de fotografia e de desenho com Eduardo Castanho (1950), Eduardo Brandão (1957), Marcos Ribeiro, Carlito...

Texto

Abrir módulo

Biografia

Rafael Assef da Silva (São Paulo SP 1970). Fotógrafo. Trabalha com fotografia desde 1990. Em 1997, conclui o curso de artes plásticas, pela Fundação Armando Álvares Penteado (Faap), em São Paulo. Entre 1992 e 1997, freqüenta cursos e workshops de fotografia e de desenho com Eduardo Castanho (1950), Eduardo Brandão (1957), Marcos Ribeiro, Carlito Contini (1960) e Roberta Fortunato (1964). Recebe o 1º Prêmio Estímulo de Fotografia, em 1994, concedido pela Secretaria de Estado da Cultura de São Paulo. Realiza a primeira exposição individual - Sem Nome... -, no Centro Cultural Solar do Barão, em Curitiba, em 2001. Participa da exposição coletiva Viés, realizada pela Galeria Vermelho, em 2005, e apresenta o trabalho Look 2, em que fotografa a si mesmo, sem camisa com os pêlos depilados no formato de uma camiseta regata, e, a partir de então, ganha destaque como fotógrafo de moda. Nesse mesmo ano, atua com o estilista  Alexandre Herchcovitch, na SP Fashion Week e produz a capa da revista Moda # 3.

Análise

Nos trabalhos de Rafael Assef, a pele funciona como uma tela na qual são feitas incisões. De imediato, é a sensação de dor que transparece. Não é preciso estar no corpo do artista para saber o que significa um corte sobre a pele. Ao ativar experiências dolorosas, Assef provoca no espectador o incômodo diante de ações contra o próprio corpo. Como na série Traço, 1999, os desenhos tornam-se vestígios produzidos sem pigmentação e, sim, com sangue. Não trazem a marca de individualidade. Pelo contrário, são formas geométricas, dados, mapas ou escalas que, em si, sintetizam uma lógica racional.

A radicalidade presente nas incisões de Rafael Assef pode encontrar referência em performances de artistas internacionais da década de 1970, como Otto Muehl (1925), Hermann Nitsch (1938), Gina Pane (1939), Günter Brus (1938), Michel Journiac (1943), entre outros, em que o corpo se torna suporte para ações extremas. Mas, ao contrário dessa geração, os trabalhos fotográficos de Assef não são meros registros de performances, simples testemunhos imagéticos. Cada ação é exibida como fotografia e ganha valor como tal. Um exemplo é a série Mapas de Saída, 2006. São fotografias que causam impacto pelas grandes dimensões, de aproximadamente 169 x 136 centímetros.

Obras 10

Abrir módulo
Reprodução fotográfica autoria desconhecida

Corpo Inteiro

Prova colorida montada em acrílico
Arquivo do artista

Matemática Áurea V

Impressão jato de tinta em hahnemuhle photo rag ultrasmooth 305 g
Reprodução fotográfica Sérgio Guerini

Rosto de Perfil

Ampliação fotográfica sober papel

Exposições 72

Abrir módulo

Eventos relacionados 3

Abrir módulo

Mídias (1)

Abrir módulo
Rafael Assef - Enciclopédia Itaú Cultural
Aluno de artes plásticas da Fundação Armando Álvares Penteado (Faap) nos anos 1990, o paulistano Rafael Assef trabalha como assistente de fotografia até concluir o curso, quando abandona a função para se firmar como fotógrafo profissional e montar seu próprio estúdio. A série “Amigos Azuis”, produzida ainda durante a graduação, é referência importante em sua trajetória. São retratos com alterações de cor e ressaltando detalhes como tatuagens e cabelos pintados. Nessas e em outras imagens, a pele aparece como uma tela, na qual são feitas incisões ou manipulações diretamente sobre o registro ou em negativos - característica que irá marcar toda a sua criação -, que despertam sensação de incômodo no espectador. “A pele é uma referência dessa superfície de manipulação ou de uso”, explica o artista. Mais recente, a série “Pelos Coloridos” insere novos elementos a sua pesquisa, como pelos da perna tingidos e penteados.

Produção: Documenta Vídeo Brasil
Captação, edição e legendagem: Sacisamba
Intérprete: Carolina Fomin (terceirizada)
Locução: Júlio de Paula (terceirizado)

Fontes de pesquisa 18

Abrir módulo
  • CHIARELLI, Tadeu. Arte internacional brasileira. São Paulo: Lemos, 1999.
  • CHIARELLI, Tadeu. Arte internacional brasileira. São Paulo: Lemos, 1999. 709.81 C532a
  • IDENTIDADE/NÃO identidade: a fotografia brasileira atual. Curadoria Tadeu Chiarelli e Rejane Cintrão; texto Tadeu Chiarelli. São Paulo: MAM, 1997.
  • Identidade/ NÃO Identidade: a fotografia brasileira atual. São Paulo: MAM, 1997. [27] p., il. p&b. SPmam 1997/i
  • LOBACHEFF, Georgia (Coord.); BOFFA, Marcelo (Coord.). Sob Medida : a figura na fotografia contemporânea. São Paulo: Espaço Porto Seguro de fotografia, 1999. 80 p., il. p&b color. CAT-G SPeps 1999/s
  • LOBACHEFF, Georgia (coord.); BOFFA, Marcelo (coord.). Sob medida: a figura na fotografia contemporânea. Curadoria Eduardo Brandão; texto Georgia Lobacheff. São Paulo: Espaço Porto Seguro de Fotografia, 1999. 80 p., il. p&b color.
  • LOBACHEFF, Georgia e BOFFA, Marcelo (Coord.). Fotógrafos e fotoartistas na Coleção do Museu de Arte Moderna de São Paulo: fotografia contemporânea brasileira. Curadoria Georgia Lobacheff. São Paulo: Espaço Porto Seguro de Fotografia, 1999.
  • LOBACHEFF, Georgia e BOFFA, Marcelo (Coord.). Fotógrafos e fotoartistas na Coleção do Museu de Arte Moderna de São Paulo: fotografia contemporânea brasileira. Curadoria Georgia Lobacheff. São Paulo: Espaço Porto Seguro de Fotografia, 1999. SPeps 1999/f
  • MAPEAMENTO nacional da produção emergente [1999/2000]: artes visuais. Curadoria Angélica de Moraes, Fernando Cocchiarale, Vitória Daniela Bousso. São Paulo: Itaú Cultural: Imprensa Oficial do Estado de São Paulo: Unesp, 2000. (Rumos Itaú Cultural Artes Visuais).
  • MAPEAMENTO nacional da produção emergente [1999/2000]: artes visuais. Curadoria Angélica de Moraes, Fernando Cocchiarale, Vitória Daniela Bousso. São Paulo: Itaú Cultural: Imprensa Oficial do Estado de São Paulo: Unesp, 2000. (Rumos Itaú Cultural Artes Visuais). IC 709.049 M297
  • NUNCA te prometi um mar de rosas. São Paulo: Galeria Nara Roesler, 1997. folha dobrada, il. SPnr 1997/n
  • RUMOS ITAÚ CULTURAL ARTES VISUAIS. Arte política : isto são outros 500. São Paulo: ITAÚ CULTURAL, 2000. [40] p., il. p&b color. (RUMOS ITAÚ CULTURAL ARTES VISUAIS). IC 709.049 R937a
  • RUMOS ITAÚ CULTURAL ARTES VISUAIS. Arte política: isto são outros 500. Curadoria e texto Angélica de Moraes; curadoria Vitória Daniela Bousso, Fernando Cocchiarale. São Paulo: Itaú Cultural, 2000. [40] p., il. p&b color. (Rumos Itaú Cultural Artes Visuais).
  • RUMOS ITAÚ CULTURAL ARTES VISUAIS. Contra-Imagem. Curadoria e texto Cláudio de La Rocque Leal; curadoria Angélica de Moraes, Vitória Daniela Bousso, Fernando Cocchiarale. São Paulo: Itaú Cultural, 1999. [20] p., il. p&b color. (Rumos Itaú Cultural Artes Visuais).
  • SAMPA! : fotografia de São Paulo = fotografie uit São Paulo = fotografie aus São Paulo. Sittard: Museu Municipal Het Domein, 1996. s.p. PBSs 1996
  • SAMPA! : fotografia de São Paulo = fotografie uit São Paulo = fotografie aus São Paulo. Tradução Gudrun Klasen, V. L. Dutra de Lucena; texto Peter Fransman. Sittard: Museu Municipal Het Domein, 1996. s.p.
  • SEMANA Fernando Furlanetto, 1., 1998, São João da Boa Vista. 1º Semana Fernando Furlanetto. Produção Samantha Moreira. São João da Boa Vista: Prefeitura Municipal, 1998.
  • SEMANA Fernando Furlanetto, 1., 1998, São João da Boa Vista. 1º Semana Fernando Furlanetto. Produção Samantha Moreira. São João da Boa Vista: Prefeitura Municipal, 1998. SPsff 2/1999

Como citar

Abrir módulo

Para citar a Enciclopédia Itaú Cultural como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo: