Ordenação

Tipo de Verbete

Filtros

Áreas de Expressão
Artes Visuais
Cinema
Dança
Literatura
Música
Teatro

Período

Temas


Enciclopédia Itaú Cultural
Artes visuais

Alípio Freire

Por Editores da Enciclopédia Itaú Cultural
Última atualização: 23.04.2021
04.11.1945 Brasil / Bahia / Salvador
22.04.2021 Brasil / São Paulo / São Paulo
Alípio Raimundo Viana Freire (Salvador, Bahia, 1945 - São Paulo, São Paulo, 2021). Jornalista, escritor, diretor de cinema e artista plástico. Atuando no meio artístico, cultural e na luta política, Alípio Freire contribui para a compreensão da história política e social do Brasil por meio de suas produções na literatura, nas artes visuais e no ...

Texto

Abrir módulo

Alípio Raimundo Viana Freire (Salvador, Bahia, 1945 - São Paulo, São Paulo, 2021). Jornalista, escritor, diretor de cinema e artista plástico. Atuando no meio artístico, cultural e na luta política, Alípio Freire contribui para a compreensão da história política e social do Brasil por meio de suas produções na literatura, nas artes visuais e no cinema.

Muda-se para São Paulo em 1961 e dois anos depois ingressa no curso de jornalismo da Faculdade Cásper Líbero. Durante esse período, participa do movimento estudantil e inicia sua militância política no Partido Comunista do Brasil (PCdoB), após o golpe civil-militar de 1964.

Envolvido na luta armada, é preso aos 23 anos. Permanece encarcerado até 1974 no Presídio Tiradentes, onde tem contato com outros artistas, também presos políticos, como os pintores Carlos Takaoka (1945) e Sérgio Sister (1948). Com eles, Freire passa a criar também, como desenhos e telas, e a construir objetos como bolsas e colares. A produção é destinada à venda, para auxiliar as famílias dos presos.

Ao sair da prisão, trabalha em jornais independentes, como o ABCD Jornal, fundado em 1975 na região do ABC paulista. Com grande circulação entre os metalúrgicos de São Bernardo do Campo, os textos discutem o momento político e a situação trabalhista, chamando a atenção por manchetes como “Metalúrgicos: dissídio ou farsa” e “O que os políticos da Arena e do MDB pensam”, ambas publicadas na edição de 7 de abril de 1976. Sua produção em jornais se encerra na década de 1980, quando atua na fundação do Partido dos Trabalhadores (PT).

Na década de 1990, passa a escrever livros, como Tiradentes – Um Presídio da Ditadura  (1997), em coautoria com o escritor Izaías Almada (1942) e o jornalista José Adolfo de Granville Ponce (1933-2015). A obra apresenta depoimentos dos presos, que relatam o cotidiano e os laços de solidariedade construídos, a resistência à tortura e a busca por dignidade.

É curador da exposição A Luta pela Anistia: 1964-?, de 2009, apresentada no Memorial da Resistência de São Paulo em parceria com o Arquivo Público do Estado de São Paulo (Apesp). Em 2013, inaugura sua exposição Insurreições: Expressões Plásticas nos Presídios Políticos de São Paulo, também no Memorial, em que apresenta parte de sua coleção de obras produzidas por presos políticos durante as décadas de 1960 e 1970. Entre os trabalhos estão desenhos, xilogravuras e livros, como Pássaros (1969), de Carlos Takaoka, em que o desenho dos pássaros e sua relação com a liberdade contrastam com as celas e os interrogatórios sob tortura.

Ainda em 2013, pela proximidade dos 50 anos da instauração da ditadura civil-militar, lança o longa documentário 1964 – Um Golpe Contra o Brasil. Contando com 22 entrevistas, fotos e vídeos, o filme aborda o período entre a eleição de Jânio Quadros (1917-1992) para a Presidência, em 1960, e a posse do marechal Castelo Branco (1897-1967) em 1964.

Envolvido na produção cultural e política, Alípio Freire marca presença no jornalismo ativista e na produção e divulgação de obras de artes que discutem a resistência à ditadura civil-militar no Brasil.

Debates 1

Abrir módulo

Exposições 2

Abrir módulo

Mídias (2)

Abrir módulo
Arte nos presídios após 1964 - Jogo de Idéias - Parte 1
Primeira parte da entrevista com Alípio Freire, Sérgio Ferro, e Felipe Lindoso para o Jogo de Idéias, programa de TV do Itaú Cultural com convidados da música, da literatura, do teatro, da educação, entre outras áreas.
Arte nos presídios após 1964 - Jogo de Idéias - Parte 2
Segunda prte da entrevista com Alípio Freire, Sérgio Ferro, e Felipe Lindoso para o Jogo de Idéias, programa de TV do Itaú Cultural com convidados da música, da literatura, do teatro, da educação, entre outras áreas.

Fontes de pesquisa 9

Abrir módulo

Como citar

Abrir módulo

Para citar a Enciclopédia Itaú Cultural como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo: