Ordenação

Tipo de Verbete

Filtros

Áreas de Expressão
Artes Visuais
Cinema
Dança
Literatura
Música
Teatro

Período

Temas


Enciclopédia Itaú Cultural
Artes visuais

Hugo Denizart

Por Editores da Enciclopédia Itaú Cultural
23.06.1946 Brasil / Rio de Janeiro / Rio de Janeiro

Engenharia Erótica, 1997
Hugo Denizart
Matriz-positivo

Hugo Denizart (Rio de Janeiro RJ 1946). Fotógrafo, psicanalista e professor cineasta, videomaker. Psicanalista por formação, em 1973 abre um consultório de psicanálise. Como repórter fotográfico atua no Jornal do Brasil de 1971 a 1973. Em 1974 e 1975, faz os filmes Maruim e Vivendo, respectivamente sobre pescadores que perderam suas casas após a...

Texto

Abrir módulo

Biografia
Hugo Denizart (Rio de Janeiro RJ 1946). Fotógrafo, psicanalista e professor cineasta, videomaker. Psicanalista por formação, em 1973 abre um consultório de psicanálise. Como repórter fotográfico atua no Jornal do Brasil de 1971 a 1973. Em 1974 e 1975, faz os filmes Maruim e Vivendo, respectivamente sobre pescadores que perderam suas casas após as enchentes e sobre trabalhadores de cana-de-açúcar e retirantes. Em 1976, é convidado pelo Ministério da Saúde a fazer uma pesquisa com fotografias sobre doenças da população rural. De 1976 a 1980, é professor titular das disciplinas de fotografia e psicologia, no Centro Unificado Profissional, Rio de Janeiro. Nessa cidade, participa de sua primeira coletiva em 1977, na galeria Grafitti. No ano seguinte, faz individual na galeria Andréa Sigaud e inicia um projeto de fotografia na Cidade de Deus, ambos no Rio de Janeiro. Participa de mostras em Arles e Paris, na França, em Nova York e em São Paulo. Lança os documentários Líderes de Quadrilha, Prisioneiro da Passagem e Região dos Desejos, em 1980, 1982 e 1983. É premiado no 12º Salão Nacional de Arte de Belo Horizonte, em 1980, e no 6º Salão Nacional de Artes Plásticas da Funarte, Rio de Janeiro, em 1983. Participa da Bienal de Fotografia em 1984, em Havana, e em 1987, em Roterdã, na Holanda. Em 1997, lança o livro Engenharia Erótica: travestis no Rio de Janeiro, com fotos e entrevistas.

Comentário crítico
As fotografias de Hugo Denizart unem interesses estéticos, psicanalíticos e antropológicos, segundo o crítico Roberto Pontual.1 A partir de 1978, seus ensaios fotográficos têm por tema a Cidade de Deus, os internos da Colônia psiquiátrica Juliano Moreira, as prostitutas da Vila Mimosa e os travestis da praça Tiradentes. Ainda segundo o crítico, suas fotos tratam da marginalização social e também de homens e mulheres confinados nas instituições para doentes mentais, pela perda de contato com a realidade.

As fotos evidenciam fraturas. Algumas mostram apenas partes das pessoas, como a ponta de um pé sujo com unhas mal pintadas de vermelho, vista por quatro ângulos diferentes; ou braços, mãos e olhos de pacientes psiquiátricos, diante de fragmentos de uma bandeira do Brasil pintada na parede. Em outras obras, ele ressalta o distanciamento social. Por exemplo, em um trabalho, vêem-se dois homens com os rostos cobertos por panos furados nos olhos, olhando para baixo, atrás de uma mesa com revólveres e balas, copos e cigarros.

Sobre sua atividade, Denizart diz: "A fotografia é uma maneira de eu aprender a vida. É um momento em que consigo enxergar as coisas com muita lucidez, e acredito que foram poucas as vezes em que apertei o botão da máquina com indiferença."2

Notas
1 CORPO & alma: fotografia contemporânea no Brasil. Curadoria e texto Roberto Pontual. Rio de Janeiro: Instituto Nacional da Fotografia da Funarte, 1984. Livreto não paginado e folders. [Exposição produzida pelo Instituto Nacional da Fotografia da Funarte - Fundação Nacional de Arte e apresentada no Espaço Latino - Americano em Paris, nov. 1984.]

2 XII SALÃO NACIONAL DE ARTE DE BELO HORIZONTE, Belo Horizonte, 1980. XII Salão Nacional de Arte de Belo Horizonte: a cidade faz. Belo Horizonte: Museu de Arte de Belo Horizonte, 1980. Não paginado, p&b.

Obras 10

Abrir módulo

Exposições 53

Abrir módulo

Fontes de pesquisa 18

Abrir módulo
  • A IMAGEM do som de Caetano Veloso. Curadoria Felipe Taborda. Rio de Janeiro: Francisco Alvez, 1998. 179 p., il. color.
  • A IMAGEM do som de Caetano Veloso: 80 composições de Caetano Veloso interpretadas por 80 artistas contemporâneos. Curadoria Felipe Taborda. Rio de Janeiro: Francisco Alves, 1998. 709.049 I31ca
  • CENTRO Cultural Ipanema Galeria de Arte: relatório de atividade 1978/1981. Rio de Janeiro: Companhia Brasileira de Artes Gráficas, não datado. Não paginado, il. p&b.
  • CENTRO Cultural Ipanema Galeria de Arte: relatório de atividade 1978/1981. Rio de Janeiro: Companhia Brasileira de Artes Gráficas, não datado. Não paginado, il. p&b. Não catalogado
  • CORPO & alma: fotografia contemporânea no Brasil. Curadoria e texto Roberto Pontual. Rio de Janeiro: Instituto Nacional da Fotografia da Funarte, 1984. Livreto não paginado e folders. [Exposição produzida pelo Instituto Nacional da Fotografia da Funarte - Fundação Nacional de Arte e apresentada no Espaço Latino - Americano em Paris, nov. 1984.].
  • CORPO & alma: fotografia contemporânea no Brasil. Curadoria e texto Roberto Pontual. Rio de Janeiro: Instituto Nacional da Fotografia da Funarte, 1984. Livreto não paginado e folders. [Exposição produzida pelo Instituto Nacional da Fotografia da Funarte - Fundação Nacional de Arte e apresentada no Espaço Latino - Americano em Paris, nov. 1984.]. Não catalogado
  • DENIZART, Hugo. Como eles dizem... Rio de Janeiro: Taurus, 1991. 102 p. Não catalogado
  • DENIZART, Hugo. Engenharia Erótica: travestis no Rio de Janeiro. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed. 1997.
  • DENIZART, Hugo. Engenharia erótica: travestis no Rio de Janeiro. Tradução Úrsula O´Neall. Rio de Janeiro: Zahar, 1997. 306.773 D396e
  • Duas Visões do Mundo, de Arlindo Machado, Folha de S. Paulo, 24 de julho de 1984. Não catalogado
  • Fotografar: um Modo de Viver, de Roberto Pontual, Jornal do Brasil, 1º de abril de 1979. Não catalogado
  • Hugo Denizart aguarda chance de fazer painel de Beth Néspoli, O Estado de S. Paulo, 8 de novembro de 1996, Cadernos do Terceiro Mundo, Ano XIV, nº 145. Não catalogado
  • INVENTANDO Corpos. Rio de Janeiro: Centro Cultural Cândido Mendes, 1987. Não catalogado
  • O Estado de São Paulo, 13 de julho de 1984.
  • VINTE e cinco anos Centro Cultural Cândido Mendes. Rio de Janeiro: Centro Cultural Cândido Mendes, 2003. 80 p, il. p&b.
  • VINTE e cinco anos Centro Cultural Cândido Mendes: Galeria de Ipanema. Rio de Janeiro: Centro Cultural Cândido Mendes, 2003. RJcccm 2003/v
  • XII SALÃO NACIONAL DE ARTE DE BELO HORIZONTE, Belo Horizonte, 1980. XII Salão Nacional de Arte de Belo Horizonte: a cidade faz. Belo Horizonte: Museu de Arte de Belo Horizonte, 1980. Não paginado, p&b.
  • XII SALÃO NACIONAL DE ARTE DE BELO HORIZONTE, Belo Horizonte, 1980. XII Salão Nacional de Arte de Belo Horizonte: a cidade faz. Belo Horizonte: Museu de Arte de Belo Horizonte, 1980. Não paginado, p&b. Não catalogado

Como citar

Abrir módulo

Para citar a Enciclopédia Itaú Cultural como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo: