Ordenação

Tipo de Verbete

Filtros

Áreas de Expressão
Artes Visuais
Cinema
Dança
Literatura
Música
Teatro

Período

Temas


Enciclopédia Itaú Cultural
Teatro

Luiz Fernando Guimarães

Por Editores da Enciclopédia Itaú Cultural
Última atualização: 02.09.2021
28.11.1949 Brasil / Rio de Janeiro / Rio de Janeiro
Luiz Fernando Guimarães (Rio de Janeiro RJ 1949). Ator. Fundador e integrante do grupo Asdrúbal Trouxe o Trombone, atua em Trate-me Leão, inaugurando, na década de 70, um estilo de atuação baseado na valorização da espontaneidade e na pessoalidade do intérprete.

Texto

Abrir módulo

Biografia

Luiz Fernando Guimarães (Rio de Janeiro RJ 1949). Ator. Fundador e integrante do grupo Asdrúbal Trouxe o Trombone, atua em Trate-me Leão, inaugurando, na década de 70, um estilo de atuação baseado na valorização da espontaneidade e na pessoalidade do intérprete.

Estréia como profissional em 1974 em O Inspetor Geral, de Nikolai Gogol, com direção de Hamilton Vaz Pereira, primeiro trabalho do Asdrúbal. Seguem-se: Ubu Rei, de Alfred Jarry, 1975; Trate-me Leão, primeira criação coletiva do grupo, coordenados por Hamilton, 1977; Aquela Coisa Toda, texto final e direção de Hamilton, 1980 e, fechando as atividades do conjunto, A Farra da Terra, de Hamilton, 1983.

Em sintonia com a proposta do diretor Hamilton Vaz Pereira e do conjunto, desenvolve uma personalidade cênica que pode ser levada a qualquer espetáculo: as personagens são criadas a partir dele, assim como os roteiros, frutos da criação coletiva.

Ao lado de Regina Casé, torna-se, no campo da interpretação, símbolo do espírito da contracultura e do teatro marginal. A irreverência aliada à estética, que em lugar dos efeitos cênicos trabalha com a imaginação e a paródia, afirma o descompromisso e, com ele, a rejeição ao teatro tradicional.

Atua em As Guerras do Alecrim e da Manjerona, de Antônio José da Silva, o Judeu, com direção de Bia Lessa, em 1987. No mesmo ano, está em Drácula, adaptação e direção de Ary Fontoura. Em 1988, é dirigido por Marília Pêra, em O Reverso da Psicanálise: uma Comédia Irresponsável, de Charles Ludlam.

A partir da década de 90, seu trabalho se concentra na televisão, na qual se destaca por TV Pirata - programa em que atua como comediante, com um grupo de atores que se revezam em vários quadros e personagens.

Em 1994, ressurge no teatro em 5 x Comédia, esquetes de Pedro Cardoso, Luis Fernando Veríssimo, Hamilton Vaz Pereira, Mauro Rasi e Vicente Pereira, ao lado de comediantes já consolidados de sua geração: Diogo Vilela, Fernanda Torres, Pedro Cardoso e Débora Bloch, sendo novamente coordenado por Hamilton. É dirigido por sua parceira Regina Casé, em Castiçais,1997. Neste mesmo ano, chama atenção no cinema em O que é isso Companheiro, filme de Bruno Barreto.

Com o seu rosto quase sempre sério, seu corpo aparentemente desengonçado mas sob rígido controle e sua grande comunicabilidade cômica, cristaliza um estilo pessoal de humor, criando uma marca registrada que se efetiva a cada apresentação, seja ela no cinema, na televisão e, a partir dos anos 90, com menos assiduidade, no teatro.

Espetáculos 11

Abrir módulo

Fontes de pesquisa 6

Abrir módulo
  • ANUÁRIO de teatro 1994. São Paulo: Centro Cultural São Paulo, 1996. R792.0981 A636t 1994
  • AUGUSTO, Sérgio. Luiz Fernando, um agitado assumido. Folha da Tarde, São Paulo, 23 maio 1988.
  • FERNANDES, Sílvia. Grupos teatrais: aqnos 70. Campinas: Unicamp, 2000.
  • GUIMARÃES, Luiz Fernando. Rio de Janeiro: CEDOC / Funarte. Dossiê Personalidades Artes Cênicas.
  • MICHALSKI, Yan. Luiz Fernando Guimarães. In: ______. Pequena enciclopédia do teatro brasileiro contemporâneo. Rio de Janeiro, 1989. Material inédito, elaborado em projeto para o CNPq.
  • OLIVEIRA, Roberta. Marco Nanini entrevista Luiz Fernando. Jornal do Brasil, Rio de Janeiro, 26 jan. 1997. Revista de Domingo, p. 5-7.

Como citar

Abrir módulo

Para citar a Enciclopédia Itaú Cultural como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo: