Ordenação

Tipo de Verbete

Filtros

Áreas de Expressão
Artes Visuais
Cinema
Dança
Literatura
Música
Teatro

Período

A Enciclopédia é o projeto mais antigo do Itaú Cultural. Ela nasce como um banco de dados sobre pintura brasileira, em 1987, e vem sendo construída por muitas mãos.

Se você deseja contribuir com sugestões ou tem dúvidas sobre a Enciclopédia, escreva para nós.

Caso tenha alguma dúvida, sugerimos que você dê uma olhada nas nossas Perguntas Frequentes, onde esclarecemos alguns questionamentos sobre nossa plataforma.

Enciclopédia Itaú Cultural

Roberto Pereira

Por Editores da Enciclopédia Itaú Cultural
Última atualização: 20.01.2020
02.07.1965 Brasil / São Paulo / São José dos Campos
21.06.2009 Brasil / Rio de Janeiro / Rio de Janeiro
Roberto Wagner Pereira (São José dos Campos, São Paulo, 1965 – Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2009). Crítico, professor, pesquisador e escritor. Aos 17 anos, começa a ter aulas de balé na cidade natal. Nos anos 1980, muda-se para a capital paulista e, em 1988, forma-se em Literatura Portuguesa pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo ...

Texto

Abrir módulo

Roberto Wagner Pereira (São José dos Campos, São Paulo, 1965 – Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2009). Crítico, professor, pesquisador e escritor. Aos 17 anos, começa a ter aulas de balé na cidade natal. Nos anos 1980, muda-se para a capital paulista e, em 1988, forma-se em Literatura Portuguesa pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC/SP). Durante a graduação, frequenta os encontros do Centro de Estudos em Dança (CED), coordenados pela professora e crítica de dança Helena Katz (1950).

Interessado pelo balé clássico e pela historiografia da dança, transfere-se para a Áustria nos anos 1990 e dá continuidade ao mestrado na Universidade de Viena. Conclui o curso com a dissertação, depois editada como livro, Giselle: o Voo Traduzido – Da Lenda ao Balé. Volta ao Brasil em 1997 e estabelece residência no Rio de Janeiro. No mesmo ano, é convidado pela bailarina Daniella Visco (1964) a integrar o corpo docente do curso de Licenciatura em Dança do Centro Universitário da Cidade (UniverCidade). É responsável pelas disciplinas de filosofia, estética, história da dança e crítica de dança. Também colabora nas reformulações curriculares do curso, que passa a coordenar em 2002. Inspirado no modelo do CED, de São Paulo, funda o Grupo de Estudos em Dança do Rio de Janeiro, com Lia Rodrigues (1956), Silvia Soter, Dani Lima (1965) e outros artistas. Os encontros semanais seguem até 2006. 

Em 1998, em parceria com Silvia Soter, idealiza a coleção Lições de Dança. Publicada pela editora da UniverCidade, a obra tem cinco volumes e reúne textos de autores nacionais e estrangeiros. Torna-se crítico de dança do Jornal do Brasil em 1999. Ao longo de dez anos, assina mais de cem textos para o periódico. Entre 1998 e 2002, atua como curador do segmento Novíssimos, do Panorama Rioarte de Dança, dirigido por Lia Rodrigues. Em 2002, conclui o doutorado em Comunicação e Semiótica pela PUC/SP, sob orientação de Helena Katz. Sua tese, A Formação do Balé Brasileiro e a Crítica Jornalística, vira livro em 2003.

Nos anos de 2003 e 2004, ocupa o teatro que pertence à faculdade em que leciona com o Projeto Raio X – Danças da Cidade. Com Marise Reis (1963), seleciona licenciandos da UniverCidade e forma a Companhia de Dança da Cidade, que dirige até 2009. A proposta é recriar peças do repertório nacional de dança moderna e contemporânea. 

Em 2007, como coordenador de licenciatura em Dança da UniverCidade, estabelece convênio inédito com a Fundação do Theatro Municipal do Rio de Janeiro e cria uma turma especial formada apenas por bailarinos do Municipal e do Balé de Niterói.

Análise

Criativo, rigoroso, determinado e impulsivo, Roberto Pereira marca indelével na dança brasileira. O crítico, professor e pesquisador investe na construção de uma historiografia da dança, equilibrando o interesse pelo balé clássico com o olhar atento à criação contemporânea. A partir de 1998, quando intensifica sua atividade de pesquisador em dança, dedica-se ao aprofundamento histórico e às biografias. Publica 17 títulos. Um destaque é o livro A Formação do Balé Brasileiro, fruto de sua tese de doutorado e publicado em 2003. Outra obra importante é a coleção Lições de Dança.

Entre as variadas ações do artista no Rio de Janeiro, está a criação, em parceria com Theresa Rocha (1968) e Charles Feitosa, do Encontro Internacional de Dança e Filosofia, que tem duas edições, em 2005 e 2006, no Espaço Sesc. Com Silvia Soter, atua como curador das exposições Movimentos em Solo – A Dança de Isadora Duncan (2003) e  Pistas de Dança – Um Diagrama Possível da Dança Carioca (2004), ambas no mesmo espaço carioca. 

Roberto chega ao Rio de Janeiro no final dos anos 1990, quando a política pública municipal contribui para tornar a cidade uma referência para a dança contemporânea. Percebe, no entanto, que a pesquisa teórica não acompanha a intensa produção. Sua capacidade de diagnosticar as possibilidades para o aprofundamento da reflexão sobre dança  – articulada à agilidade com que identifica oportunidades para seu desenvolvimento  – faz com que ele promova encontros e fortaleça o campo da dança, para que artistas e pesquisadores da área desenvolvam suas práticas. Roberto faz isso no Rio de Janeiro e circula pelo Brasil, ministrando oficinas, palestras e contribuindo com pesquisadores e artistas de outros estados. Colabora com festivais de diferentes lugares, como a 6ª Bienal de Dança do Ceará, em 2007. Nos anos de 2004 e 2005, faz parte do Conselho Artístico do Festival de Dança de Joinville, Santa Catarina, onde idealiza os Seminários de Dança, com Sigrid Nora (1954) e Sandra Meyer (1957). A proposta é abrir um espaço para a reflexão teórica no festival de dança amadora. 

O professor e crítico estimula alunos e colegas a seguirem carreira acadêmica e encoraja-os a direcionar as pesquisas para a dança brasileira. Está ciente de que a pesquisa teórica em dança precisa de esforço para acompanhar a vitalidade da produção artística do país. Roberto é um defensor da importância dos cursos superiores de dança, considerando-os como vivência necessária, inclusive para intérpretes experientes. A parceria que estabelece com o Theatro Municipal do Rio de Janeiro permite que artistas como Ana Botafogo (1957), Áurea Hammerli, Marcelo Missailidis e Hélio Bejani, entre outros, concluam a graduação em dança, em 2009.

Fontes de pesquisa 16

Abrir módulo
  • Morre Roberto Pereira, teórico da dança. Disponível em: http://oglobo.globo.com/cultura/mat/2009/06/21/morre-roberto-pereira-teorico-da-danca-756440412.asp. Acesso em: 23 jun. 2009
  • PEREIRA, Roberto (Org.). Ao lado da crítica: 10 anos de crítica de dança – 1999-2009.. Rio de Janeiro: Edições Funarte, 2009. 2 v.
  • PEREIRA, Roberto. A formação do balé brasileiro. Rio de Janeiro: Editora FGV, 2003.
  • PEREIRA, Roberto. Aldo Lotufo: o eterno príncipe. Rio de Janeiro: Faperj: Fundação Theatro Municipal do Rio de Janeiro, 2002.
  • PEREIRA, Roberto. Eleonora Oliosi: um diamante musical. Rio de Janeiro: Faperj: Fundação Theatro Municipal do Rio de Janeiro, 2002.
  • PEREIRA, Roberto. Eros Volusia: a criadora do Bailado Nacional. Rio de Janeiro: Relume Dumará: Prefeitura do Rio, 2004.
  • PEREIRA, Roberto. Giselle: o vôo traduzido – da lenda ao balé. Rio de Janeiro: UniverCidade Editora, 2003.
  • PEREIRA, Roberto. Luis Arrieta: poeta do movimento. São Paulo: Imprensa Oficial, 2010.
  • PEREIRA, Roberto. Luz na dança: contornos e movimentos. Rio de Janeiro: Eletrobrás, 1998.
  • PEREIRA, Roberto. Os passos de Juliana Yanakieva. Niterói: Niterói Livros, 2001.
  • PEREIRA, Roberto; NORA, Sigrid; MEYER, Sandra. (Orgs.). Seminários de dança – história em movimento: biografias e registros de dança. Caxias do Sul: Lorigraf, 2008.
  • PEREIRA, Roberto; SOTER, Silvia (Orgs.) . Lições de dança 4. Rio de Janeiro: UniverCidade Editora, 2003.
  • PEREIRA, Roberto; SOTER, Silvia (Orgs.). Lições de dança 1. Rio de Janeiro: UniverCidade Editora, 1998.
  • PEREIRA, Roberto; SOTER, Silvia (Orgs.). Lições de dança 2. Rio de Janeiro: UniverCidade Editora, 1999.
  • PEREIRA, Roberto; SOTER, Silvia (Orgs.). Lições de dança 3. Rio de Janeiro: UniverCidade Editora, 2001.
  • PEREIRA, Roberto; SOTER, Silvia (Orgs.). Lições de dança 5. Rio de Janeiro: UniverCidade Editora, 2005.

Como citar

Abrir módulo

Para citar a Enciclopédia Itaú Cultural como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo: