Ordenação

Tipo de Verbete

Filtros

Áreas de Expressão
Artes Visuais
Cinema
Dança
Literatura
Música
Teatro

Período

Temas

A Enciclopédia é o projeto mais antigo do Itaú Cultural. Ela nasce como um banco de dados sobre pintura brasileira, em 1987, e vem sendo construída por muitas mãos.

Se você deseja contribuir com sugestões ou tem dúvidas sobre a Enciclopédia, escreva para nós.

Caso tenha alguma dúvida, sugerimos que você dê uma olhada nas nossas Perguntas Frequentes, onde esclarecemos alguns questionamentos sobre nossa plataforma.



Enciclopédia Itaú Cultural
Artes visuais

Afrânio Castelo Branco

Por Editores da Enciclopédia Itaú Cultural
Última atualização: 30.05.2017
1930 Brasil / Piauí / Teresina
Reprodução fotográfica autoria desconhecida

A Pianista, 1976
Afrânio Castelo Branco
c.s.e.
100,00 cm x 110,00 cm

Afrânio Pessoa Castelo Branco (Teresina PI 1930). Pintor. Forma-se em artes plásticas, com medalha de ouro, pela Escola Nacional de Belas Artes, em 1960. No mesmo ano, seu trabalho recebe menção honrosa no 9º Salão Nacional de Arte Moderna, Rio de Janeiro, mostra em que também expõe nas edições de 1963, 1966 e 1976, nesta última com Isenção do J...

Texto

Abrir módulo

Afrânio Pessoa Castelo Branco (Teresina PI 1930). Pintor. Forma-se em artes plásticas, com medalha de ouro, pela Escola Nacional de Belas Artes, em 1960. No mesmo ano, seu trabalho recebe menção honrosa no 9º Salão Nacional de Arte Moderna, Rio de Janeiro, mostra em que também expõe nas edições de 1963, 1966 e 1976, nesta última com Isenção do Júri. Participa de duas edições da Bienal Internacional de São Paulo, em 1967 e 1969. Nesse ano, ao lado do artista Píndaro Castelo Branco, expõe em Copenhagen (Dinamarca), Haia (Holanda) e Helsinque (Finlândia), com patrocínio do Itamaraty. Em 1970, com o mesmo apoio governamental, integra a Coletiva de Arte Brasileira, mostra de 27 artistas que percorre a Alemanha, a Espanha, a França, a Holanda, a Itália, a Suécia e a Suíça. Entre 1972 e 1973, elabora painéis para a reitoria da Universidade Federal do Piauí e para a nova sede das Centrais Elétricas do Piauí, em Teresina; em 1975, elabora painéis para o Palácio da Justiça, na mesma cidade. 

Obras 1

Abrir módulo
Reprodução fotográfica autoria desconhecida

Exposições 31

Abrir módulo

Fontes de pesquisa 12

Abrir módulo
  • AFRÂNIO Castelo Branco: pinturas. Apresentação de Elisabeth Medeiros e Gilberto Dubois. Rio de Janeiro: AMNiemeyer Artegaleria, 1987.
  • AYALA, Walmir. Dicionário de pintores brasileiros. Organização André Seffrin. 2. ed. rev. e ampl. Curitiba: Ed. UFPR, 1997. R750.81 A973d 2.ed.
  • AYALA, Walmir. Dicionário de pintores brasileiros. Rio de Janeiro: Spala, 1992. 2v. R759.981 A973d v.1
  • BRASIL: arte do Nordeste. Rio de Janeiro: Spala, 1986.
  • DICIONÁRIO brasileiro de artistas plásticos. Organização Carlos Cavalcanti e Walmir Ayala. Brasília: Instituto Nacional do Livro, 1973-1980. 4v. (Dicionários especializados, 5).
  • GULLAR, Ferreira (et. al). 150 anos de pintura no Brasil: 1820-1970. Rio de Janeiro: Colorama, 1989.
  • GULLAR, Ferreira (et. al). 150 anos de pintura no Brasil: 1820-1970. Rio de Janeiro: Colorama, 1989. R703.0981 P818d
  • LEITE, José Roberto Teixeira. Dicionário crítico da pintura no Brasil. Rio de Janeiro: Artlivre, 1988.
  • LEITE, José Roberto Teixeira. Dicionário crítico da pintura no Brasil. Rio de Janeiro: Artlivre, 1988. R759.981 L533d
  • NATUREZA humana. Texto Décio Freitas; tradução Vania L. S. de Barros Falcão. Porto Alegre : Galeria Tina Zappoli, 1996. 32 p. il. color.
  • NORDESTE contemporâneo : 11 artistas. Campinas : Galerias de Arte do Centro de Convivência Cultural, 1991. il. color.
  • SETE mostras especiais. Porto Alegre: Galeria Tina Zappoli, 1998.

Como citar

Abrir módulo

Para citar a Enciclopédia Itaú Cultural como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo: