Ordenação

Tipo de Verbete

Filtros

Áreas de Expressão
Artes Visuais
Cinema
Dança
Literatura
Música
Teatro

Período

Temas


Enciclopédia Itaú Cultural
Artes visuais

Paulo Humberto de Almeida

Por Editores da Enciclopédia Itaú Cultural
Última atualização: 06.03.2017
26.11.1953 Brasil / Goiás / Goiânia
Registro fotográfico Nelson Kon

Spenti, 1993
Paulo Humberto de Almeida
Papel de seda e nanquim em caixas de acrílico

Paulo Humberto Ludovico de Almeida (Goiânia GO 1953). Desenhista, pintor, designer. Forma-se em desenho industrial pela Scuola Politécnica Di Design [Escola Politécnica de Design], de Milão, em 1978, e pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro - PUC/RJ, em 1980. Realiza curso de desenho e plástica na Universidade de Brasília - UnB ...

Texto

Abrir módulo

Biografia

Paulo Humberto Ludovico de Almeida (Goiânia GO 1953). Desenhista, pintor, designer. Forma-se em desenho industrial pela Scuola Politécnica Di Design [Escola Politécnica de Design], de Milão, em 1978, e pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro - PUC/RJ, em 1980. Realiza curso de desenho e plástica na Universidade de Brasília - UnB e outros promovidos pela Associação de Desenho Industrial de Nápoles, em 1983, a cargo de Ettore Sottsan, Gaetano Pesce e Van Onck. Inicia sua vida profissional no escritório de design de Mario Bellini, Milão, entre 1977 e 1978. Radicado em São Paulo, a partir de 1989, trabalha com Carmela Gross e como assistente de Mira Schendel. Nesse ano, funda, com Carlo Zuffellato, o escritório de design BVDA/Brasil Verde, e realiza catálogos institucionais para a Nestlé e ilustrações eletrônicas para o jornal O Estado de S. Paulo. Sua carreira artística tem início com a mostra Youth Talent Exhibit, realizada no G.R. County Museum, em Grand Rapids, Estados Unidos. Na década de 1980, participa de salões e exposições coletivas no Brasil e no exterior. Em 1993, é selecionado como o representante brasileiro no Prêmio Unesco de Fomento às Artes, em Paris.

Análise

Delicadeza gestual, elegância e sutileza são termos freqüentemente empregados pela crítica para definir a obra de Paulo Humberto de Almeida. Materiais reduzidos, procedimentos relativamente simples e poucas cores traçam os contornos fundamentais de suas pinturas, objetos e instalações. Tal produção, organizada em séries temáticas, desenha um projeto marcado por obsessões e recorrências, ainda que seja possível perceber o esforço do artista em testar novas possibilidades. Nas pinturas da década de 1980, nota-se a pesquisa de tons complementares, a atenção ao gesto e às texturas, exploradas com o auxílio de pigmentos naturais.

Na década de 1990, o papel japonês e outros materiais delicados, como o voil, por exemplo, são colocados em contato com fios de latão em Semivertebrados, 1993; placas de bronze em Pequenos Esforços, 1995; tiras de borracha em Pequenos Esforços, 1996; e chapas de cobre em Venezianas, 1998, que articulam levemente as superfícies sobrepostas. O nanquim, em maior ou menor quantidade, é mais um elemento utilizado para reagir sobre o papel, que se apresenta ora em estado puro, ora completamente transformado pela ação da tinta, como em Caprichos, 1998, e Velados, 2006. Caixas de acrílico contêm a maior parte dos trabalhos dos anos 1990 e 2000, cercando-os em espaços fechados, mesmo que a transparência do material os coloque em contato com o meio.

Apesar da preferência por formatos e materiais intimistas, o artista experimenta grandes dimensões (como no trabalho realizado para um engenho de açúcar em Piracicaba, em 1992, ou em Galé, 1993), além de testar materiais como o vidro, o aço e o laminado, Portas e Janelas, 1992. O desafio permanente é se aproximar dos materiais. "Não adianta lutar contra eles", diz Almeida.

Obras 27

Abrir módulo
Reprodução fotográfica do artista

a.a.d.d.

Terra vermelha
Reprodução fotográfica Romulo Fialdini

Aéreo

Papel japonês
Reprodução fotográfica Romulo Fialdini

Aéreo 1

Papel japonês
Registro fotográfico Romulo Fialdini

Capricho

Papel de seda e nanquim em caixa de acrílico
Registro fotográfico Romulo Fialdini

Capricho

Papel de seda e nanquim em caixa de acrílico

Exposições 53

Abrir módulo

Fontes de pesquisa 25

Abrir módulo
  • ALMEIDA, Paulo Humberto L. de. Pinturas. Texto Rogério da Costa. Brasília: Galeria Athos Bulcão, 1991. s/p, il. color. Não catalogado
  • ALMEIDA, Paulo Humberto L. de. Semivertebrados. Texto Vera d'Horta. São Paulo: Galeria Paulo Figueiredo, 1994. s/p, il. p&b. color.
  • ALMEIDA, Paulo Humberto L. de. Semivertebrados. Texto Vera d'Horta. São Paulo: Galeria Paulo Figueiredo, 1994. s/p, il. p&b. color. Não catalogado
  • ALMEIDA, Paulo Humberto de. Paulo Humberto Ludovico de ALMEIDA . Brasília: Artevital, 1991. il. color., foto p.b. Ap447 1991
  • ALMEIDA, Paulo Humberto de. Paulo Humberto Ludovico de Almeida. Brasília: Artevital, 1991. il. color., foto p.b.
  • ALMEIDA, Paulo Humberto de. Paulo Humberto de ALMEIDA . Fotografia Romulo Fialdini; projeto gráfico Carlo Zuffellato. Rio de Janeiro: IBAC : Galeria Macunaíma, 1992. [16 p.], il. p.b. color. Ap447 1992
  • ALMEIDA, Paulo Humberto de. Paulo Humberto de ALMEIDA . São Paulo: Galeria Paulo Figueiredo, 1993. il. p.b. color. Ap447 1993
  • ALMEIDA, Paulo Humberto de. Paulo Humberto de Almeida. Rio de Janeiro : IBAC : Galeria Macunaíma, 1992.
  • ALMEIDA, Paulo Humberto de. Paulo Humberto de Almeida. São Paulo: Galeria Paulo Figueiredo, 1993. il. p.b. color.
  • ALMEIDA, Paulo Humberto de. Paulo Humberto, 47. Apresentação Vera D'Horta. São Paulo: Valu Oria Galeria de Arte, 2000. folha dobrada, il. p&b.
  • ALMEIDA, Paulo Humberto de. Paulo Humberto, 47. Apresentação Vera D'Horta; fotografia Romulo Fialdini. São Paulo: Valu Oria Galeria de Arte, 2000. folha dobrada, il. p&b. Ap447 2000
  • ALMEIDA, Paulo Humberto de. Paulo Humberto. Texto Angélica de Moraes. São Paulo: Valu Oria Galeria de Arte, 2003. [12] p., il. color.
  • ALMEIDA, Paulo Humberto de. Paulo Humberto. Texto Angélica de Moraes; fotografia Romulo Fialdini. São Paulo: Valu Oria Galeria de Arte, 2003. [12] p., il. color. Ap447 2003/p
  • ALMEIDA, Paulo Humberto de. Três anos é muito tempo/três anos é pouco tempo. Apresentação Camila Viegas. São Paulo: Valu Oria Galeria de Arte, 1998. [24 p.], il. color.
  • ALMEIDA, Paulo Humberto de. Três anos é muito tempo/três anos é pouco tempo. Apresentação Camila Viegas; projeto gráfico Carlo Zuffellato; fotografia Nelson Kon, Romulo Fialdini. São Paulo: Valu Oria Galeria de Arte, 1998. [24 p.], il. color. Ap447 1998
  • ARTES Visuais 1992- 1993: exposiçoes IBAC / FUNARTE. Rio de Janeiro: IBAC : Funarte, 1993. 44 lâms., il. p.b. color. CAT-G RJibac 1993
  • ARTISTAS Goianos: Dek, Tai Hsuan An, Mauro Ribeiro, Paulo Humberto e Miguel Jorge. São Paulo: Paulo Figueiredo Galeria de Arte, 1988. , il. p&b color.
  • ARTISTAS Goianos: Dek, Tai Hsuan An, Mauro Ribeiro, Paulo Humberto e Miguel Jorge. São Paulo: Paulo Figueiredo Galeria de Arte, 1988. , il. p&b color. SPpf 1988
  • BANDEIRAS. Apresentação Carlos Eduardo Moreira Ferreira, Lisbeth Ruth Rebollo Gonçalves. São Paulo: Galeria de Arte do Sesi, 1996. SPsesi 1996/b
  • HUMBERTO, Paulo. Velados . Texto Maria Hirszman. São Paulo: Valu Oria Galeria de Arte, 2006. 1 folha dobrada, il. Ap447 2006
  • HUMBERTO, Paulo. Velados. Texto Maria Hirszman. São Paulo: Valu Oria Galeria de Arte, 2006. 1 folha dobrada, il. p&b.
  • MÚLTIPLOS. Curadoria Ruben Breitman. São Paulo: Valu Oria Galeria de Arte, 1998.
  • MÚLTIPLOS. Curadoria Ruben Breitman. São Paulo: Valu Oria Galeria de Arte, 1998. SPvo 1998
  • SALÃO NACIONAL DE ARTES PLÁSTICAS, 11. , 1989, Rio de Janeiro, RJ. 11º Salão Nacional de Artes Plásticas. Rio de Janeiro: Funarte, 1989.
  • SALÃO NACIONAL DE ARTES PLÁSTICAS, 11. , 1989, Rio de Janeiro, RJ. 11º Salão Nacional de Artes Plásticas. Rio de Janeiro: Funarte, 1989. CAT-G RJsnap 11/1989

Como citar

Abrir módulo

Para citar a Enciclopédia Itaú Cultural como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo: