Ordenação

Tipo de Verbete

Filtros

Áreas de Expressão
Artes Visuais
Cinema
Dança
Literatura
Música
Teatro

Período

Temas


Enciclopédia Itaú Cultural
Artes visuais

Mariannita Luzzati

Por Editores da Enciclopédia Itaú Cultural
Última atualização: 01.08.2016
27.12.1963 Brasil / São Paulo / São Paulo
Reprodução fotográfica autoria desconhecida

Sem Título (díptico), 2000
Mariannita Luzzati
Óleo sobre tela

Mariannita Luzzati (São Paulo, São Paulo, 1963). Pintora, gravadora, desenhista. De 1982 a 1983, frequenta o Instituto per L'Arte e il Restauro, em Florença, Itália. Em meados da década de 1980, estuda com Carlos Fajardo (1941), Carmela Gross (1946) e Evandro Carlos Jardim (1935). Começa a expor no fim da década de 1980, participando de importan...

Texto

Abrir módulo

Biografia
Mariannita Luzzati (São Paulo, São Paulo, 1963). Pintora, gravadora, desenhista. De 1982 a 1983, frequenta o Instituto per L'Arte e il Restauro, em Florença, Itália. Em meados da década de 1980, estuda com Carlos Fajardo (1941), Carmela Gross (1946) e Evandro Carlos Jardim (1935). Começa a expor no fim da década de 1980, participando de importantes salões em São Paulo, Curitiba e Rio de Janeiro. Expõe em Paris, na Galeria Debret, e em Berlim, na Intergrafik 90, em 1989. Vive e trabalha em Londres desde 1994, mas continua a expor no Brasil. Em 2000, 2002 e 2004, realiza individuais na Galeria Thomas Cohn, em São Paulo.

Comentário Crítico
No início da década de 1990, Mariannita Luzzati realiza gravuras em metal de aspecto intimista, com ênfase em uma visualidade despojada, reduzida a estruturas essenciais de figuração. Mas a tônica da obra de Mariannita são as pinturas a óleo, que apresentam como características recorrentes a pesquisa cromática e o borramento dos limites entre os campos de cor. Segundo o crítico Fernando Cocchiarale, as paisagens vistas nessas pinturas emergem dos limites de uma luminosidade que indefine a forma das coisas e produz fantasmas entrevistos à contraluz. Esses trabalhos demonstram o desinteresse da artista pela representação objetiva do mundo e das coisas, e sua pintura parece sublinhar que a diluição dos contornos dos objetos e a indeterminação de sua forma tornam mais e mais visíveis as premissas essenciais do olhar humano.

Obras 3

Abrir módulo
Reprodução fotográfica Sérgio Guerini/Itaú Cultural

Sem Título

Óleo sobre tela
Reprodução fotográfica Romulo Fialdini

Sem Título

Óleo sobre tela

Exposições 51

Abrir módulo

Feiras de arte 1

Abrir módulo

Fontes de pesquisa 5

Abrir módulo
  • Baró Galeria. Disponível em: . Acesso em: 21 jun. 2011. Não catalogado
  • GRAVURAS: Elisa Bracher, Herman Tacasey, Mariannita Luzzati. Texto de Sônia Salsztein. São Paulo: MAM, 1992.
  • LUZZATI, Mariannita. Alagados. Fotografia Romulo Fialdini. Rio de Janeiro: Galeria Cohn Edelstein, 1997.
  • LUZZATI, Mariannita. Mariannita Luzzati. São Paulo : Galeria Camargo Vilaça, 1993.
  • MARIANNITA Luzzati: pinturas. Apresentação de Agnaldo Farias. São Paulo: Subdistrito Comercial de Arte, 1991.

Como citar

Abrir módulo

Para citar a Enciclopédia Itaú Cultural como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo: