Ordenação

Tipo de Verbete

Filtros

Áreas de Expressão
Artes Visuais
Cinema
Dança
Literatura
Música
Teatro

Período

Temas


Enciclopédia Itaú Cultural
Artes visuais

André Vallias

Por Editores da Enciclopédia Itaú Cultural
Última atualização: 01.11.2018
1963 Brasil / São Paulo / São Paulo
André Vallias (São Paulo, São Paulo, 1963). Poeta visual, designer gráfico e produtor de mídia interativa. Forma-se em Direito pela Universidade de São Paulo (USP). Começa a dedicar-se à poesia visual em 1985, sob a influência de Augusto de Campos e Omar Guedes. De 1987 a 1994, reside na Alemanha, onde inicia atividades sobre mídia digital. Em 1...

Texto

Abrir módulo

Biografia

André Vallias (São Paulo, São Paulo, 1963). Poeta visual, designer gráfico e produtor de mídia interativa. Forma-se em Direito pela Universidade de São Paulo (USP). Começa a dedicar-se à poesia visual em 1985, sob a influência de Augusto de Campos e Omar Guedes. De 1987 a 1994, reside na Alemanha, onde inicia atividades sobre mídia digital. Em 1990, atua como co-curador da exposição Transfutur - poesia visual da União Soviética, Brasil e Países de língua alemã, em Kassel, Alemanha, e Berlim. Em 1992, organiza a mostra internacional de poesia feita em computador p0es1e-digitale dichtkunst, em Annaberg-Buchholz, na Alemanha. Em 1994, volta a residir Brasil, no Rio de Janeiro, e dirige a produtora de mídia interativa Refazenda. Tem textos publicados em diversas antologias, entre as quais destacam-se: Media Poetry: an International Anthology (1996) e Céu Acima: Para um tombeau de Haroldo de Campos (2005),  bem como revistas brasileiras e estrangeiras: Piauí, Artéria, Et Cetera, Cacto, Roda, Cortex, Alire, Visible LanguageHigh Quality. Traduz e analisa a obra do poeta alemão Heinrich Heine (1797-1856), na obra Heine Hein? Poeta dos Contrários, publicada em 2011. Ao lado do escritor Eucaraã Ferraz, edita atualmente a revista on-line Errática.

Exposições 17

Abrir módulo

Eventos relacionados 1

Abrir módulo

Mídias (1)

Abrir módulo
André Vallias - Enciclopédia Itaú Cultural
André Vallias cresceu no meio de uma biblioteca. “Meus pais são intelectuais e eu estava rodeado de livros em diversas línguas”, lembra. O autor começa a escrever norteado pelo conceito de Décio Pignatari, do poeta como designer de linguagem, o que o leva a criar os textos já utilizando diferentes mídias. “A partir disso, adquiro recursos para trabalhar também como designer gráfico”, explica. Sua poesia digital acontece sob a influência dos concretos, e se desenvolve numa produção multimídia. “Me tornei um pioneiro da web, da criação de websites no Brasil, mas tudo a partir de uma atividade poética”, afirma. Durante uma temporada na Alemanha, no início do anos 1990, Vallias passa a explorar softwares que permitem construir peças tridimensionais. “Desse processo, nasceu o conceito de poema como diagrama. Como uma coisa plural, unindo códigos diversos”, diz. “Isso é o mais original da minha colaboração à poesia.”

Realização: Gasolina Filmes
Entrevista: Gabriel Carneiro
Captação, edição e legendagem: Sacisamba
Intérprete: Carol Fomin (terceirizada)
Locução: Júlio de Paula (terceirizado)

Como citar

Abrir módulo

Para citar a Enciclopédia Itaú Cultural como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo: