Ordenação

Tipo de Verbete

Filtros

Áreas de Expressão
Artes Visuais
Cinema
Dança
Literatura
Música
Teatro

Período

Temas


Enciclopédia Itaú Cultural
Literatura

Tatiana Salem Levy

Por Editores da Enciclopédia Itaú Cultural
Última atualização: 19.08.2015
24.01.1979 Portugal / Distrito de Lisboa / Lisboa
Tatiana Salem Levy (Lisboa, Portugal, 1979). Romancista, contista, tradutora, ensaísta e autora de histórias infantis. Nasce em Lisboa, onde os pais se exilam da ditadura militar brasileira, retornando ao Rio de Janeiro aos nove meses de idade. Gradua-se em letras com ênfase em português e literatura, em 1999, e em francês, em 2002, pela Univers...

Texto

Abrir módulo

Biografia
Tatiana Salem Levy (Lisboa, Portugal, 1979). Romancista, contista, tradutora, ensaísta e autora de histórias infantis. Nasce em Lisboa, onde os pais se exilam da ditadura militar brasileira, retornando ao Rio de Janeiro aos nove meses de idade. Gradua-se em letras com ênfase em português e literatura, em 1999, e em francês, em 2002, pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Também em 2002 defende o mestrado em estudos de literatura na Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC/RJ). A dissertação é o ponto de partida para a publicação do ensaio A Experiência do Fora: Blanchot, Foucault e Deleuze, em 2003.

Ingressa no doutorado, também na PUC/RJ, em 2003, realizando parte dos estudos na Brown University (Providence, Estados Unidos) e na Universidade de Paris III (França). As experiências no exterior permitem-lhe desenvolver atividade como tradutora de língua francesa e inglesa, que incluirá obras como Nos Passos de Hannah Arendt, biografia escrita pela francesa Laure Adler (1950), além de romances do francês Stéphane Audeguy (1964).

A tese de doutorado, defendida em 2007, é em parte formada pelo texto ficcional que dará origem ao romance A Chave de Casa, lançado primeiramente em Portugal. Com este título vence, em 2008, o Prêmio São Paulo de Literatura como autora estreante. O segundo romance, Dois Rios, inspirado em viagens para Córsega e Dois Rios, é editado em 2011. No ano seguinte, integra o volume da revista britânica Granta, dedicado aos 20 melhores jovens escritores brasileiros. Ainda nesse mesmo ano estreia na literatura infantil, com a publicação de Curupira Pirapora.

Comentário crítico
A ficção de Tatiana Salem Levy, cujos modos narrativos procuram desdobrar a interioridade das personagens, centra-se em figuras da classe média brasileira que, frequentemente transitando entre o Rio de Janeiro e o continente europeu, vivem experiências de encontro consigo próprias.

Em A Chave de Casa, romance de estreia, a protagonista viaja à Turquia e à Portugal com o objetivo de revisitar o passado familiar. Em posse da chave da casa onde o avô vivia em Esmirna antes de imigrar para o Brasil, a narradora busca os antepassados turcos; nascida em Lisboa, de onde partiu com poucos meses de idade, decide redescobrir a capital portuguesa. Para além da narrativa da viagem em primeira pessoa, o livro apresenta ainda outros planos: a história do avô imigrante; um caso amoroso vivido pela protagonista; lembranças da relação com a mãe, cuja voz por vezes interrompe, comentando, o discurso da protagonista; e reflexões sobre o impulso que conduz a narradora à escrita.

Dois Riosconta com dois narradores em primeira pessoa: Joana e Antônio, irmãos gêmeos que se apaixonam pela mesma mulher, Marie-Ange. Cada um deles tem com ela uma história de amor, sem que aparentemente tomem conhecimento disso. Os dois são levados à Córsega, terra natal da amante, o que lhes permite a autodescoberta e o reencontro com a história familiar. Por obra dos sentimentos despertados pela francesa, os irmãos parecem finalmente convergir, após anos de distanciamento provocado pela dor diante da morte do pai.

No âmbito da literatura infantil, a autora publica Curupira Pirapora, que reconta o mito da Curupira sob inspiração do conto “A Distância da Lua”, do escritor italiano Italo Calvino (1923-1985). O conto propõe a defesa da amizade e da imaginação, e também apresenta a Amazônia ao leitor.

Debates 1

Abrir módulo

Fontes de pesquisa 6

Abrir módulo

Como citar

Abrir módulo

Para citar a Enciclopédia Itaú Cultural como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo: