Ordenação

Tipo de Verbete

Filtros

Áreas de Expressão
Artes Visuais
Cinema
Dança
Literatura
Música
Teatro

Período

Temas


Enciclopédia Itaú Cultural
Artes visuais

Grupo Influenza

Por Editores da Enciclopédia Itaú Cultural
Última atualização: 04.02.2015
2001 Brasil / São Paulo / São Paulo
2005 Brasil / São Paulo / São Paulo
Formado pelo argentino Rafael Marchetti (1975) e pela brasileira Raquel Rennó (1972), o grupo Influenza atua entre 2001 e 2005. Marchetti é graduado pela Escuela Nacional de Bellas Artes Manuel Belgrado de Buenos Aires. Reside em São Paulo desde 1997. Em sua carreira artística, tem utilizado as mídias digitais em variados projetos de web arte, i...

Texto

Abrir módulo

Histórico
Formado pelo argentino Rafael Marchetti (1975) e pela brasileira Raquel Rennó (1972), o grupo Influenza atua entre 2001 e 2005. Marchetti é graduado pela Escuela Nacional de Bellas Artes Manuel Belgrado de Buenos Aires. Reside em São Paulo desde 1997. Em sua carreira artística, tem utilizado as mídias digitais em variados projetos de web arte, individualmente ou em parceria. Rennó é doutora em comunicação e semiótica pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC/SP).

O nome escolhido pelos artistas correspondente ao termo inglês, vindo por sua vez do italiano, para “gripe”, provém de uma canção da compositora e cantora norte-americana Laurie Anderson (1947), Language is a Virus, por sua vez inspirada num insight do escritor beatnik William Burroughs (1914-1997). O autor de The Electronic Revolution (1970) propõe a hipótese de que na era eletrônica a linguagem constitui-se em um organismo vivo e que é possível inocular “vírus linguísticos”, ruídos e cacofonias que desafiam a hegemonia harmônica dos meios de comunicação de massa. Inserindo-se nessa modalidade política de atuação em rede, o trabalho do Influenza nos campos teórico e artístico – sobretudo em obras de web arte – desenvolve-se entre os meios digitais e os espaços urbanos.

Ao longo de sua existência, o Influenza participa de eventos da cena nacional e internacional da arte eletrônica, tais como o Festival Internacional de Linguagem Eletrônica (File), São Paulo, 2004, e  o Prog:ME, Rio de Janeiro, 2005, nos quais é premiado. Participa também do ACM Multimedia, Cingapura; ARS Electronica, Linz, Áustria; Bienal de Havana, Cuba; Break 2.3 Zlavod K6/4, Ljubljiana, Eslovênia; e Viper Festival, Basileia, Suíça. Em 2004, Rennó e Marchetti integram a residência artística do Centre Interculturel de Pratiques, Recherches et Echanges Transdisciplinaires (Cyprès), em Marselha, França, sob a direção de Louis Beck. Em 2005, realizam residência no MedialabMadrid, com Karin Ohlenschläger e Luis Rico.

Ao todo, a dupla Rennó-Marchetti completa seis projetos sob a assinatura Influenza, quase sempre com realização artística do argentino e pesquisa teórica da brasileira. O trabalho Influenza Skin, espécie de mapa aleatório que “infecta” o computador do visitante e questiona a usabilidade convencional da navegação na internet, vence o Prêmio Sergio Motta de Arte e Tecnologia em 2002. Trata-se de uma espécie de manifesto interativo do grupo. Madrid Mousaic (2005), concebido durante a residência realizada pelos artistas no MedialabMadrid, é um rizoma de cerca de 500 fotografias de cenas urbanas da capital espanhola, tomadas desde diversos pontos de vista, de modo a emular a fragmentação e a multiplicidade da experiência contemporânea nas grandes cidades. Por outro lado, em Logcam (2004), o visitante do site experimenta ver sua própria imagem na webcam do computador – com a composição, as cores e as texturas –, o que levanta questionamentos acerca da relação autor-espectador e o automatismo inerente à recepção artística.

Fontes de pesquisa 7

Abrir módulo

Como citar

Abrir módulo

Para citar a Enciclopédia Itaú Cultural como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo: