Artigo da seção grupos Grupo SCIArts

Grupo SCIArts

Artigo da seção grupos
Artes visuais  
Data de criação da obra Grupo SCIArts: 1995 Local de crição: (Brasil / São Paulo / São Paulo)
Imagem representativa do artigo

Atrator Poético , 2005 , Fernando Fogliano | Rosangela Leote | Milton Sogabe | Edson Zampronha | Renato Hildebrand | Grupo SCIArts
Reprodução fotográfica Sérgio Guerini/Itaú Cultural

Histórico
O Grupo SCIArts surge em 1995, em São Paulo, a partir do desenvolvimento da primeira instalação multimídia interativa concebida pelo artista visual Milton Sogabe (1953) e pelo engenheiro e físico Fernando Fogliano (1956). O nome do grupo origina-se do acrônimo de Sistema de Controle de Informações de Arte, dispositivo eletrônico projetado para controlar os sensores dessa instalação pioneira, que é apresentada em 1996 no Paço das Artes, em São Paulo, com o título Por um Fio. No mesmo ano, o SCIArts tem seu núcleo fixo aumentado pelo ingresso da artista e professora Rosangela Leote (1961) e do matemático Hermes Renato Hildebrand (1954), que também integram a equipe de Por um Fio; em 2006, a designer digital Julia Blumenschein (1982) ingressa no grupo como membro permanente. O SCIArts também agrega membros flutuantes de acordo com as necessidades de cada projeto em desenvolvimento e baseia sua atuação no trabalho colaborativo e coautoral. Paralelamente às atividades do SCIArts, boa parte de seus integrantes possui atuação em docência e pesquisa, notadamente nas áreas de semiótica, artes e multimeios da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC/SP), da Faculdade Senac São Paulo e da Universidade Estadual Paulista (Unesp).

Com foco nas interseções entre arte, tecnologia e ciência, privilegiando a construção de espaços poéticos onde se estabelecem interações homem-obra, obra-obra, obra-ambiente e homem-homem, os projetos do grupo são marcados pela interdisciplinaridade e pelo emprego de dispositivos de automação e controle especialmente projetados para cada obra. Com forte influência da semiótica peirceana e da teoria das redes, “o SCIArts procura explorar [...] possibilidades tecnológicas [e] comunicacionais, tornando o computador um gerenciador de sinais e informações que controla vários equipamentos conectados ao sistema”.1 De fato, operando dentro dos processos sistêmicos de significação que regulam o funcionamento das representações, o trabalho do grupo procura questionar a existência de fronteiras entre os campos da arte, da tecnologia e da ciência, além da própria noção de autoria.

Por exemplo, em Meta Campo (2010), a velocidade e a direção do vento medidas na parte externa do edifício da exposição, no Itaú Cultural (IC), em São Paulo, determinam a atuação de ventiladores sobre um “campo de trigo” formado por hastes sintéticas. Em Robolation (2010), escultura interativa instalada no Sesc Itaquera, o público controla uma divertida estrutura robótica equipada com sensores de movimento e presença. Atrator Poético (2005), projeto emblemático do grupo, desenvolvido com o compositor carioca Edson Zampronha (1963), exibido no Itaú Cultural e vencedor do 6º Prêmio Sergio Motta de Arte e Tecnologia, utiliza uma estrutura plana preenchida com ferro fluido, para permitir um diálogo interativo entre música e imagens virtuais sob a mediação do público.

 

Nota
1 SOGABE, Milton. SCIArts – equipe interdisciplinar. In: BARROS, Anna; SANTAELLA, Lúcia (org.). Mídias e artes. O desafio da arte no século XXI. São Paulo: Unimarco, 2002. p. 97.

Outras informações do grupo Grupo SCIArts:

  • Outros nomes
    • Associação SCIArts - Equipe Interdisciplinar
  • Relações com outros artigos da enciclopédia:

Obras de Grupo SCIArts: (1) obras disponíveis:

Exposições (5)

Fontes de pesquisa (5)

  • DOMINGUES, Diana (org.). Arte e vida no século XXI: tecnologia, ciência e criatividade. São Paulo: Unesp, 2003. 
  • HERMES Renato Hildebrand. Site oficial do artista. São Paulo, 2013. Disponível em: http://www.hrenatoh.net/sciarts/index.html. Acesso em: 20 nov. 2013.
  • SOGABE, Milton. SCIArts – equipe interdisciplinar. In: BARROS, Anna; SANTAELLA, Lúcia (org.). Mídias e artes. O desafio da arte no século XXI. São Paulo: Unimarco, 2002.
  • TELLES NETO, Henrique. Interdisciplinariedade em arte, ciência e tecnologia: o grupo SCIArts. Dissertação (Mestrado em artes visuais). Universidade Federal de Santa Maria, 2012.
  • DOMINGUES, Diana (Org.). A Arte no século XXI: a humanização das tecnologias. São Paulo: Fundação Editora da Umesp, 1997. (Prismas).

Como citar?

Para citar a Enciclopédia Itaú Cultural como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo:

  • GRUPO SCIArts. In: ENCICLOPÉDIA Itaú Cultural de Arte e Cultura Brasileiras. São Paulo: Itaú Cultural, 2019. Disponível em: <http://enciclopedia.itaucultural.org.br/grupo362884/grupo-sciarts>. Acesso em: 05 de Dez. 2019. Verbete da Enciclopédia.
    ISBN: 978-85-7979-060-7