Ordenação

Tipo de Verbete

Filtros

Áreas de Expressão
Artes Visuais
Cinema
Dança
Literatura
Música
Teatro

Período

Temas


Enciclopédia Itaú Cultural
Dança

Pernambuco em Dança

Por Editores da Enciclopédia Itaú Cultural
Última atualização: 17.12.2020
04.2001 Brasil / Pernambuco / Recife
Pernambuco em Dança é um festival anual de dança realizado no estado de Pernambuco. O evento conta com a participação de grupo profissionais e amadores e de escolas e academias de dança do estado, sem distinção de estilo. A primeira edição realiza-se em 2001, com coordenação, produção e realização do bailarino, coreógrafo, pesquisador e produtor...

Texto

Abrir módulo

Histórico

Pernambuco em Dança é um festival anual de dança realizado no estado de Pernambuco. O evento conta com a participação de grupo profissionais e amadores e de escolas e academias de dança do estado, sem distinção de estilo. A primeira edição realiza-se em 2001, com coordenação, produção e realização do bailarino, coreógrafo, pesquisador e produtor Fred Salim (1951), em parceria com Mika Silva (1966), Heloísa Duque (1965), Marisa Queiroga (1958) e Marcelo Pereira (1966). Os parceiros permanecem até 2002 e, entre 2005 e 2010, Paula Azevedo (1974) produz o festival ao lado de Fred Salim. 

Segundo Salim, outros eventos e festivais de dança do estado têm programação voltada para grupos e artistas profissionais. O Pernambuco em Dança é “criado com o objetivo de inovar e se diferenciar dos festivais de dança do nosso estado, com um perfil próprio, e dando oportunidade a grupos, companhias, escolas e academias de dança de mostrar o seu trabalho” [1]. A cada ano, o evento homenageia um grupo ou personalidade que contribui para a dança em Pernambuco, além de conceder-lhe o Diploma Construtores da Dança em Pernambuco.

As duas primeiras edições do festival são realizadas no mês de abril, em Recife, em comemoração ao Dia Internacional da Dança. A data é mantida nas edições seguintes, exceto no ano de 2011, quando é transferida para setembro por causa da indisponibilidade de agenda nos teatros da cidade e das condições climáticas. Aproveitando estruturas existentes em outras cidades do interior, Pernambuco em Dança amplia os locais de atuação, apresentando-se em Bonito, Lagoa do Carmo, Gravatá e Pesqueira.

A partir de 2003, com o aumento do número de grupos iniciantes, academias e escolas de dança inscritos, o festival passa a selecionar os participantes da programação. O Pernambuco em Dança prioriza a presença de grupos e artistas locais. Até 2010, os grupos profissionais dividem o valor arrecadado na bilheteria. Em 2011, com recursos do Sistema de Incentivo à Cultura da Prefeitura do Recife, passam a receber cachê. Em 2012, o festival garante nova edição, ao ser contemplado pelo Fundo Pernambucano de Incentivo à Cultura (Funcultura).

 

Nota

1. SALIM, Fred. Fred Salim. [Entrevista cedida a] Marcelo Sena. Recife, 16 dez. 2011.

Fontes de pesquisa 2

Abrir módulo

Como citar

Abrir módulo

Para citar a Enciclopédia Itaú Cultural como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo: