Artigo da seção eventos Pernambuco em Dança

Pernambuco em Dança

Artigo da seção eventos
Dança  
Data de inícioPernambuco em Dança: 04-2001
Local de realização: (Brasil / Pernambuco / Recife)
Tipo do evento: eventos

Histórico

Pernambuco em Dança é um festival anual de dança realizado no estado de Pernambuco. O evento conta com a participação de grupo profissionais e amadores e de escolas e academias de dança do estado, sem distinção de estilo. A primeira edição realiza-se em 2001, com coordenação, produção e realização do bailarino, coreógrafo, pesquisador e produtor Fred Salim (1951), em parceria com Mika Silva (1966), Heloísa Duque (1965), Marisa Queiroga (1958) e Marcelo Pereira (1966). Os parceiros permanecem até 2002 e, entre 2005 e 2010, Paula Azevedo (1974) produz o festival ao lado de Fred Salim. 

Segundo Salim, outros eventos e festivais de dança do estado têm programação voltada para grupos e artistas profissionais. O Pernambuco em Dança é “criado com o objetivo de inovar e se diferenciar dos festivais de dança do nosso estado, com um perfil próprio, e dando oportunidade a grupos, companhias, escolas e academias de dança de mostrar o seu trabalho” [1]. A cada ano, o evento homenageia um grupo ou personalidade que contribui para a dança em Pernambuco, além de conceder-lhe o Diploma Construtores da Dança em Pernambuco.

As duas primeiras edições do festival são realizadas no mês de abril, em Recife, em comemoração ao Dia Internacional da Dança. A data é mantida nas edições seguintes, exceto no ano de 2011, quando é transferida para setembro por causa da indisponibilidade de agenda nos teatros da cidade e das condições climáticas. Aproveitando estruturas existentes em outras cidades do interior, Pernambuco em Dança amplia os locais de atuação, apresentando-se em Bonito, Lagoa do Carmo, Gravatá e Pesqueira.

A partir de 2003, com o aumento do número de grupos iniciantes, academias e escolas de dança inscritos, o festival passa a selecionar os participantes da programação. O Pernambuco em Dança prioriza a presença de grupos e artistas locais. Até 2010, os grupos profissionais dividem o valor arrecadado na bilheteria. Em 2011, com recursos do Sistema de Incentivo à Cultura da Prefeitura do Recife, passam a receber cachê. Em 2012, o festival garante nova edição, ao ser contemplado pelo Fundo Pernambucano de Incentivo à Cultura (Funcultura).

 

Nota

1. SALIM, Fred. Fred Salim. [Entrevista cedida a] Marcelo Sena. Recife, 16 dez. 2011.

Fontes de pesquisa (2)

  • PERNAMBUCO em dança. Site Oficial. Disponível em: http://pernambucoemdanca.blogspot.com.br/. Acesso em: 26 jun. 2011.
  • SALIM, Fred. Fred Salim. [Entrevista cedida a] Marcelo Sena. Recife, 16 dez. 2011.

Como citar?

Para citar a Enciclopédia Itaú Cultural como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo:

  • PERNAMBUCO em Dança. In: ENCICLOPÉDIA Itaú Cultural de Arte e Cultura Brasileiras. São Paulo: Itaú Cultural, 2021. Disponível em: <http://enciclopedia.itaucultural.org.br/evento647236/pernambuco-em-danca>. Acesso em: 16 de Abr. 2021. Verbete da Enciclopédia.
    ISBN: 978-85-7979-060-7