Artigo da seção eventos As Artimanhas de Scapino

As Artimanhas de Scapino

Artigo da seção eventos
Teatro  
Data de inícioAs Artimanhas de Scapino: 08-03-2002 | Data de término: 07-2002
Local de realização: (Brasil / Rio de Janeiro / Rio de Janeiro) | Instituição de realização: Teatro Miguel Falabella
Tipo do evento: espetaculo | Classificação do evento: a classificar

Histórico

A Companhia Atores de Laura, ao comemorar dez anos de existência, recorre à commedia dell'arte para encenar o texto de Molière sobre o criado ardiloso, a quem os patrões chamam para resolver suas pendências.

O espetáculo segue o texto original: as peripécias que separam os casais e as coincidências que os unem ao final, o jogo de encontros e desencontros, as pantomimas que ridicularizam os poderosos e as escaramuças dos pobres e espertos.

Na montagem dos Atores de Laura, o cenário, que revela os bastidores e evoca uma boca de cena de desenho clássico, com panejamentos e uso de cordas, e a presença permanente do elenco à espera da hora de entrar em cena, expõe ao público o próprio teatro. A linguagem recorre à comédia italiana principalmente na marcação e nas convenções de comicidade; ao mesmo tempo, as gags verbais e físicas se descolam da tradição e, na direção de Daniel Herz, procuram se aproximar do espectador com elementos de brasilidade.

No Jornal do Brasil, o crítico Macksen Luiz (1945) escreve: "A palavra, que em Molière é tão contundente quanto as suas habilidosas tramas, está revigorada por atores que incorporam seu significado. E essa fluência verbal, tão bem conduzida pelo elenco, pode ainda ser atribuída à tradução de Carlos Drummond de Andrade (1902 - 1987). (...) O espetáculo respira vitalidade e alegria na representação que alcança a platéia. O elenco forma uma unidade interpretativa harmoniosa, exemplarmente ajustada à linha imposta pelo diretor".1

Barbara Heliodora (1923-2015), crítica de O Globo, também aplaude a montagem: "Aquilo que deveria ser rotina, mas não é, merece um comentário especial: todos os atores dizem o texto com clareza, projetando a voz sem gritar e, por isso mesmo, sendo compreendidos por um público que fica em condições de apreciar o que está acontecendo. É óbvio que o espetáculo foi muito trabalhado: o elenco tem um rendimento geral gratificante. (...) Esta nova montagem de As Artimanhas de Scapino é um ponto alto no panorama da atual temporada, divertida e fiel ao espírito de Molière".2

Entre março de 2002 e junho de 2005, o espetáculo faz sete temporadas no Rio de Janeiro e se apresenta em São Paulo; Campos e Macaé, Rio de Janeiro; Belo Horizonte; Fortaleza e Recife. Em 2002 representa o Brasil no Festival Internacional de Teatro do Mercosul, em Córdoba, Argentina. Recebe o Prêmio BR Qualidade, nas categorias de direção e espetáculo, e o Prêmio Shell para o figurino de Heloisa Frederico.

Notas

1. LUIZ, Macksen. Deliciosa montagem de Molière. Jornal do Brasil, Rio de Janeiro, 10 mai 2002, Caderno B, página 6.

2. HELIODORA, Barbara. Diversão Certa e Fiel ao Espírito de Molière. O Globo, 15 mar. 2002.

 

Ficha Técnica do evento As Artimanhas de Scapino:

Fontes de pesquisa (3)

  • LUIZ, Macksen. Deliciosa montagem de Molière. Jornal do Brasil, Rio de Janeiro, 10 mai. 2002, Caderno B, página 6.
     

  • COMPANHIA Atores de Laura. Disponível em: [http://www.atoresdelaura.com.br]. Acesso em: 04 mai. 2007.
  • HELIODORA, Barbara. Diversão Certa e Fiel ao Espírito de Molière. O Globo, 15 mar. 2002.

Como citar?

Para citar a Enciclopédia Itaú Cultural como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo:

  • AS Artimanhas de Scapino. In: ENCICLOPÉDIA Itaú Cultural de Arte e Cultura Brasileiras. São Paulo: Itaú Cultural, 2020. Disponível em: <http://enciclopedia.itaucultural.org.br/evento401848/as-artimanhas-de-scapino>. Acesso em: 29 de Mai. 2020. Verbete da Enciclopédia.
    ISBN: 978-85-7979-060-7