Ordenação

Tipo de Verbete

Filtros

Áreas de Expressão
Artes Visuais
Cinema
Dança
Literatura
Música
Teatro

Período

Temas


Enciclopédia Itaú Cultural
Teatro

Um Panorama Visto da Ponte

Por Editores da Enciclopédia Itaú Cultural
Última atualização: 14.08.2019
08.06.1958 Brasil / São Paulo / São Paulo – Teatro Brasileiro de Comédia
Registro fotográfico Julio Agostinelli

Um Panorama Visto da Ponte, 1958
Julio Agostinelli
Acervo Idart/Centro Cultural São Paulo

Montagem que inicia a comemoração dos dez anos de existência do Teatro Brasileiro de Comédia, com bem-sucedida encenação de Alberto D'Aversa.

Texto

Abrir módulo

Montagem que inicia a comemoração dos dez anos de existência do Teatro Brasileiro de Comédia, com bem-sucedida encenação de Alberto D'Aversa.

A peça de Arthur Miller, estreada em Nova York em 1955, recebe restrições por parte da exigente crítica da Broadway. Montá-la entre nós, em 1958, é uma atitude arrojada de Franco Zampari, que enfrenta as dificuldades de produção do texto e pretende, com a encenação, voltar aos bons tempos de sucesso, depois de alguns espetáculos mal-sucedidos.

Panorama ambiciona a magnitude de uma tragédia grega, conta a história de Eddie Carbone, estivador do cais do porto de Nova York, que se vê enredado numa sórdida trama de delação. Homem mediano, oscilando entre seus impulsos sexuais frente à sobrinha e uma vida rude, experimenta crises e sofre oposições de várias ordens. Para vivê-lo, Alberto D'Aversa escala Leonardo Villar, que constrói o papel em todas as suas nuances, numa das grandes interpretações de sua carreira. Nathália Timberg, como a esposa, integra-se com ele em perfeita harmonia; assim como Elizabeth Henreid, no papel da sobrinha. Compõem ainda o grande elenco, Sergio Britto e Fernando Torres, em papéis menores, Fernanda Montenegro e Ítalo Rossi.

A cenografia de Mauro Francini merece destaque por criar no palco a ambiência necessária à descrição de alguns detalhes requeridos pela trama e, ao mesmo tempo, por mostrar o espaço degradado que rodeia o cais.

A apreciação do crítico Décio de Almeida Prado é generosa: "Alberto D'Aversa tem, nesta peça norte-americana passada entre italianos e descendentes de italianos, a sua primeira real oportunidade no Brasil. A sua direção parece-nos perfeita, exemplar, não caindo no melodrama, mas não se refugiando, por outro lado, num cômodo meio-termo, não tendo medo de ir ao ponto mais extremo da dramaticidade. É uma encenação franca, simples, brutal - como a peça.(...) Daí o impacto desse drama que nos atinge - para terminarmos com uma metáfora ao gosto norte-americano - com a simplicidade e o vigor de um soco na boca do estômago".1 

Para a época, atingir 435 récitas, nas diversas cidades onde o espetáculo se apresenta, significa um trunfo de indiscutível adesão de público.

Notas 

1. PRADO, Décio de Almeida. Teatro em progresso. São Paulo: Martins, 1964. p. 93-96.

Ficha Técnica

Abrir módulo
Autoria
Arthur Miller

Tradução
Raimundo Magalhães Júnior

Direção
Alberto D'Aversa

Direção (assistente)
Armando Paschoal
Ítalo Rossi

Cenografia
Mauro Francini

Elenco
Alberto Nuzzo / 1º submarino
Carminha Brandão / Família Lípari
Eduardo Waddington / Marco
Egídio Eccio / Rodolfo
Elizabeth Henreid / Catarina
Fernanda Montenegro / Família Lípari
Fernando Torres / Louis
Francisco Cuoco / 1º agente
Ítalo Rossi / Família Lípari
Leonardo Villar / Eddie Carbone
Luiz Carello / 2º submarino
Miriam Mehler / apresentação no RJ em 1959
Nathália Timberg / Beatriz
Orlando Duarte / Toni
Oscar Felipe / Louis
Sergio Britto / Alfieri
Vera Ferraz / Família Lípari
Victor Jamil / 2º agente
Vinicius Salvadore / Mike

Produção
Franco Zampari

Obras 1

Abrir módulo

Fontes de pesquisa 4

Abrir módulo
  • GUZIK, Alberto. TBC: crônica de um sonho. São Paulo: Perspectiva, 1986.
  • MERCADO NETO, Antônio. CrÍtica teatral de Alberto D'Aversa no Diário de São Paulo. 1979. 2 v. Dissertação (Mestrado)-Escola de Comunicações e Artes. Universidade de São Paulo, São Paulo, 1980. Mimeografado.
  • PRADO, Décio de Almeida. Teatro em progresso: crítica teatral, 1955-1964. São Paulo: Martins, 1964.
  • UM PANORAMA VISTO DA PONTE. Direção Alberto D'Aversa. São Paulo, 1958. 1 folder. Programa do espetáculo, apresentado no Teatro Brasileiro de Comédia em junho de 1958.

Como citar

Abrir módulo

Para citar a Enciclopédia Itaú Cultural como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo: