Ordenação

Tipo de Verbete

Filtros

Áreas de Expressão
Artes Visuais
Cinema
Dança
Literatura
Música
Teatro

Período

Temas


Enciclopédia Itaú Cultural
Teatro

A Máquina

Por Editores da Enciclopédia Itaú Cultural
Última atualização: 07.10.2015
20.10.2000 Brasil / São Paulo / São Paulo
O texto, uma coautoria de Adriana Falcão e João Falcão (1958), enfoca uma personagem única - Antônio - jovem que zela pelos destinos da amada. Em clima jovial e abusando de afirmações às vezes ingênuas, às vezes sarcásticas, a realização emprega quatro atores que se revezam no desempenho da personagem masculina, o que lhe confere um acento não-r...

Texto

Abrir módulo

Histórico

O texto, uma coautoria de Adriana Falcão e João Falcão (1958), enfoca uma personagem única - Antônio - jovem que zela pelos destinos da amada. Em clima jovial e abusando de afirmações às vezes ingênuas, às vezes sarcásticas, a realização emprega quatro atores que se revezam no desempenho da personagem masculina, o que lhe confere um acento não-realista e altamente vibrátil.

A roteirista é responsável pela adaptação cinematográfica do Auto da Compadecida, de Ariano Suassuna (1927-2014), pelo qual nutre grande empatia, e seu texto, refletindo esse clima, articula-se na mesma prodigiosa voragem de palavras. A máquina, que dá título à trama, é imaginada pela personagem central como solução para manter junto de si a amada, que sonha abandonar a pequena cidade e tornar-se artista de TV.

A encenação de João Falcão é estruturada num palco giratório, manipulado pelos próprios atores, alcançando assim fluência, desenvoltura e agilidade. A inspiração confessa são os cantadores de feira e seus desafios, e embora a realização não esconda sua matriz regional, ambientada numa fictícia cidade chamada Nordestina, é estruturada com a agilidade dos raps das grandes cidades do sul. No desempenho de Antônio revezam-se os atores Gustavo Lago, Lázaro Ramos, Wagner Moura e Vladimir Brichta, ao lado da quase estreante Karina Falcão.

A realização, nas palavras da crítica Mariangela Alves de Lima (1947), alcança pleno sucesso: "As características parecem sugerir uma ficção regionalista, como as incontáveis reapropriações que o teatro e a literatura moderna fizeram das convenções, das personagens e dos temas da literatura popular nordestina. Apenas as simbolizações são contemporâneas na sua analogia com as condições históricas: as pequenas cidades despovoadas e a figuração do seu contrário por meio das emblemáticas realidades do shopping e da televisão. No espetáculo adaptado e dirigido por João Falcão, entretanto, a marca de origem do herói é atenuada e a amplitude mítica reforçada por recursos do espetáculo. Antônio tem o sotaque nordestino, mas multiplicou-se como um nordestino claramente alegórico. Vários atores representam o protagonista, diversificando a visualização, a tonalidade vocal e dramática do personagem. Há o amoroso, o cômico, o ardiloso, o poeta e cada faceta da personagem encontra um intérprete que o privilegia. Ao mesmo tempo, a formalização espacial do espetáculo situa essas figuras em uma arena com saídas para os quatro pontos cardeais. A sensação de multiplicidade, de que a personagem se expande, ubíquo, por todo o mundo que quer abarcar, se configura sobretudo por meio dessa representação espacial.

Mas há também nesse espetáculo uma recorrência ao mimo e às acrobacias para complementar a forma demonstrativa do texto. Na maior parte do tempo, Antônio não é um sujeito manifestando suas idéias e sentimentos, mas um personagem configurado por uma referência à terceira pessoa. A essa forma narrativa convém ilustrações físicas de atos indicados pela fala e ações corporais coreografadas que garantem ao espetáculo dinamismo e um belo desenho".1

Notas
1. LIMA, Mariangela Alves de. Dinamismo de 'A Máquina' é sedutor. O Estado de S. Paulo, São Paulo, 3 nov. 2000. Caderno 2, p. A-3.

 

Ficha Técnica

Abrir módulo
Autoria
Adriana Falcão

Adaptação
João Falcão

Direção
João Falcão

Cenografia
João Falcão

Figurino
Jefferson Miranda

Iluminação
Ney Bonfante

Trilha sonora
DJ Dolores

Preparação corporal
Tânia Nardini

Elenco
Felipe Konry / A Máquina
Gustavo Lago / A Máquina
Karina Falcão / A Máquina
Lázaro Ramos / A Máquina
Vladimir Brichta / A Máquina
Wagner Moura / Antônio

Fontes de pesquisa 5

Abrir módulo
  • AP. Fábula para adultos. Época, São Paulo, p. 127, 17 jul. 2000.
  • FIORATTI, Gustavo. Falcão monta fábula nordestina em 'A Máquina'. Revista da Folha, São Paulo, p. 29.
  • LIMA, Mariangela Alves de. Dinamismo de 'A Máquina' é sedutor. O Estado de S. Paulo, São Paulo, 3 nov. 2000. Caderno 2, p. A-3.
  • PAIVA, Marcelo Rubens. João Falcão vai no inverso da fama. Folha de S.Paulo, São Paulo, 27 jan. 2000. Ilustrada, p. E5.
  • PAIVA, Marcelo Rubens. O vôo de João Falcão. Folha de S.Paulo, São Paulo, 3 mar. 1999. Ilustrada, p. 1.

Como citar

Abrir módulo

Para citar a Enciclopédia Itaú Cultural como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo: