Resultados encontrados buscando por “Cinema Marginal” em Obras e Cinema

(148) artigos disponíveis
Apresentação do conteúdo em Grid Grid
Apresentação do conteúdo em Lista Lista
Limpar Filtros

Artigo sobre Aleluia, Gretchen!

Artigo da seção obras
Temas do artigo: Cinema  
Data de criaçãoAleluia, Gretchen!: 1976
Autores da obra:
Imagem representativa do artigo
Legenda da imagem representativa do artigo:

Reprodução fotográfia autoria desconhecida

Resumo do artigo Aleluia, Gretchen!:

Análise Aleluia, Gretchen! é o terceiro longa-metragem de Sylvio Back (1937) , tem roteiro do próprio diretor, com a colaboração de Manoel Carlos Karam (1947) , e coprodução da Empresa Brasileira de Filmes (Embrafilme). O filme narra a saga de 40 anos de uma família de imigrantes que chega ao Brasil, em 1937, após um de seus integrantes, o democrata Ross, divergir do partido nacional

Artigo sobre Boleiros - Era uma Vez o Futebol

Artigo da seção obras
Temas do artigo: Cinema  
Data de criaçãoBoleiros - Era uma Vez o Futebol: 1998
Autores da obra:
Resumo do artigo Boleiros - Era uma Vez o Futebol:

Análise Boleiros - Era uma Vez o Futebol , de Ugo Giorgetti, é um filme de baixo orçamento, realizado com equipe técnica reduzida e regular. Ambientado na cidade de São Paulo, aborda os interesses diferentes das classes sociais, a exploração do trabalho e o desprezo generalizado pelo passado. Giorgetti, que também é cronista de futebol, se inspira na história do futebol paulista para contar

Artigo sobre Cidade Baixa

Artigo da seção obras
Temas do artigo: Cinema  
Data de criaçãoCidade Baixa: 2005
Autores da obra:
Resumo do artigo Cidade Baixa:

Análise Cidade Baixa é o segundo longa metragem realizado por Sérgio Machado (1968) . É sua primeira obra de ficção, após sua estreia como diretor com o documentário Onde a terra acaba (2001), uma biografia do cineasta Mario Peixoto. É o 11⁰ filme brasileiro mais assistido em 2005, atingindo a marca de 100 mil espectadores 1 . Seu título faz referência à parte baixa da cidade de

Artigo sobre A Hora e a Vez de Augusto Matraga

Artigo da seção obras
Temas do artigo: Cinema  
Data de criaçãoA Hora e a Vez de Augusto Matraga: 1965
Autores da obra:
Imagem representativa do artigo
Legenda da imagem representativa do artigo:

Reprodução fotográfica autoria desconhecida

Resumo do artigo A Hora e a Vez de Augusto Matraga:

Análise Dirigido por Roberto Santos (1928-1987) , baseado no conto homônimo de Guimarães Rosa (1908-1967) , o filme reúne música original de Geraldo Vandré (1935) , fotografia de Hélio Silva (1959) , montagem de Silvio Reinoldi, diálogos de Gianfrancesco Guarnieri (1934-2006) e interpretação de Leonardo Villar (1923) (Augusto Matraga), Flávio Migliaccio (1934) (Quim

Artigo sobre Simão, o Caolho

Artigo da seção obras
Temas do artigo: Cinema  
Data de criaçãoSimão, o Caolho: 1952
Autores da obra:
Imagem representativa do artigo
Legenda da imagem representativa do artigo:

Reprodução fotográfica autoria desconhecida

Resumo do artigo Simão, o Caolho:

Primeiro filme de Alberto Cavalcanti (1897-1982) como cineasta no Brasil. O filme mostra as transformações e urbanização na cidade de São Paulo através de uma comédia de costumes de sua sociedade. O projeto é da produtora Cinematográfica Maristela, durante um momento de crise financeira. A produtora decide produzir uma comédia, adaptada do romance de Galeão Coutinho (1897-1951) e para isso,

Artigo sobre As Amorosas

Artigo da seção obras
Temas do artigo: Cinema  
Data de criaçãoAs Amorosas: 1967
Autores da obra:
Resumo do artigo As Amorosas:

Depois de  Noite Vazia  (1964) , acirram-se as críticas contra e a favor do cineasta  Walter Hugo Khouri (1929-2003) : de um lado, altíssimo nível técnico-artístico, inteligência e transcendência filosófica; em outro plano, alienação pequeno-burguesa, arte pela arte ou formalismo sem conteúdo, ambas as posições tentando delimitar a sua obra, principalmente logo após o lançamento

Artigo sobre Contra Todos

Artigo da seção obras
Temas do artigo: Cinema  
Resumo do artigo Contra Todos:

Análise Longa-metragem de estreia de Roberto Moreira (1961) . O roteiro, desenvolvido entre 1994 e 2002, retrata a violência no Brasil sob novo enfoque. O filme é realizado em 2004, pelas produtoras Coração da Selva e O2 Filmes. A produção torna-se possível graças ao edital do Ministério da Cultura para filmes de baixo orçamento. Alia-se a isso a utilização pioneira de câmera digital,