Ordenação

Tipo de Verbete

Filtros

Áreas de Expressão
Artes Visuais
Cinema
Dança
Literatura
Música
Teatro

Período

Temas

A Enciclopédia é o projeto mais antigo do Itaú Cultural. Ela nasce como um banco de dados sobre pintura brasileira, em 1987, e vem sendo construída por muitas mãos.

Se você deseja contribuir com sugestões ou tem dúvidas sobre a Enciclopédia, escreva para nós.

Caso tenha alguma dúvida, sugerimos que você dê uma olhada nas nossas Perguntas Frequentes, onde esclarecemos alguns questionamentos sobre nossa plataforma.



Enciclopédia Itaú Cultural
Resultado de pesquisa

Termo pesquisado: Romance

588 registros
Ordenação Alfabética (A-Z)
Música

Fernanda Takai

25.08.1971

Fernanda Barbosa Takai (Serra do Navio, Amapá, 1971). Cantora, instrumentista, compositora e escritora. Na infância muda várias vezes até fixar residência em Belo Horizonte. Aos nove anos inicia aulas de violão e aos 12 compõe suas primeiras músicas. Dois anos depois, integra uma banda em que toc...
Teatro

A Pedra do Reino

21.07.2006 - 17.12.2006 Brasil / São Paulo / São Paulo - SESC Consolação

Depois das incursões de Antunes Filho (1929) pelo universo da tragédia grega nos primeiros anos de 2000, um antigo projeto de seu Grupo Macunaíma/Centro de Pesquisa Teatral (CPT), ganha forma: colocar no palco o universo ficcional de Ariano Suassuna (1927-2014), escritor e dramaturgo paraibano.
Cinema

Beto Brant

23.05.1964

Roberto Garcia Brant de Carvalho (Jundiaí, SP, 1964). Cineasta, roteirista e produtor. No início dos anos de 1980, inicia curso de atuação com Wolney de Assis (1937-2015). Realiza filmes em bitola Super-8, o que não o afasta do teatro. Passa a frequentar sessões de cineclubes, período em que a in...
Literatura

Ursula

Maria Firmina dos Reis

1859

Úrsula (1859) é considerado o primeiro romance da literatura afro-brasileira. Escrito por Maria Firmina dos Reis, mulher negra, em uma sociedade brasileira ainda escravista, o livro dá voz a personagens cativas e é pioneiro na temática abolicionista. Sua trama mobiliza, em primeiro plano, o imagi...
Coleção Brasiliana Itaú / Reprodução Fotográfica Horst Merkel
Literatura

Grande Sertão: Veredas

Guimarães Rosa

1956

Grande Sertão: Veredas, único romance do escritor mineiro João Guimarães Rosa (1908-1967), é publicado em 1956, com outra obra sua, Corpo de Baile, conjunto de narrativas dividido em dois volumes. Nesse momento, a produção de romance no Brasil apresenta tendências literárias engendradas na década...
Coleção Brasiliana Itaú / Reprodução Fotográfica Horst Merkel
Literatura

Crônica da Casa Assassinada

Lúcio Cardoso

1959

Crônica da Casa Assassinada (1959) é a obra máxima do romancista, poeta e dramaturgo Lúcio Cardoso (1913-1968). De acordo com o pesquisador Mario Carelli (1951-1994), pode-se dizer que o “percurso humano e artístico” de Cardoso “desemboca” nesse romance.Trata-se do ápice da trajetória iniciada em...
Reprodução Fotográfica Horst Merkel
Literatura

O Quinze

Rachel de Queiroz

1930

Rachel de Queiroz (1910-2003) publica O Quinze (1930) com apenas 20 anos de idade. O romance surpreende a crítica pela prosa bem construída e a autoridade da voz de uma escritora tão jovem, sem outra experiência que a de leitora. 
Capa Santa Rosa<br> Reprodução Fotográfica Horst Merkel
Literatura

Perto do Coração Selvagem

Clarice Lispector

1942

Perto do Coração Selvagem (1943) é a obra de estreia da romancista, contista e cronista Clarice Lispector (1920-1977). O romance é publicado pelo jornal A Noite, onde a escritora trabalha. Surge em um momento de transformação histórica, gerada em decorrência da Segunda Guerra Mundial e, no Brasil...
Coleção Brasiliana Itaú Reprodução fotográfica Horst Merkel
Literatura

Vidas secas

Graciliano Ramos

1938

Vidas Secas (1938) é um livro do escritor alagoano Graciliano Ramos (1892-1953), considerado por parte da crítica literária como sua obra-prima e como ponto culminante do Romance de 30, produção ficcional que, entre as décadas de 1930 e 1940, tematiza as carências das regiões menos desenvolvidas ...
Coleção Brasiliana Itaú / Reprodução Fotográfica Horst Merkel
Literatura

Dom Casmurro

Machado de Assis

1899

Dom Casmurro (1899) é o sétimo romance publicado por Machado de Assis (1839-1908) e o terceiro de sua fase madura, inaugurada com Memórias Póstumas de Brás Cubas (1881) e é um importante legado para a prosa realista brasileira, contribuindo não apenas para a literatura nacional, torna-se um relat...
Brasiliana Itaú/Acervo Banco Itaú Reprodução Fotográfica Horst Merkel
Literatura

O Ateneu

Raul Pompéia

1888

Publicado em 1888, O Ateneu, de Raul Pompéia (1863-1895), constitui uma das mais inquietantes realizações do romance brasileiro, única em seus procedimentos estilísticos e desafiadora em seu modo de abordar a matéria social. Lançada à época do fim Império, possui forte influência da escola natura...
Reprodução Fotográfica Horst Merkel
Artes visuais

Memórias Sentimentais de João Miramar

Oswald de Andrade

1924

Marco inaugural da prosa modernista brasileira, Memórias Sentimentais de João Miramar, de Oswald de Andrade (1890-1954), é escrito entre 1916 e 1923 e lançado em 1924 pela Livraria Editora Independência, com tiragem limitada. Ao lado do romance Serafim Ponte Grande (1933), a obra compõe um dos nú...
Reprodução Fotográfica Horst Merkel
Literatura

Romanceiro da Inconfidência

Cecília Meireles

1953

Romanceiro da Inconfidência (1953), de Cecília Meireles (1901-1964), livro de poemas que efetua um mergulho lírico na história da Conjuração Mineira (1789), é das obras poéticas de maior fôlego na literatura brasileira. Resultado de dez anos de pesquisa sobre o século XVIII no Brasil, o livro reg...
Reprodução Fotográfica Horst Merkel
Literatura

Memorias posthumas de Braz Cubas

Machado de Assis

1881

Memórias póstumas de Brás Cubas (MPBC), publicada em 1881, do escritor Machado de Assis (1839-1908), representa um marco inaugural do realismo na literatura brasileira1. No livro, são frequentes as digressões metalingüísticas e reflexões filosóficas sobre a natureza humana, em que o narrador apre...
Coleção Brasiliana Itaú Reprodução Fotográfica Horst Merkel
Literatura

Triste Fim de Policarpo Quaresma

Lima Barreto

1915

Triste Fim de Policarpo Quaresma (1915) é a obra mais célebre do escritor Lima Barreto (1881-1922), um precursores da literatura brasileira moderna. O romance é publicado como folhetim em 1911, no periódico carioca Jornal do Commercio, e editado como livro em 1915. Apesar de Barreto escrever na i...
Coleção Brasiliana Itaú / Reprodução Fotográfica Horst Merkel
Literatura

Viva o Povo Brasileiro

João Ubaldo Ribeiro

1984

A narrativa se passa na Ilha de Itaparica (com rápidas incursões a Salvador, Lisboa, São Paulo e Rio de Janeiro) e percorre um largo horizonte histórico (1647-1977). Na obra, Ribeiro produz um panorama da construção de uma identidade brasileira com base na interação de gerações de núcleos familia...
Cinema

Sargento Getúlio

Hermano Penna

1978
1983

Sargento Getúlio, dirigido por Hermano Penna, é a versão cinematográfica do romance homônimo de João Ubaldo Ribeiro (1941-2014), publicado em 1971 e contemplado com o Prêmio Jabuti no ano seguinte. O filme nasce como parte de um projeto intitulado "Momentos da Moderna Literatura Brasileira", que ...
Reprodução Fotográfica Horst Merkel
Literatura

Iracema: lenda do Ceará

José de Alencar

1865

Publicada em 1865, Iracema (Lenda do Ceará) é uma das mais importantes obras do romantismo brasileiro e de seu autor, José de Alencar (1829-1877), romancista, dramaturgo, cronista e jornalista. 
Coleção Brasiliana Itaú/ Reprodução fotográfica Horst Merkel
Literatura

Macunaíma

Mário de Andrade

1928

Publicada em 1928, Macunaíma é considerada uma das obras mais importantes de Mário de Andrade (1893-1945). A história do “Herói sem Nenhum Caráter” (subtítulo) condensa boa parte do ideário do primeiro modernismo brasileiro. O movimento inicia-se com a Semana de Arte Moderna de 1922, da qual Mári...
Reprodução Fotográfica Horst Merkel
Literatura

O Tempo e O Vento

Érico Verissimo

1951

Composta de três partes ("O Continente", "O Retrato" e "O Arquipélago"), publicadas no decorrer de 13 anos, O Tempo e o Vento é a obra-prima do escritor gaúcho Erico Veríssimo (1905 - 1975). Nela se redefinem com clareza questões latentes por quase duas décadas de sua produção literária, em parti...
Literatura

A Marmota

Francisco de Paula Brito

1849
1861

A Marmota na Corte é um periódico que publica conteúdos voltados para o desenvolvimento moral e intelectual dos leitores por meio da sátira sobre o cotidiano. Além disso, apresenta atividades de entretenimento para o público feminino. Com circulação regular entre 1849 e 1861, no Rio de Janeiro, p...
Reprodução Fotográfica Romulo Fialdini
Literatura

Casa-Grande & Senzala

Gilberto Freyre

1933

Publicado em 1933, Casa-Grande & Senzala é o primeiro livro do sociólogo Gilberto Freyre (1900-1987). O livro torna-se um marco na análise da formação da sociedade brasileira por inaugurar a chamada antropologia histórica no Brasil fundamentada em pesquisas empíricas.
Coleção Brasiliana Itaú / Reprodução Fotográfica Horst Merkel
Literatura

Lavoura Arcaica

Raduan Nassar

1975

Lavoura Arcaica (1975), de Raduan Nassar (1935), tem lugar cativo entre os grandes romances da literatura brasileira. Apesar da dificuldade crítica de enquadrá-lo do ponto de vista estilístico e histórico, o romance tem leitores fiéis, responsáveis pelo sucesso incomum na literatura nacional, com...
Reprodução fotográfica autoria desconhecida
Cinema

Simão, o Caolho

Alberto Cavalcanti

1952

Primeiro filme de Alberto Cavalcanti (1897-1982) como cineasta no Brasil. O filme mostra as transformações e urbanização na cidade de São Paulo através de uma comédia de costumes de sua sociedade.
Literatura

O Mequetrefe

1875
1893

Editado entre 1875 e 1893 no Rio de Janeiro, O Mequetrefe se distingue em relação a outros periódicos ilustrados devido à qualidade artística de suas estampas e às criticas contra a monarquia e a exploração da mão de obra escrava no país. Progressivamente, se coloca em defesa das ideias republica...