Artigo da seção termos e conceitos Gesso

Gesso

Artigo da seção termos e conceitos
Artes visuais  

Definição
Mineral chamado gipsita, cozido a baixa temperatura e empregado em diversas modalidades. Passa por várias etapas antes de sua composição final, iniciando-se pela extração do ambiente natural, seguida por sua trituração, pela desidratação através de cozimento em fornos especiais, até a trituração completa que o torna pó. Existem tipos de gesso diferentes, de acordo com o grau de calcinação, como o gesso de estuque (calcinação completa) e o gesso de Paris (calcinação incompleta). No campo das artes pode ser usado na produção de estatuetas, jarros, castiçais, santos e outros objetos ornamentais, além de trabalhos decorativos em tetos, colunas, paredes e como suporte para a pintura.

No passado, o gesso de estuque era usado como material de construção, aplicado em paredes interiores de algumas pirâmides egípcias, como possibilidade ornamental, e também utilizado na arquitetura muçulmana. No período românico o gesso foi utilizado na elaboração de afrescos para decoração de igrejas e capelas. Outra possibilidade do emprego do gesso para trabalhos artísticos é usar o gesso-cré, carbonato de cálcio artificialmente preparado, como cola ou fundo para pintura a óleo e têmpera, o que permite obter uma cor branca brilhante.

Fontes de pesquisa (1)

  • MAYER, RALPH. Manual do artista. Tradução Christine Nazareth. 2.ed. São Paulo: Martins Fontes, 1999.

Como citar?

Para citar a Enciclopédia Itaú Cultural como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo:

  • GESSO . In: ENCICLOPÉDIA Itaú Cultural de Arte e Cultura Brasileiras. São Paulo: Itaú Cultural, 2017. Disponível em: <http://enciclopedia.itaucultural.org.br/termo54/gesso>. Acesso em: 23 de Set. 2017. Verbete da Enciclopédia.
    ISBN: 978-85-7979-060-7