Artigo da seção termos e conceitos Papel Salgado

Papel Salgado

Artigo da seção termos e conceitos
Artes visuais  

Definição

Processo baseado na sensibilidade à luz do cloreto de prata, desenvolvido por Talbot logo em seus primeiros experimentos de 1834 e amplamente utilizado a partir de 1840, e até fins da década de 1850, para a realização de cópias fotográficas a partir de negativos de papel - no caso da calotipia - ou de vidro, no caso dos negativos de colódio úmido ou de albúmen. Esses papéis tinham um acabamento mate, pejorativamente qualificado de dead surface (superfície morta)  por aqueles que pretendiam valorizar a superfície mais brilhante do papel albuminado.

Como citar?

Para citar a Enciclopédia Itaú Cultural como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo:

  • PAPEL Salgado. In: ENCICLOPÉDIA Itaú Cultural de Arte e Cultura Brasileiras. São Paulo: Itaú Cultural, 2017. Disponível em: <http://enciclopedia.itaucultural.org.br/termo3889/papel-salgado>. Acesso em: 22 de Jun. 2017. Verbete da Enciclopédia.
    ISBN: 978-85-7979-060-7