Artigo da seção pessoas Rubem Ludolf

Rubem Ludolf

Artigo da seção pessoas
Artes visuais  
Data de nascimento deRubem Ludolf: 1932 Local de nascimento: (Brasil / Alagoas / Maceió) | Data de morte 26-07-2010 Local de morte: (Brasil / Rio de Janeiro / Rio de Janeiro)
Imagem representativa do artigo

Assimetria Resultante de Deslocamentos Simétricos , 1955 , Rubem Ludolf
Reprodução fotográfica autoria desconhecida

Biografia
Rubem Mauro Cardoso Ludolf (Maceió AL 1932 - Rio de Janeiro 2010). Pintor, arquiteto, paisagista. Forma-se pela Escola Nacional de Arquitetura da Universidade Brasil, atual Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ, em 1955. Nessa época, freqüenta as aulas de Ivan Serpa (1923-1973) no curso livre de pintura do Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro (MAM/RJ). Participa do Grupo Frente a partir de 1955. Integra-se ao movimento concretista, entre 1956 e 1957. Paralelamente a sua atividade como artista plástico, Rubem Ludolf atua como arquiteto, entre 1954 e 1990, no Departamento Nacional de Estradas de Rodagem (DNER), dedicando-se principalmente ao paisagismo. Participa de cinco edições da Bienal Internacional de São Paulo, entre 1955 e 1967, recebendo o prêmio aquisição dessa última; é um dos integrantes da sala especial Arte Construída: homenagem a Waldemar Cordeiro, exibida na 12ª edição da mostra, em 1973.

Comentário Crítico
Na metade da década de 1950, Rubem Ludolf cria obras abstrato-geométricas, nas quais explora as estruturas seriadas, o ritmo e os efeitos óticos, como ocorre em Assimetria Resultante do Deslocamento Simétrico, 1955 ou em Quase Quadrado, 1957. Em Ritmo, 1958, a estrutura é dada pela linha, pela superposição dos planos e por elementos que tendem ao signo gráfico. Na década de 1960, passa a substituir o rigor concretista por uma pintura caracterizada por pinceladas que constroem tramas de cor. Na opinião do crítico Roberto Pontual, é pela cor que tudo começa na obra de Rubem Ludolf, aspecto pelo qual sua produção revela afinidades com o neoconcretismo, apesar de ter sido circunstancialmente ligado ao concretismo paulista, entre 1956 e 1957.

continuar a leitura do texto Continuar a leitura do texto...

Outras informações de Rubem Ludolf:

  • Outros nomes
    • Rubem Mauro Cardozo Ludolf
    • Rubem Mauro Cardoso Ludolf
  • Habilidades
    • pintor
    • arquiteto-paisagista

Obras de Rubem Ludolf: (7) obras disponíveis:

Exposições (103)

Todas as exposições

Eventos relacionados (2)

Fontes de pesquisa (11)

  • ACERVO Banco Chase Manhattan. Pietro Maria Bardi; Fabio Magalhães; Peter John Anderson. FERRÃO, Cristina; SOARES, José Paulo. s.l., Index, 1989.
  • AYALA, Walmir (org.). Dicionário brasileiro de artistas plásticos. Brasília: MEC / INL, 1980. v.4: Q a Z. (Dicionários especializados, 5).
  • Disponível em: http://tvig.ig.com.br/273745/morre-artista-plastico-rubem-ludolf.htm. Acesso em: 16 ago. 2010 Não catalogada
  • GRUPO Frente/1954-1956. I Exposição Nacional de Arte Abstrata, Hotel Quitandinha/1953. Texto de Frederico Morais. Rio de Janeiro: Galeria de Arte BANERJ, 1984. (Ciclo de Exposições sobre Arte no Rio de Janeiro).
  • LEITE, José Roberto Teixeira. Dicionário crítico da pintura no Brasil. Rio de Janeiro: Artlivre, 1988. 555 p.
  • Morre grande nome do construtivismo, Rubem Ludolf. isponível em: http://mais.uol.com.br/view/99at89ajv6h1/morre-grande-nome-do-construtivismo-rubem-ludolf-04021A3360CCC173A6?types=A&. Acesso em: 16 ago. 2010 Não catalogada
  • Morre no Rio do artista plástico Rubem Ludolf. Disponível em: http://oglobo.globo.com/cultura/mat/2010/07/27/morre-no-rio-artista-plastico-rubem-ludolf-917251909.asp. Acesso em: 16 ago. 2010 Não catalogada
  • PONTUAL, Roberto. Entre dois séculos: arte brasileira do século XX na coleção Gilberto Chateaubriand. Rio de Janeiro: Edições Jornal do Brasil, 1987. 585 p.
  • PROJETO arte brasileira: abstração geométrica 2. Texto de Paulo Venâncio Filho. Rio de Janeiro: FUNARTE/Instituto Nacional de Artes Plásticas, 1988.
  • RUBEM Ludolf. São Paulo: Galeria Paulo Klabin, 1986.
  • ZANINI, Walter (org.). História geral da arte no Brasil. Pesquisa Cacilda Teixeira da Costa, Marília Saboya de Albuquerque. São Paulo: Fundação Djalma Guimarães: Instituto Walther Moreira Salles, 1983. 1106 p. 2v.

Como citar?

Para citar a Enciclopédia Itaú Cultural como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo:

  • RUBEM Ludolf. In: ENCICLOPÉDIA Itaú Cultural de Arte e Cultura Brasileiras. São Paulo: Itaú Cultural, 2018. Disponível em: <http://enciclopedia.itaucultural.org.br/pessoa9536/rubem-ludolf>. Acesso em: 18 de Ago. 2018. Verbete da Enciclopédia.
    ISBN: 978-85-7979-060-7