Artigo da seção pessoas Manabu Mabe

Manabu Mabe

Artigo da seção pessoas
Artes visuais  
Data de nascimento deManabu Mabe: 14-09-1924 Local de nascimento: (Japão / Kyushu / Kumamoto) | Data de morte 22-09-1997 Local de morte: (Brasil / São Paulo / São Paulo)
Imagem representativa do artigo

Caminho para o Outono , 1963 , Manabu Mabe
Reprodução fotográfica autoria desconhecida

Biografia
Manabu Mabe (Kumamoto, Japão 1924 - São Paulo SP 1997). Pintor, gravador, ilustrador. De Kobe, Japão, emigra com a família para o Brasil em 1934, para dedicar-se ao trabalho na lavoura de café no interior do Estado de São Paulo. Interessado em pintura, começa a pesquisar, como autodidata, em revistas japonesas e livros sobre arte. Em 1945, na cidade de Lins, aprende a preparar a tela e a diluir tintas com o pintor e fotógrafo Teisuke Kumasaka. No fim da década de 1940, em São Paulo, conhece o pintor Tomoo Handa a quem apresenta seus trabalhos. Integra-se ao Grupo Seibi e participa das reuniões de estudos do Grupo 15. No ano seguinte adquire conhecimentos técnicos e teóricos com o pintor Yoshiya Takaoka. Nos anos 1950 toma parte nas exposições organizadas pelo Grupo Guanabara. Em 1957 vende seu cafezal em Lins e muda-se para São Paulo para dedicar-se exclusivamente à pintura. No ano seguinte, recebe o Prêmio Leirner de Arte Contemporânea. Em 1959, é homenageado com o artigo intitulado The Year of Manabu Mabe [O ano de Manabu Mabe], publicado na revista Time, em Nova York. Conquista prêmio de melhor pintor nacional na 5ª Bienal Internacional de São Paulo e prêmio de pintura na 1ª Bienal de Paris. Nos anos 1980 pinta um painel para a Pan American Union em Washington, Estados Unidos; ilustra O Livro de Hai-Kais, tradução de Olga Salvary e edição de Massao Ohno e Roswitha Kempf; e elabora a cortina de fundo do Teatro Provincial, em Kumamoto, Japão.

Comentário Crítico
Manabu Mabe vem com a família para o Brasil em 1934 e trabalha na lavoura de café no interior do Estado de São Paulo. Em 1941, reside na cidade de Lins, onde realiza desenhos a crayon e aquarelas. Dedica-se a essa atividade apenas nos dias de chuva - quando não pode trabalhar - e aos domingos. Adquire suas primeiras tintas a óleo em 1945. Dilui as tintas em querosene e utiliza como suporte para as pinturas o papelão ou a madeira. Nesse período, recebe orientação artística do pintor e fotógrafo Teisuke Kumasaka. Em 1947, em uma viagem a São Paulo conhece o pintor Tomoo Handa, que o incentiva a ter a natureza como fonte de inspiração. No ano seguinte, estuda com o pintor Yoshiya Takaoka, que lhe transmite ensinamentos técnicos e teóricos sobre pintura. Nesse período, participa do Grupo Seibi e integra o Grupo 15, com Yoshiya Takaoka, Shigueto Tanaka e Tomoo Handa, entre outros. Dedica-se ao estudo do nu artístico, pinta paisagens e naturezas-mortas, primeiramente em estilo mais conservador e depois aproxima-se progressivamente do impressionismo e fauvismo.

continuar a leitura do texto Continuar a leitura do texto...

Outras informações de Manabu Mabe:

  • Outros nomes
    • Manabu Mabe
  • Habilidades
    • pintor
    • tapeceiro
    • agricultor
    • escritor
    • gravador
  • Relações de Manabu Mabe com outros artigos da enciclopédia:

Obras de Manabu Mabe: (64) obras disponíveis:

Título da obra: Frutas

Artigo da seção obras
Temas da obra: Artes visuais  
Data de criaçãoFrutas : 1945
Autores da obra:
Imagem representativa da obra
Legenda da imagem representativa:

Reprodução fotográfica autoria desconhecida

Todas as obras de Manabu Mabe:

Espetáculos (1)

Exposições (383)

Todas as exposições

Eventos relacionados (2)

Fontes de pesquisa (19)

  • MOSTRA DO REDESCOBRIMENTO, 2000, SÃO PAULO, SP. Arte moderna. Organização Nelson Aguilar; coordenação Suzanna Sassoun; tradução Izabel Murat Burbridge, John Norman; curadoria Nelson Aguilar, Franklin Espath Pedroso, Maria Alice Milliet; curadoria geral Nelson Aguilar; apresentação Edemar Cid Ferreira. São Paulo: Associação Brasil 500 anos Artes Visuais/ Fundação Bienal de São Paulo, 2000. 255 p.
  • ARTE no Brasil. Prefácio Pietro Maria Bardi; introdução Pedro Manuel. São Paulo: Abril Cultural, 1979. v. 2, il. color.
  • AYALA, Walmir. Dicionário de pintores brasileiros. Rio de Janeiro: Spala, 1992. 2v., 950p. R759.981 A973d v.2
  • BIENAL BRASIL SÉCULO XX, 1994, SÃO PAULO. Bienal Brasil Século XX: catálogo. Organização Nelson Aguilar; apresentação Edemar Cid Ferreira; texto José Roberto Teixeira Leite, Annateresa Fabris, Tadeu Chiarelli, Maria Alice Milliet, Walter Zanini, Agnaldo Farias. São Paulo: Fundação Bienal de São Paulo, 1994. 516 p. , il. color.
  • KLINTOWITZ, Jacob. Coleção Aldo Franco. Versão em inglês Carolyn Brisset; apresentação José Mindlin. Rio de Janeiro: Pinakotheke, 2000. 302 p. , il. color. (Coleções).
  • LEITE, José Roberto Teixeira. 500 anos da pintura brasileira. Produção Raul Luis Mendes Silva, Eduardo Mace. [S.l.]: Log On Informática, 1999. 1 CD-ROM.
  • LOURENÇO, Maria Cecília França. Vida e arte dos japoneses no Brasil: 80 anos da imigração japonesa no Brasil. Apresentação Fujio Tachibana, Pietro Maria Bardi; texto Tomoo Handa, Teiiti Suzuki; tradução Antonio Nojiki. São Paulo: MASP, 1988. 110 p. , il. color.
  • MABE, Manabu. 50 anos de pintura. São Paulo: Galeria de Arte André, 1995. [24] p. , il. color.
  • MABE, Manabu. Manabu Mabe at Kouros. New York: Kouros Gallery, 1983. 14 p. , il. color.
  • MABE, Manabu. Manabu Mabe. São Paulo: Club Athlético Paulistano, 2000. [8] p. , il. color.
  • MABE, Manabu. Manabu Mabe. Tradução France Knox, Kenneth Payne; texto Jayme Maurício. Rio de Janeiro: Realidade Galeria, 1984. [32] p. , il. color.
  • MABE, Manabu. Manabu Mabe: obras recentes: 1973-1986. São Paulo: MASP, 1986. il. color.
  • MABE, Manabu. Manabu Mabe:obras recentes. São Paulo: Galeria de Arte André, 1983. 40 p. , 33 il. color.
  • MABE, Manabu. Manabu Mabe:retrospectiva. São Paulo: MASP, 1975. [39] p. , il. color.
  • MANABU Mabe: vida e obra. Tradução Takehiko Nakazone, Andrew Alexander Reid, Emy Mizumoto Ono, Mitsuko Kawai, Sandra Mayumi Murayama; introdução Pietro Maria Bardi. São Paulo: Raízes, 1986. 383 p. , il. color.
  • MOSTRA DO REDESCOBRIMENTO, 2000, SÃO PAULO. Mostra do Redescobrimento: Brasil 500 anos. Coordenação Suzanna Sassoun, Helena Severo; apresentação Fernando Henrique Cardoso, Luiz Felipe Lampreia, Francisco Weffort, Rafael Greca de Macedo, Marcos Maciel, Edemar Cid Ferreira. São Paulo: Fundação Bienal de São Paulo, 2000. [60] p. , il. color.
  • PONTUAL, Roberto. Dicionário das artes plásticas no Brasil. Texto Mário Barata, Lourival Gomes Machado, Carlos Cavalcanti et al. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1969. 559 p. R703.0981 P818d
  • PONTUAL, Roberto. Entre dois séculos: arte brasileira do século XX na coleção Gilberto Chateaubriand. Rio de Janeiro: Edições Jornal do Brasil, 1987. 585 p.
  • ZANINI, Walter (org.). História geral da arte no Brasil. Pesquisa Cacilda Teixeira da Costa, Marília Saboya de Albuquerque. São Paulo: Fundação Djalma Guimarães: Instituto Walther Moreira Salles, 1983. 1106 p. 2v.

Como citar?

Para citar a Enciclopédia Itaú Cultural como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo:

  • MANABU Mabe. In: ENCICLOPÉDIA Itaú Cultural de Arte e Cultura Brasileiras. São Paulo: Itaú Cultural, 2017. Disponível em: <http://enciclopedia.itaucultural.org.br/pessoa9432/manabu-mabe>. Acesso em: 23 de Ago. 2017. Verbete da Enciclopédia.
    ISBN: 978-85-7979-060-7