Artigo da seção pessoas Raul Córdula

Raul Córdula

Artigo da seção pessoas
Artes visuais  
Data de nascimento deRaul Córdula: 1943 Local de nascimento: (Brasil / Paraíba / Campina Grande)
Imagem representativa do artigo

Sem Título , 1978 , Raul Córdula
Reprodução fotográfica autoria desconhecida

Biografia
Raul Córdula Filho (Campina Grande PB 1943). Pintor, artista gráfico, cenógrafo, professor, crítico de arte. Começa a pintar em 1958, orientado pelo amigo Flávio Bezerra de Carvalho. Em 1959, ilustra poesias da Geração 59, grupo de poetas paraibanos que edita o suplemento literário A União nas Letras e nas Artes. No início da década de 1960, viaja para o Rio de Janeiro e estuda história da arte no Instituto de Belas Artes e técnica em pintura no Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro - MAM/RJ, onde é aluno de Domenico Lazzarini (1920 - 1987). Entre 1963 e 1965 é supervisor do setor de artes plásticas da Universidade Federal da Paraíba - UFPB. Atua como cenógrafo em várias emissoras de televisão, entre 1965 e 1972. Em 1967, torna-se diretor do Museu de Arte Assis Chateaubriand de Campina Grande - Maac. Idealiza, em 1977, o Núcleo de Arte Popular e Artesanato - NAP, da Casa de Cultura de Pernambuco, no Recife. Entre 1978 e 1985, é coordenador do Núcleo de Arte Contemporânea da UFPB. Leciona história da arte e fundamentos da linguagem visual nos cursos de educação artística e arquitetura e urbanismo do Departamento de Artes da UFPB entre 1978 e 1988. É contratado pelo Museu de Arte da Moderna da Bahia - MAM/BA para coordenar a implantação do Salão MAM-Bahia de Artes Plásticas, em 1994. Torna-se diretor de desenvolvimento artístico e cultural da Fundação Espaço Cultural da Paraíba - Funesc entre 1997 e 1998.

Comentário Crítico
No início da carreira, Raul Córdula realiza obras figurativas, e mantém diálogo com a arte pop e a nova figuração. O artista parte de desenhos infantis e sinais do meio urbano, como os de trânsito. Seu trabalho apresenta concisão de formas e cores, utilizando cada vez mais os signos e símbolos na construção de obras ligadas ao abstracionismo geométrico. A partir da década de 1980, explora as tensões e distensões da superfície articulada em planos triangulares, fase denominada pela crítica como "nova geometria". Como nota o crítico Paulo Sérgio Duarte, em suas telas Córdula revela também uma ligação com a paisagem nordestina, que transparece no uso da paleta de tons luminosos que distingue sua produção.

Outras informações de Raul Córdula:

  • Outros nomes
    • Raul Córdula Filho
    • Raul Córdola Filho
    • Córdula
  • Habilidades
    • Pintor
    • desenhista
    • Artista gráfico
    • empresário
    • Cenógrafo
    • professor universitário
    • crítico de arte
    • escritor
  • Relações de Raul Córdula com outros artigos da enciclopédia:

Obras de Raul Córdula: (8) obras disponíveis:

Exposições (125)

Todas as exposições

Fontes de pesquisa (32)

  • ARTE Pará 2001: Nordeste brasileiro: matriz popular e consciência construtiva. Belém: Fundação Rômulo Maiorana, 2001.
  • AYALA, Walmir (org.). Dicionário brasileiro de artistas plásticos. Brasília: MEC / INL, 1980. v.4: Q a Z. (Dicionários especializados, 5).
  • AYALA, Walmir. Dicionário de pintores brasileiros. Rio de Janeiro: Spala, 1992. 2v.
  • CATÁLOGO geral do acervo de documentos: objetos do Museu de Arte Assis Chateaubriand - UEPB. Campina Grande: Museu de Arte Assis Chateaubriand, 1993. 120 p., il. p&b. PBmaac 1993
  • CAVALCANTI, Carlos (org.). Dicionário brasileiro de artistas plásticos. Brasília: MEC / INL, 1973. v.1: A a C. (Dicionários especializados, 5). R703.0981 C376d v.1 pt. 1
  • CÓRDULA, Raul. De sonhos, signos e símbolos, ao entendimento do universo. São Paulo: Galeria Arte Global, 1978. [16] p., il. color. CAT-G Cr796 1978
  • CÓRDULA, Raul. Exposição Raul Córdula: Pinturas recentes. Recife: Shopping Center Recife, [2001 ]. 1 folha dobrada, il. color. Cr796 [2001]
  • CÓRDULA, Raul. pinturas. Salvador: Museu de Arte Moderna da Bahia, 1999. [14] p., il. color. Cr796 1999
  • CÓRDULA, Raul. RAUL Córdula. Apresentação de Amélia Couto. s.l.: Galeria Vicente do Rego Monteiro, 1990.
  • CÓRDULA, Raul. Raul Córdula. Brasília: Portfolio Galeria de Arte, 1989.
  • CÓRDULA, Raul. Raul Córdula. Cuiabá: UFMT, 1984. Cr796 1984
  • CÓRDULA, Raul. Raul Córdula. Galeria Vicente do Rego Monteiro, 1990. , 1 il. color. Cr796 1990
  • CÓRDULA, Raul. Raul Córdula: pinturas recentes. Recife: Shopping Center Recife, [2001].
  • CÓRDULA, Raul. Raul Córdula: pinturas. Berlim: Galerie im Einstein, 2000. Não catalogado
  • CÓRDULA, Raul. Raul CÓRDULA: pinturas. Brasília: Portfólio Galeria de Arte, 1989. 1 il. color. Cr796 1989
  • CÓRDULA, Raul. Raul Córdula: pinturas. Salvador: MAM-BA, 1999.
  • LEILÃO de Arte Brasileira (venda nº 41). São Paulo: Renato Magalhães Gouvêa Escritório de Arte, 1995.
  • LEILÕES de Arte (venda n. 41): Projeto Arte Atual Brasil. São Paulo: Renato Magalhães Gouvêa Escritório de Arte, 1995. 48 p. SPrmg 1995 n. 41
  • LEITE, José Roberto Teixeira. Dicionário crítico da pintura no Brasil. Rio de Janeiro: Artlivre, 1988.
  • LOUZADA, Maria Alice do Amaral. Artes plásticas Brasil 1996: seu mercado, seus leilões. São Paulo: Júlio Louzada, 1996. v. 8. R702.9 L895a v.8
  • MOSTRA DO DESENHO BRASILEIRO, 5. , 1983, Curitiba, PR. 5ª Mostra do Desenho Brasileiro. Curitiba: Governo do Estado, 1983. 92 p., il. p&b. PRmdb 5/1983
  • MOSTRA DO DESENHO BRASILEIRO, 5., 1983. 5ª Mostra do desenho brasileiro. Curitiba: Governo de Estado, 1983.
  • PONTUAL, Roberto. Dicionário das artes plásticas no Brasil. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1969. R703.0981 P818d
  • PONTUAL, Roberto. Entre dois séculos: arte brasileira do século XX na coleção Gilberto Chateaubriand. Rio de Janeiro: Edições Jornal do Brasil, 1987. 709.8104 Cg492pr
  • PONTUAL, Roberto. Entre dois séculos: arte brasileira do século XX na coleção Gilberto Chateaubriand. Rio de Janeiro: Edições Jornal do Brasil, 1987.
  • RODRIGUES, Einaldo. A arte e os artistas da Paraíba. João Pessoa: Editora Universitária/UFPB, 2001. Não catalogado
  • SALÃO ARTE PARÁ, 20., 2001, Belém. Arte Pará 2001: Nordeste brasileiro: matriz popular e consciência construtiva. Coordenação Daniela Oliveira e Roberta Maiorana. Belém: Fundação Romulo Maiorana, 2001. PAa 20/2001
  • STAATLICHE KUNSTHALLE (BERLIN). Werkstatt Berlin - São Paulo 1988. Berlin, 1988. 94p. il., p.b. color. CAT-G ALEw 1998/w
  • VELHA mania: desenho brasileiro. Rio de Janeiro: Escola de Artes Visuais do Parque Lage, 1985. 76p., il. p.b. CAT-G RJeavpl 1985
  • WERKSTATT Berlin - São Paulo. trad. Tradução de Sarita Brandt. Apresentação de Dieter Ruckhaberle. São Paulo: MASP; Berlin: Staatliche Kunsthalle, 1988.
  • ZANINI, Walter (Coord.). História geral da arte no Brasil. São Paulo: Instituto Moreira Salles: Fundação Djalma Guimarães, 1983. v.2. 709.81 H673 v.1
  • ZANINI, Walter (Coord.). História geral da arte no Brasil. São Paulo: Instituto Moreira Salles: Fundação Djalma Guimarães, 1983. v.2.

Como citar?

Para citar a Enciclopédia Itaú Cultural como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo:

  • RAUL Córdula. In: ENCICLOPÉDIA Itaú Cultural de Arte e Cultura Brasileiras. São Paulo: Itaú Cultural, 2018. Disponível em: <http://enciclopedia.itaucultural.org.br/pessoa9410/raul-cordula>. Acesso em: 13 de Dez. 2018. Verbete da Enciclopédia.
    ISBN: 978-85-7979-060-7