Artigo da seção pessoas Jorge Guinle

Jorge Guinle

Artigo da seção pessoas
Artes visuais  
Data de nascimento deJorge Guinle: 14-03-1947 Local de nascimento: (Estados Unidos / Nova York / Nova York) | Data de morte 18-05-1987 Local de morte: (Estados Unidos / Nova York / Nova York)
Imagem representativa do artigo

Tarsila contra Anita , 1983 , Jorge Guinle

Biografia
Jorge Guinle Filho (Nova York, Estados Unidos 1947 - idem 1987). Pintor, desenhista e gravador. Muda-se com a família para o Brasil ainda no ano de seu nascimento e permanece no Rio de Janeiro até 1955. Desse ano até 1962, acompanhando a mãe, mora em Paris e, em seguida, em Nova York, onde reside até 1965. Na França, em paralelo a sua formação regular, inicia, como autodidata, estudos de pintura e freqüenta museus e galerias de arte, prática que mantém quando se transfere para os Estados Unidos. O contato com obras tanto de mestres da pintura como de artistas contemporâneos são marcantes em sua formação. É influenciado, de forma especial, pelas obras do pintor francês Henri Matisse (1869 - 1954) e pela action painting e arte pop norte-americanas. De 1965 a 1974 vive no Rio de Janeiro e passa temporadas em Londres e Paris, cidade para onde retorna nesse último ano e se estabelece por mais três anos. Em 1977, volta a residir no Rio de Janeiro. Seu trabalho ganha repercussão e, na década de 1980, integra as principais exposições de arte do país. A produção do artista, concentrada em seus últimos sete anos de vida, é dedicada sobretudo à pintura, que chama atenção pelo vigor e pela intrincada referência que faz aos movimentos artísticos modernos e contemporâneos. Jorge Guinle é um importante incentivador da revalorização da pintura promovida pelo grupo de jovens artistas conhecido como Geração 80. Participa da mostra Como Vai Você, Geração 80?, na Escola de Artes Visuais do Parque Lage - EAV/Parque Lage, Rio de Janeiro, 1984, escreve um texto para a edição especial da revista Módulo dedicada a essa mostra, participa de várias exposições e eventos realizados por esses artistas e escreve sobre suas obras.

Comentário crítico
Jorge Guinle passa grande parte de sua vida entre Paris e Nova York, onde conhece obras da action painting e da arte pop, decisivas em sua formação. Fixa-se no Brasil em 1977. Nos anos seguintes, o clima de abertura política no país favorece as manifestações artísticas e Guinle retoma a carreira, iniciada na metade da década de 1960, com forças renovadas. Sua trajetória é muito rápida: trabalha por sete anos, nos quais produz obras marcantes. Entre 1980 e 1982, faz entrevistas para a revista Interview, de circulação nacional, com importantes artistas brasileiros, como: Hélio Oiticica (1937 - 1980), Rubens Gerchman (1942 - 2008), Antonio Dias (1944), Lygia Clark (1920 - 1988), Cildo Meireles (1948) e Mira Schendel (1919 - 1988), entre outros.

continuar a leitura do texto Continuar a leitura do texto...

Outras informações de Jorge Guinle:

  • Outros nomes
    • Jorge Guinle Filho
  • Habilidades
    • Pintor
    • gravador
    • desenhista

Obras de Jorge Guinle: (49) obras disponíveis:

Todas as obras de Jorge Guinle:

Exposições (131)

Artigo sobre 14 Pinturas Eróticas

Artigo da seção eventos
Temas do artigo: Artes visuais  
Data de início14 Pinturas Eróticas : 17-06-1980  |  Data de término | 05-07-1980
Resumo do artigo 14 Pinturas Eróticas :

Galeria Anna Maria Niemeyer (Gávea : Rio de Janeiro, RJ)

Todas as exposições

Eventos relacionados (2)

Artigo sobre sp-arte 2010

Artigo da seção eventos
Temas do artigo: Artes visuais  
Data de iníciosp-arte 2010: 29-04-2010  |  Data de término | 02-05-2010
Resumo do artigo sp-arte 2010:

Fundação Bienal de São Paulo

Artigo sobre sp-arte 2011

Artigo da seção eventos
Temas do artigo: Artes visuais  
Data de iníciosp-arte 2011: 12-05-2011  |  Data de término | 15-05-2011
Resumo do artigo sp-arte 2011:

Fundação Bienal de São Paulo

Fontes de pesquisa (18)

  • GUINLE, Jorge. Jorge Guinle. Texto Ronaldo Brito. São Paulo: Galeria Luisa Strina, 1984. 

  • BACH, Christina. Jorge Guinle. Apresentação Ronaldo Brito. São Paulo: Cosac & Naify, 2001. 128 p., il. color. (Espaços da arte brasileira).
  • BACH, Christina. Jorge Guinle. São Paulo: Cosac & Naify, 2001. (Espaços da arte brasileira). 759.981 G9645b
  • BIENAL INTERNACIONAL DE SÃO PAULO, 17., 1983, São Paulo, SP. Catálogo geral. São Paulo: Fundação Bienal de São Paulo, 1983.
  • BRITO, Ronaldo. Jorge Guinle. Arte em São Paulo, São Paulo, n. 19, p. 15, out. , 1983.
  • COSTA, Marcus de Lontra. Desejo e urgência: últimas pinturas de Jorge Guinle têm mostra no Rio e na bienal de São Paulo. Guia das Artes, São Paulo, n. 15, p. 78-79, 1989. Bimestral.
  • EXPRESSIONISMO no Brasil: heranças e afinidades. São Paulo: Fundação Bienal de São Paulo, 1985. 128 p., il. p&b., color.
  • GUINLE, Jorge. Desenhos. Texto crítico Ronaldo Brito; versão em inglês André Duarte, Maria Rita de Assis César. Curitiba: Galeria Casa da Imagem, 2000. [66] p., il. color.
  • GUINLE, Jorge. Fase azul / obras inéditas. Texto Ronaldo Brito. São Paulo: Galeria de Arte São Paulo, 1988. [24] p., il. color.
  • GUINLE, Jorge. Jorge Guinle: l'heure bleue. Texto Reynaldo Roels Jr. Rio de Janeiro: Galeria Anna Maria Niemeyer, 1989. , il. color, foto p&b.
  • HIRSZMAN, Maria. Mostra apresenta obras inéditas de Jorge Guinle. O Estado de S. Paulo, São Paulo, 12 dez. 2000. Caderno 2.
  • Jorge Guinle em exposição inédita. Jornal da Tarde, São Paulo, 12 dez. 2000. Variedades.
  • LEITE, José Roberto Teixeira. 500 anos da pintura brasileira. Produção Raul Luis Mendes Silva, Eduardo Mace. [S.l.]: Log On Informática, 1999. 1 CD-ROM.
  • LEITE, José Roberto Teixeira. Dicionário crítico da pintura no Brasil. Rio de Janeiro: Artlivre, 1988.
  • MENDONÇA, Casimiro Xavier de. Jorge Guinle Filho: o espelho e a sombra. Galeria: revista de arte, São Paulo: Área Editorial, n. 5, p. 72-76, 1987.
  • O MODERNO e o contemporâneo na arte brasileira: Coleção Gilberto Chateaubriand do Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro. Texto Sônia Salzstein, Reynaldo Roels Jr.. apresentação Júlio Neves, Gilberto Chateaubriand; versão em inglês Ann Puntch. São Paulo: MASP, 1998. 208 p. , il. color.
  • PONTUAL, Roberto. Entre dois séculos: arte brasileira do século XX na coleção Gilberto Chateaubriand. Rio de Janeiro: Edições Jornal do Brasil, 1987.
  • ZANINI, Walter (Coord.). História geral da arte no Brasil. São Paulo: Instituto Moreira Salles: Fundação Djalma Guimarães, 1983. v.2.

Como citar?

Para citar a Enciclopédia Itaú Cultural como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo:

  • JORGE Guinle. In: ENCICLOPÉDIA Itaú Cultural de Arte e Cultura Brasileiras. São Paulo: Itaú Cultural, 2018. Disponível em: <http://enciclopedia.itaucultural.org.br/pessoa9273/jorge-guinle>. Acesso em: 17 de Nov. 2018. Verbete da Enciclopédia.
    ISBN: 978-85-7979-060-7