Artigo da seção pessoas Chico Caruso

Chico Caruso

Artigo da seção pessoas
Artes visuais / teatro  
Data de nascimento deChico Caruso: 1949 Local de nascimento: (Brasil / São Paulo / São Paulo)
Imagem representativa do artigo

[José Sarney e Fidel Castro] , 1986 , Chico Caruso
Reprodução fotográfica Humberto Medeiros Estúdio

Biografia
Francisco Paulo Hespanha Caruso (São Paulo SP 1949). Caricaturista, ilustrador, chargista. Chico Caruso, irmão gêmeo do também caricaturista Paulo Caruso (1949), forma-se, em 1976, em arquitetura pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo - FAU/USP, porém não segue a carreira. Inicia-se como chargista e ilustrador, em 1968, quando publica seus primeiros desenhos no jornal Folha da Tarde, sobre temas que variam entre futebol, crônicas, horóscopo e política. Após o Ato Institucional número 5, AI-5, de 1968, Caruso pára de fazer charges políticas, só retomando o tema na revista universitária Balão, em 1972. Ainda no início da década de 1970, colabora com os jornais Opinião, Movimento e Gazeta Mercantil. Em 1976, é premiado no Salão de Humor de Piracicaba e convidado a fazer charges para a revista Isto É. No ano seguinte, vai para o Rio de Janeiro trabalhar no Jornal do Brasil, a convite do cartunista Lan (1925), após ver uma caricatura do general João Figueiredo (1918 - 1999), feita por Caruso, publicada num periódico paulista. Em 1980, lança o livro Natureza Morta e Outros Desenhos do Jornal do Brasil, editado pela Marco Zero, e Pablo Mon Amour, uma biografia em caricaturas do pintor Pablo Picasso (1881 - 1973), editada pela Funarte. Escreve a peça O Amigo da Onça, que tem, em 1988, encenação dirigida por Paulo Betti (1952). Com o irmão, forma a banda Muda Brasil Tancredo Jazz Band, com participações de Cláudio Paiva, Aroeira, Luis Fernando Veríssimo (1936), entre outros, que nos shows interpreta composições de cunho humorístico e com sátira política. Em 2002, lança o livro Era uma vez FH, compilação de desenhos publicados no jornal O Globo, entre 1994 e 2002, relacionados aos dois mandatos presidenciais de Fernando Henrique Cardoso (1931).

Comentário Crítico
O acabamento minucioso do desenho e a apreensão sintética e irônica das características principais dos personagens transformam Chico Caruso num dos mais populares caricaturistas políticos dos últimos 30 anos. Francisco Paulo Hespanha Caruso nasce em São Paulo, gêmeo univitelino do também caricaturista Paulo Caruso (1949). Por volta de 1968, dá início a sua carreira de ilustrador e chargista no jornal Folha da Tarde, para o qual faz a média de dez desenhos por dia, abrangendo temas variados como futebol, esporte e política. Com o Ato Institucional nº 5 - AI-5, as charges políticas são cortadas. Por isso, Caruso passa a ilustrar crônicas e matérias de menos importância.

continuar a leitura do texto Continuar a leitura do texto...

Outras informações de Chico Caruso:

  • Outros nomes
    • Francisco Paulo Hespanha Caruso
    • Francisco Paulo Caruso
  • Habilidades
    • Ilustrador
    • Caricaturista
    • Chargista

Obras de Chico Caruso: (46) obras disponíveis:

Todas as obras de Chico Caruso:

Espetáculos (1)

Exposições (12)

Artigo sobre Universo do Futebol

Artigo da seção eventos
Temas do artigo: Artes visuais  
Data de inícioUniverso do Futebol : 14-06-1982  |  Data de término | 19-07-1982
Resumo do artigo Universo do Futebol :

Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro

Fontes de pesquisa (6)

  • CARUSO, Chico. O Brasil, de Collor a Itamar. Texto Millôr Fernandes. Poços de Caldas: Casa da Cultura de Poços de Caldas, 1993. , il. p&b color.
  • CARUSO, Chico. O Brasil, de Collor a Itamar . Texto Millôr Fernandes. Poços de Caldas: Casa da Cultura de Poços de Caldas, 1993. , il. p&b color. C329b 1993
  • FONSECA, Joaquim da. Caricatura: a imagem gráfica do humor. Porto Alegre: Artes e Ofícios, 1999. 741.5981 F6764c
  • FONSECA, Joaquim da. Caricatura: a imagem gráfica do humor. Porto Alegre: Artes e Ofícios, 1999.
  • LAGO, Pedro Corrêa do. Caricaturistas brasileiros: 1836-1999. Rio de Janeiro: Sextante Artes, 1999. 741.5981 L1777c
  • LAGO, Pedro Corrêa do. Caricaturistas brasileiros: 1836-1999. Rio de Janeiro: Sextante Artes, 1999.

Como citar?

Para citar a Enciclopédia Itaú Cultural como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo:

  • CHICO Caruso. In: ENCICLOPÉDIA Itaú Cultural de Arte e Cultura Brasileiras. São Paulo: Itaú Cultural, 2019. Disponível em: <http://enciclopedia.itaucultural.org.br/pessoa9197/chico-caruso>. Acesso em: 07 de Dez. 2019. Verbete da Enciclopédia.
    ISBN: 978-85-7979-060-7