Pessoas

Benedito Calixto

Outros Nomes: Benedito Calixto de Jesus | Benedito Calisto | B. Calixto | Benedicto Calixto de Jesus
  • Análise
  • Biografia
    Benedito Calixto de Jesus (Conceição de Itanhaém, SP, 1853 - São Paulo, SP, 1927). Pintor, professor, historiador, ensaísta. Transfere-se para Brotas, interior de São Paulo, onde adquire noções de pintura com o tio Joaquim Pedro de Jesus, ao auxiliá-lo na restauração de imagens sacras de uma igreja local. Calixto realiza a primeira individual em 1881, na sede do jornal Correio Paulistano, em São Paulo. Muda-se para Santos, trabalha na oficina de Tomás Antônio de Azevedo, e é incumbido da decoração do teto do Theatro Guarany. Em 1883, viaja a Paris para estudar desenho e pintura, com recursos concedidos pelo visconde Nicolau Pereira de Campos Vergueiro. Freqüenta o ateliê de Jean François Raffaëlli (1850-1924) e a Académie Julian, e convive com os pintores Gustave Boulanger (1824-1888), Tony Robert-Fleury (1837-1911) e William-Adolphe Bouguereau (1825-1905), entre outros. Retorna ao Brasil em 1884, trazendo uma câmera fotográfica, que passa a utilizar para elaborar suas composições. Reside em Santos e posteriormente em São Vicente. Produz inúmeras marinhas, em que representa o litoral paulista. No começo do século XX, realiza diversos painéis de temas religiosos para igrejas na capital e interior do Estado de São Paulo. Pinta vistas de antigos trechos das cidades de São Paulo, Santos e São Vicente para o Museu Paulista da Universidade de São Paulo (MP/USP), por encomenda do diretor do museu o historiador Afonso d´Escragnolle Taunay (1876-1958). Dedica-se também a estudos históricos da região e à preservação de seu patrimônio, e publica, entre outros, os livros A Vila de Itanhaém, em 1895,  e Capitanias Paulistas, em 1924.

    Comentário Crítico
    Benedito Calixto manifesta, desde muito jovem, a tendência para a pintura. Em 1881, passa a residir em Santos, cidade que lhe serve de inspiração para vários quadros. Com uma bolsa concedida pela cidade de Santos, viaja para Paris, onde permanece menos de um ano, trazendo de lá um equipamento fotográfico. É com o quadro Enchente na Várzea do Carmo, ca.1892, que o artista consegue maior destaque: a crítica da época aponta a exatidão admirável com que representa a cidade de São Paulo e alguns de seus principais pontos, como o mercado, a rua 25 de março, a fábrica de chitas e o casario do Brás.

    O artista realiza diversas obras para o Museu Paulista, sob encomenda de Afonso d´Escragnolle Taunay, sobretudo cenas da São Paulo antiga e paisagens, sendo que algumas foram baseadas em desenhos de Hercule Florence (1804-1879) ou em fotografias de Militão Augusto de Azevedo (1837-1905), entre outros. Para seus quadros históricos e religiosos, como Fundação de São Vicente, 1900 ou Fundação de Santos, 1922, realiza estudos fotográficos preparatórios, para os quais se vale de minuciosa pesquisa histórica.

    As paisagens são a temática mais cara ao artista. Nessas obras, apresenta uma pintura lisa, com o uso de veladuras e um colorido sempre fiel às características locais, embora trabalhado de maneira bastante pessoal no uso dos verdes, azuis e ocres.

    Benedito Calixto, que dispunha de amplo conhecimento sobre o litoral paulista, atua ainda como cartógrafo, realizando ensaios de mapas de Santos, e como historiador, escrevendo sobre as capitanias paulistas.

Obras(49)

  1. São Sebastião [Velho Teatro] 
  2. Igreja do Convento de Santo Antonio do Valongo  
  3. Largo e Matriz do Brás, em 1862  
  4. Prefeitura de São Vicente  
  5. Canto da Praia de São Vicente  
  6. Hotel Internacional  
  7. Praia de S. Vicente  
  8. Praia Grande com Carro e Carroceiro  
  9. Moagem da Cana na Fazenda Cacheira, em Campinas  
  10. Praia de São Vicente  
  11. Pedra do Mato, São Vicente  
  12. Fundo de Quintal (Casa do Pintor em S. Vicente)  
  13. Paço Municipal, Fórum e Cadeia de São Paulo, em [...]
  14. Paisagem - Serra de Santos  
  15. Convento - Itanhaém  
  16. Antigo Pátio do Colégio  
  17. Paisagem Fluvial, com Canoa e Personagens  
  18. São Sebastião [Casa do Trem] 
  19. Largo da Sé  
  20. Porto de Santos  
  21. Praia do Consulado, Porto de Santos  
  22. Porto do Bispo  
  23. Banca de Peixe e Mercado das Canoas  
  24. Porto de Santos  
  25. Ruínas da Casa de Pedra de Martim Afonso  
  26. Itapema - Santos  
  27. Regata de 1889  
  28. Porto de Santos  
  29. Inundação da Várzea do Carmo  
  30. Fazenda Monte Alegre, Brotas  
  31. São Vicente  
  32. Fundação de São Vicente  
  33. O Poema de Anchieta  
  34. Praia com Pescadores  
  35. Retrato de D. Pedro I  
  36. Retrato de Domingos Jorge Velho  
  37. Ruínas da Igreja D'Aldeia  
  38. Bertioga  
  39. Naufrágio do Sírio  
  40. Itanhaém  
  41. No Pouso  
  42. [Casa da Família Wright, Biquinha e Ilha [...]
  43. Porto Sapucahetava - Itanhaém  
  44. Na Cabana de Pindobuçu  
  45. Antiga Casa de Câmara e Cadeia, em São Sebastião  
  46. Porto de Santos  
  47. Prainha - Itanhaém  
  48. Praia de S. Vicente  
  49. Ilha Porchat  

Exposições

Exibir

Eventos

Fontes de Pesquisa

ACQUARONE, Francisco; VIEIRA, Adão de Queiroz. Primores da pintura no Brasil. 2.ed. [Rio de Janeiro]: [s.n.], 1942. [145] p., v. 1.

ACQUARONE, Francisco; VIEIRA, Adão de Queiroz. Primores da pintura no Brasil. 2.ed. [Rio de Janeiro]: [s.n.], 1942. [145] p., v. 1. LIV-G 759.981 A186p 2.ed. v.1

ALVES, Caleb Faria. Benedito Calixto e a construção do imaginário republicano. Bauru: Edusc, 2003. 342 p., il. p&b. (Ciências Sociais).

ALVES, Caleb Faria. Benedito Calixto e a construção do imaginário repúblicano. Bauru: Edusc, 2003. 342 p., il. p&b. (Ciências Sociais). ISBN 85-7460-216-7. 759.98105 C154a

AYALA, Walmir. Dicionário de pintores brasileiros. Organização André Seffrin. 2. ed. rev. e ampl. Curitiba: Ed. UFPR, 1997. 428 p. R750.81 A973d 2.ed.

BENEDITO Calixto: memória paulista. São Paulo: Pinacoteca do Estado, 1990. 152 p., il. p&b. color. Não catalogado

BENEDITO Calixto: memória paulista. Texto Maria Alice Milliet, Benedito Lima de Toledo, Ulpiano T. Bezerra de Meneses, Evandro Carlos Jardim, Dalton Sala. São Paulo: Pinacoteca do Estado, 1990. 152 p., il. p&b. color.

BRAGA, Theodoro. Artistas pintores no Brasil. São Paulo: São Paulo Editora, 1942. 251 p.

BRAGA, Theodoro. Artistas pintores no Brasil. São Paulo: São Paulo Editora, 1942. 251 p. R703.0981 B813a

CALIXTO, Benedito. Benedito Calixto: um pintor à beira-mar. Coordenação Marli Nunes Souza; texto Caleb Faria Alves, Tadeu Chiarelli. São Paulo: Fundação Pinacoteca Benedicto Calixto, 2002. 96 p., il., color.

CALIXTO, Benedito. Obras inéditas . Texto Radhá Abramo. São Paulo: Dan Galeria, 1984. [48] p., il., p&b color. CAT-G Cb154 1984

CALIXTO, Benedito. Obras inéditas. Texto Radhá Abramo. São Paulo: Dan Galeria, 1984. [48] p., il., p&b color.

CALIXTO, Benedito; Souza, Marli Nunes (coord.). Benedito CALIXTO : um pintor à beira-mar. São Paulo: Fundação Pinacoteca Benedicto CALIXTO, 2002. 96 p., il., color. ISBN 85-89112-01-2. 759.98105 C154b

CAMPOFIORITO, Quirino. História da pintura brasileira no século XIX. Prefácio Carlos Roberto Maciel Levy. Rio de Janeiro: Pinakotheke, 1983. 292 p., il. p&b. color.

CAMPOFIORITO, Quirino. História da pintura brasileira no século XIX. Prefácio Carlos Roberto Maciel Levy. Rio de Janeiro: Pinakotheke, 1983. 292 p., il. p&b. color. 759.981034 C198hi

CAVALCANTI, Carlos (org.). Dicionário brasileiro de artistas plásticos. Brasília: MEC / INL, 1973. v.1: A a C. (Dicionários especializados, 5).

CAVALCANTI, Carlos (org.). Dicionário brasileiro de artistas plásticos. Brasília: MEC / INL, 1973. v.1: A a C. (Dicionários especializados, 5). R703.0981 C376d v.1 pt. 1

FREIRE, Laudelino. Um século de pintura: apontamentos para a história da pintura no Brasil de 1816-1916. Rio de Janeiro: Fontana, 1983. 677 p.

FREIRE, Laudelino. Um século de pintura: apontamentos para a história da pintura no Brasil de 1816-1916. Rio de Janeiro: Fontana, 1983. 677 p. 759.981034 F866u

GUEDES, Emmanuel. A Arte de Benedito Calixto . Apresentação Emmanuel GUEDES. S.l.: [s.n.]. 78 p. 759.981 C153g

GUEDES, Emmanuel. A Arte de Benedito Calixto. S.l.: [s.n.] 78 p.

LEITE, José Roberto Teixeira. 500 anos da pintura brasileira. Produção Raul Luis Mendes Silva, Eduardo Mace. [S.l.]: Log On Informática, 1999. 1 CD-ROM.

LEITE, José Roberto Teixeira. 500 anos da pintura brasileira. Produção Raul Luis Mendes Silva, Eduardo Mace. [S.l.]: Log On Informática, 1999. 1 CD-ROM. CDR 759.981 L533q

LEITE, José Roberto Teixeira. Dicionário crítico da pintura no Brasil. Rio de Janeiro: Artlivre, 1988. 555 p.

LEITE, José Roberto Teixeira. Dicionário crítico da pintura no Brasil. Rio de Janeiro: Artlivre, 1988. 555 p. R759.981 L533d

LOUZADA, Maria Alice do Amaral; LOUZADA, Júlio. Artes plásticas Brasil 1996: seu mercado, seus leilões. São Paulo: Júlio Louzada, 1996. 922 p. R702.9 L895a v.8

PERFIL da Coleção Itaú. Prefácio Olavo Egydio Setubal; curadoria e texto Stella Teixeira de Barros. São Paulo: Itaú Cultural, 1998. 256 p., fotos color.

PONTUAL, Roberto. Dicionário das artes plásticas no Brasil. Texto Mário Barata, Lourival Gomes Machado, Carlos Cavalcanti et al. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1969. 559 p. R703.0981 P818d

TARASANTCHI, Ruth Sprung. Pintores Paisagistas: São Paulo 1890 a 1920. São Paulo: Edusp : Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, 2002. 391 p.

TARASANTCHI, Ruth Sprung. Pintores Paisagistas: São Paulo 1890 a 1920. São Paulo: Edusp : Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, 2002. 391 p. 758.181 T177p

ZANINI, Walter (org.). História geral da arte no Brasil. Pesquisa Cacilda Teixeira da Costa, Marília Saboya de Albuquerque. São Paulo: Fundação Djalma Guimarães: Instituto Walther Moreira Salles, 1983. 1106 p. 2v.

ZANINI, Walter (org.). História geral da arte no Brasil. Pesquisa Cacilda Teixeira da Costa, Marília Saboya de Albuquerque. São Paulo: Fundação Djalma Guimarães: Instituto Walther Moreira Salles, 1983. 1106 p. 2v. 709.81 H673 v.1