Artigo da seção pessoas Luiz Aquila

Luiz Aquila

Artigo da seção pessoas
Artes visuais  
Data de nascimento deLuiz Aquila: 27-02-1943 Local de nascimento: (Brasil / Rio de Janeiro / Rio de Janeiro)
Imagem representativa do artigo

Nossas Cores, Nossos Valores, Nossas Temperaturas e Nossas Intensidades , 1985 , Luiz Aquila
Reprodução fotográfica Romulo Fialdini

Biografia

Luiz Aquila da Rocha Miranda (Rio de Janeiro RJ 1943). Pintor, desenhista, gravador, professor. Em 1959 e 1960, tem aulas de pintura com Aluísio Carvão e de xilogravura com Oswaldo Goeldi. Muda-se para Brasília em 1962, e freqüenta cursos no Instituto de Arte e Arquitetura da Universidade de Brasília - UnB como aluno livre. Em 1965, recebe bolsa do governo francês e reside na Cité International des Arts [Cidade Internacional das Artes], em Paris. Nesse ano, viaja para Lisboa, e trabalha na Sociedade de Gravadores Portugueses. Permanece na Europa até 1968, quando volta ao Brasil e torna-se professor de desenho e plástica da UnB, função que exerce até 1972. Em seguida, vai a Londres e estuda gravura na Slade School of Fine Arts. Em 1978, coordena o Centro de Criatividade de Brasília, um projeto da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura - Unesco, e expõe na 27ª Bienal de Veneza. De 1979 a 1986, leciona pintura na Escola de Artes Visuais do Parque Lage - EAV/Parque Lage, Rio de Janeiro, período em que exerce importante papel na formação dos jovens artistas da Geração 80. Em 1988, torna-se diretor dessa instituição, cargo que ocupa até 1990. Participa da 17ª, 18ª e 20ª Bienal Internacional de São Paulo em 1983, 1985 e 1989. Em 1988, transfere-se para Petrópolis, Rio de Janeiro. Em 1992, o Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro - MAM/RJ e, em 1993, o Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand - Masp realizam mostras retrospectivas de seu trabalho.

Análise

Luiz Aquila começa a definir sua pintura nos anos 1970, ao realizar obras sobre papel, ligadas à abstração informal, nas quais a gestualidade é associada à geometria. Como nota o crítico Casimiro Xavier de Mendonça, as telas da década de 1980 são muito elaboradas, com espaços bem definidos, e o artista tem um ponto de partida intimista. Nesses trabalhos, concilia formas orgânicas e inorgânicas, e cria obras que evocam quase uma aerofotogrametria da paisagem.

Em suas telas de grandes dimensões se destacam as superposições de massas de cor e as transparências, em superfícies vibrantes, cujo efeito é obtido pelo ritmo das pinceladas. Na produção do fim dos anos 1980, o artista revela preocupação com a horizontalidade e cria efeitos visuais que parecem prolongar-se de tela para tela, como temas contínuos, retrabalhados em nuances diversas.

A obra de Luiz Aquila obtém grande destaque ao longo da década de 1980, quando realiza várias exposições. Por sua produção artística e também pela atuação como diretor e professor da Escola de Artes Visuais do Parque Lage - EAV/Parque Lage, no Rio de Janeiro, é considerado um dos grandes incentivadores e uma referência para um grupo de artistas conhecido como Geração 80, ligados à revalorização da pintura, em oposição à vertente da arte conceitual, que tem maior presença no Brasil nos anos 1970.

Outras informações de Luiz Aquila:

  • Outros nomes
    • Luiz Aquila da Rocha Miranda
    • Luís Áquila
    • Luiz Áquila
  • Habilidades
    • Pintor
    • gravador
    • Cenógrafo
    • professor de artes plásticas
    • desenhista
    • Curador
  • Relações de Luiz Aquila com outros artigos da enciclopédia:

Obras de Luiz Aquila: (15) obras disponíveis:

Exposições (228)

Todas as exposições

Eventos relacionados (4)

Artigo sobre 2080

Artigo da seção eventos
Temas do artigo:  
Data de início2080: 13-04-2003  |  Data de término | 13-04-2003
Resumo do artigo 2080:

Museu de Arte Moderna de São Paulo (MAM/SP)

Artigo sobre sp-arte 2010

Artigo da seção eventos
Temas do artigo: Artes visuais  
Data de iníciosp-arte 2010: 29-04-2010  |  Data de término | 02-05-2010
Resumo do artigo sp-arte 2010:

Fundação Bienal de São Paulo

Artigo sobre sp-arte 2011

Artigo da seção eventos
Temas do artigo: Artes visuais  
Data de iníciosp-arte 2011: 12-05-2011  |  Data de término | 15-05-2011
Resumo do artigo sp-arte 2011:

Fundação Bienal de São Paulo

Fontes de pesquisa (41)

  • ÁQUILA, Luiz. As pinturas de Luiz AQUILA . São Paulo: Dan Galeria, 1993. 24p. il. color., fot. A656 1993
  • AQUILA, Luiz. As pinturas de Luiz Aquila. Texto Frederico Morais. São Paulo: Dan Galeria, 1993. 24 p., il. p &b, color.
  • AQUILA, Luiz. Em grandes formatos. Texto Casimiro Xavier de Mendonça. São Paulo, Museu de Arte Moderna de São Paulo, 1987. Não paginado, il. p & b, color.
  • AQUILA, Luiz. Individual Luiz Aquila. Texto Frederico Morais. Rio de Janeiro: Centro Cultural Banco do Brasil, 1995. 26 p., il. color.
  • ÁQUILA, Luiz. Luiz AQUILA : Em grandes formatos. São Paulo: MAM, 1987. il. color., foto p.b A656 1987
  • ÁQUILA, Luiz. Luiz AQUILA : individual Rio. Rio de Janeiro, 1995. 26p. il. color. A656 1995
  • ÁQUILA, Luiz. Luiz AQUILA : pinturas. São Paulo: Galeria de Arte São Paulo, 1985. il. p.b. color., fot. A656 1985
  • ÁQUILA, Luiz. Luiz AQUILA : Quadros grandes. Rio de Janeiro: MAM, 1992. il. pb. color., foto. A656 1992
  • AQUILA, Luiz. LUIZ Áquila. Apresentação de Frederico Morais e Lélia Coelho Frota. São Paulo: Galeria Luisa Strina, 1982.
  • AQUILA, Luiz. LUIZ Áquila. Quadros grandes. Rio de Janeiro : MAM, 1992.
  • ÁQUILA, Luiz. Luiz AQUILA. São Paulo: Galeria Luisa Strina, 1982. s. p., il. p.b., color. A656 1982
  • AQUILA, Luiz. Luiz Aquila. Textos Frederico Morais, Wilson Coutinho, Roberto Pontual, Marcus Lontra. Rio de Janeiro: Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro, 1992. 63 p. il. p & b, color.
  • AQUILA, Luiz. LUIZ Aquila: pinturas. Texto de Frederico Morais. São Paulo: Galeria de Arte São Paulo, 1985.
  • AQUILA, Luiz. Obras sobre papel (1979 - 1982) Rio de Janeiro: SESC / RJ, 2002. Folheto dobrado, il. p & b, color.
  • AQUILA, Luiz. Obras sobre papel (1979 - 1982) Rio de Janeiro: SESC/RJ, 2002. Folheto dobrado, il. p & b, color. Não catalogado
  • ÁQUILA, Luiz. Onze pinturas. Rio de Janeiro: Paço Imperial, 1998. 20 p. il. color. A656 1998/o
  • AQUILA, Luiz. Onze pinturas. Texto de Lauro Cavalcanti. São Paulo: Galeria Nara Roesler, Rio de Janeiro: Paço Imperial, 1998. 20 p., il. color.
  • AQUILA, Luiz. Pinturas. Goiânia: Fundação Jaime Câmara, 1998. 14 p., il. color.
  • ÁQUILA, Luiz. Pinturas. Goiânia: Fundação Jaime Câmara, 1998. 15 p., il. color. A656 1998/p
  • AQUILA, Luiz. Quadros grandes. Marcus de Lontra Costa. Rio de Janeiro, MAM, 1992.
  • ATELIER CONTEMPORÂNEO. Projeto Finep no Paço Imperial. Rio de Janeiro: Finep, Paço Imperial, MinC Iphan, 1998. 110 p., il. p& b, color.
  • ATELIER CONTEMPORÂNEO: Projeto Finep no Paço Imperial. Introdução Lauro Cavalcanti. Rio de Janeiro: Salamandra, [1998?]. 112 p., il. p&b color. LIV-G 709.981 A864
  • AYALA, Walmir. Dicionário de pintores brasileiros. Organização André Seffrin. 2. ed. rev. e ampl. Curitiba: Ed. UFPR, 1997. R750.81 A973d 2.ed.
  • BIENAL BRASIL SÉCULO XX, 1994, São Paulo, SP. Bienal Brasil Século XX: catálogo. Curadoria Nelson Aguilar, José Roberto Teixeira Leite, Annateresa Fabris, Tadeu Chiarelli, Maria Alice Milliet, Walter Zanini, Cacilda Teixeira da Costa, Agnaldo Farias. São Paulo: Fundação Bienal de São Paulo, 1994. 700 BI588sp Sec.XX
  • COHN, Gláucia S. (org. ).  Dan Galeria expõe as pinturas de Luiz Aquila.  Rio de Janeiro : Dan Galeria,1993.
  • COHN, Gláucia S. (org. ).  Dan Galeria expõe as pinturas de Luiz Aquila.  Rio de Janeiro : Dan Galeria, 1993. Não catalogado
  • COSTA, Flávio Moreira. "Luiz Áquila, o pai da 'Geração 80'". Jornal Folha de São Paulo. 08 de outubro de 1994 Não catalogado
  • DESTAQUES da arte contemporânea brasileira. Apresentação Aparício Basílio da Silva. São Paulo: MAM, 1985. 22 p., il. p&b. Spmam 1985/d
  • EXPRESSIONISMO no Brasil: heranças e afinidades. Apresentação de Roberto Muylaert e Sheila Leirner. São Paulo: Fundação Bienal, 1985. (XVIII Bienal Internacional de São Paulo, 1985).
  • EXPRESSIONISMO no Brasil: heranças e afinidades. São Paulo: Fundação Bienal de São Paulo, 1985. 128 p., il. p&b., color. SPfb 1985
  • IMAGEM gráfica. Rio de Janeiro: Escola de Artes Visuais do Parque Lage, 1995. 160 p., il. p&b. ISBN 85-85954-02-7. CAT-G RJeavpl 1995/i
  • LEITE, José Roberto Teixeira. Dicionário crítico da pintura no Brasil. Rio de Janeiro: Artlivre, 1988. R759.981 L533d
  • LEITE, José Roberto Teixeira. Dicionário crítico da pintura no Brasil. Rio de Janeiro: Artlivre, 1988.
  • ONDE está você, Geração 80? Curadoria Marcus de Lontra Costa. Rio de Janeiro: Centro Cultural Banco do Brasil, 2004. 709.048 G354o
  • ONDE está você, Geração 80? Curadoria Marcus de Lontra Costa. Rio de Janeiro: Centro Cultural Banco do Brasil, 2004.
  • PAÇO IMPERIAL. GALERIA NARA ROESLER. Onze Pinturas: catálogo. Rio de Janeiro RJ, 1998.
  • SCHENBERG, Mario. Pensando a arte. São Paulo: Nova Stella, 1988. 709.8104 S324p
  • SCHENBERG, Mario. Pensando a arte. São Paulo: Nova Stella, 1988.
  • STRECKER, Mário. A pintura delirante de Áquila. Jornal Folha de São Paulo. 12 de outubro de 1984 Não catalogado
  • VINTE e cinco anos Centro Cultural Cândido Mendes: Galeria de Ipanema. Rio de Janeiro: Centro Cultural Cândido Mendes, 2003. 80 p., il. p&b. color. RJcccm 2003/v
  • VINTE E CINCO ANOS: Centro Cultural Cândido Mendes. Rio de Janeiro: Centro Cultural Cândido Mendes. Rio de Janeiro: Galeria de Ipanema, 2003. 80 p., il. color.

Como citar?

Para citar a Enciclopédia Itaú Cultural como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo:

  • LUIZ Aquila. In: ENCICLOPÉDIA Itaú Cultural de Arte e Cultura Brasileiras. São Paulo: Itaú Cultural, 2018. Disponível em: <http://enciclopedia.itaucultural.org.br/pessoa8707/luiz-aquila>. Acesso em: 16 de Dez. 2018. Verbete da Enciclopédia.
    ISBN: 978-85-7979-060-7