Artigo da seção pessoas Karin Lambrecht

Karin Lambrecht

Artigo da seção pessoas
Artes visuais  
Data de nascimento deKarin Lambrecht: 21-01-1957 Local de nascimento: (Brasil / Rio Grande do Sul / Porto Alegre)
Imagem representativa do artigo

Sem Título , 1996 , Karin Lambrecht
Reprodução fotográfica Romulo Fialdini/Itaú Cultural

Biografia

Karin Marilin Haessler Lambrecht (Porto Alegre, Rio Grande do Sul, 1957). Pintora, desenhista, gravadora e escultora. Inicia seus estudos no Ateliê Livre da Prefeitura Municipal de Porto Alegre, entre 1973 e 1976. Como aluna de Danúbio Gonçalves (1925), estuda litografia entre 1977 e 1978. Gradua-se em desenho e gravura pelo Instituto de Artes da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (IA/UFRGS), em 1979.

Nesse ano, realiza sua primeira individual, no Espaço 542. No início da década de 1980, faz curso de pintura com Raimund Girke (1930 - 2002), na Hochschule der Künste, em Berlim. Em 1986, realiza mostra individual na Galeria Tina Presser, em Porto Alegre. Recebe, em 1988, o Prêmio Ivan Serpa, da Funarte.

Em sua produção dos anos 1980, emprega detritos industriais, dialogando com a arte povera e o expressionismo. Nesse período, dedica-se ainda à pintura, em busca de novas possibilidades formais, elimina chassis e costura pedaços de tela. Na década de 1990, começa a agregar materiais orgânicos, como grãos de terra e sangue, à superfície das telas.

Análise

No início de sua trajetória artística, Karin Lambrecht realiza trabalhos constituídos principalmente por resíduos industriais, em que revela o diálogo com a arte povera e com o expressionismo. Em meados da década de 1980, produz obras compostas por imensos planos recortados e suspensos. A artista reorganiza o chassi em arranjos mais espontâneos, como nota o historiador da arte Agnaldo Farias, e aproxima, assim, suas obras a certas construções toscas, como estandartes e barracas. As pinturas são feitas sobre tecidos queimados e rasgados. Em outros trabalhos, passa a agregar materiais inusitados, como sucata, fragmentos de chapas de metal ou ripas de madeira. Sua obra mantém afinidade, pelo uso de materiais industriais, com os trabalhos de Robert Rauschenberg (1925-2008) e, principalmente, de Joseph Beuys (1921-1986).

A artista, que trabalha predominante com tons de azul, passa a explorar os vermelhos, ocres e amarelos, por meio de pigmentos naturais, que variam desde finas camadas de terra, ao carvão ou ao sangue de animais abatidos. Por vezes, expõe as obras à ação da natureza, como o sol, vento ou chuva, que as modifica e faz com que elementos novos, como folhas de árvores, fragmentos de cascas ou pegadas de animais, sejam agregados à elas.

Para a crítica de arte Ligia Canongia, a idéia do sacrifício, da transitoriedade da vida e da religião está presente na obra de Lambrecht por meio dos materiais com que são compostas as peças, pelo recorrente uso de sinais, como o da cruz, e de palavras que aludem à fragmentação e dissecação dos corpos.

Outras informações de Karin Lambrecht:

  • Outros nomes
    • Karin Marilin Haessler Lambrecht
    • Karin Lambrechet
    • Karin Lambretch
  • Habilidades
    • Pintor
    • desenhista
    • gravador
    • escultor

Obras de Karin Lambrecht: (7) obras disponíveis:

Exposições (119)

Artigo sobre Arte na Rua 2

Artigo da seção eventos
Temas do artigo: Artes visuais  
Data de inícioArte na Rua 2: 09-1984
Resumo do artigo Arte na Rua 2:

Museu de Arte Contemporânea da Universidade de São Paulo (MAC/USP)

Artigo sobre Nascimento do Tempo

Artigo da seção eventos
Temas do artigo: Artes visuais  
Data de inícioNascimento do Tempo: 07-06-1986  |  Data de término | 30-06-1986
Resumo do artigo Nascimento do Tempo:

Galeria Tina Zappoli (Porto Alegre, RS)

Artigo sobre Connections Project/Conexus

Artigo da seção eventos
Temas do artigo: Artes visuais  
Data de inícioConnections Project/Conexus: 01-03-1989  |  Data de término | 26-03-1989
Resumo do artigo Connections Project/Conexus:

Museu de Arte Contemporânea da Universidade de São Paulo (MAC/USP)

Todas as exposições

Eventos relacionados (2)

Artigo sobre sp-arte 2010

Artigo da seção eventos
Temas do artigo: Artes visuais  
Data de iníciosp-arte 2010: 29-04-2010  |  Data de término | 02-05-2010
Resumo do artigo sp-arte 2010:

Fundação Bienal de São Paulo

Artigo sobre sp-arte 2011

Artigo da seção eventos
Temas do artigo: Artes visuais  
Data de iníciosp-arte 2011: 12-05-2011  |  Data de término | 15-05-2011
Resumo do artigo sp-arte 2011:

Fundação Bienal de São Paulo

Fontes de pesquisa (6)

  • LAMBRECHT, Karin. Karin Lambrecht. Texto Agnaldo Farias, Icléia Cattani, Miguel Chaia; apresentação Fábio Luiz Borgatti Coutinho. Porto Alegre: Margs, 2002. 48 p., il. p&b color.
  • LAMBRECHT, Karin. Pintura e objeto. Porto Alegre: Galeria Tina Zappoli, 1990. folha dobrada, il. color.
  • LAMBRECHT, Karin. Nascimento do tempo. Brasília: Espaço Capital Arte Contemporânea, 1986. folha dobrada, il. p&b.
  • EXPRESSIONISMO no Brasil: heranças e afinidades. São Paulo: Fundação Bienal de São Paulo, 1985. 128 p., il. p&b., color.
  • FARIAS, Agnaldo. Arte brasileira hoje. São Paulo: Publifolha, 2002. (Folha explica, 40).
  • MOSTRA RIO ARTE CONTEMPORÂNEA, 1., 2002, Rio de Janeiro, BENZECRY, Alberto (coord.), SALDANHA, Cláudia (coord.). Violência e paixão. Curadoria Ligia Canongia; apresentação Fábio Ferreira, Ricardo Macieira, M. F. do Nascimento Brito; texto Ligia Canongia. Rio de Janeiro: MAM, 2002. 88 p., il. color.

Como citar?

Para citar a Enciclopédia Itaú Cultural como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo:

  • KARIN Lambrecht. In: ENCICLOPÉDIA Itaú Cultural de Arte e Cultura Brasileiras. São Paulo: Itaú Cultural, 2018. Disponível em: <http://enciclopedia.itaucultural.org.br/pessoa8515/karin-lambrecht>. Acesso em: 13 de Dez. 2018. Verbete da Enciclopédia.
    ISBN: 978-85-7979-060-7