Artigo da seção pessoas Gerda Brentani

Gerda Brentani

Artigo da seção pessoas
Artes visuais  
Data de nascimento deGerda Brentani: 27-02-1908 Local de nascimento: (Itália / Friuli Venezia Giulia / Trieste) | Data de morte 26-07-1999 Local de morte: (Brasil / São Paulo / São Paulo)
Imagem representativa do artigo

D. Quixote , 1972 , Gerda Brentani
Reprodução fotográfica autoria desconhecida

Biografia
Gerda Brentani (Trieste, Itália 1908 - São Paulo SP 1999). Pintora, caricaturista, desenhista, gravadora, ilustradora.  Muda-se para São Paulo, com o marido e dois filhos, em 1939. É quando conhece Rossi Osir (1890 - 1959) e Ernesto de Fiori(1884 - 1945), que se torna seu professor de pintura. Entre 1940 e 1941, Gerda pinta azulejos para a Osirarte, onde também realiza pinturas a óleo e participa da 1ª Exposição da Osirarte, em 1941. É cofundadora do Clube dos Artistas e Amigos da Arte de São Paulo - o Clubinho - em 1945, ano de sua primeira exposição individual, no Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB). Realiza a exposição individual A Criação do Mundo, Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand (Masp), em 1950. Participa da 8ª Bienal Internacional de São Paulo, em 1963, e, no ano seguinte, integra a Comissão de Reestruturação do Museu de Arte Moderna de São Paulo (MAM/SP). Inicia a prática de gravura em metal em 1968, com orientação de Marcelo Grassmann (1925). O MAM/SP dedica-lhe uma mostra retrospectiva com desenhos, gravuras e pinturas, em 1977, e é homenageada no 15º Salão de Humor de Piracicaba, em 1998. Em 2004, a Pinacoteca do Estado de São Paulo (Pesp) apresenta 150 trabalhos da artista, na exposição Desenhos de Gerda Brentani, Mil e Uma Histórias, com curadoria de Vera d'Horta.

Comentário Crítico
Elegendo o desenho a nanquim como sua técnica preferida, Gerda Brentani constrói um universo muito particular, povoado de seres tão humanos quanto insólitos. Com base na observação do real, a artista processa o que vê através da fineza de seu humor e de seu traço, e passa então a uma dimensão fantasiosa. É assim que, em 1961, após conhecer o Museu de Zoologia da Universidade de São Paulo (MZ/USP), Gerda elabora uma série de mais de 100 desenhos em que onças, cobras, passarinhos e insetos sempre deixam entrever num olhar, num gesto, algum traço do caráter humano.

A delicadeza da linha com que a artista cria os desenhos e a composição sucinta realçam a agudeza dos comentários acerca dos comportamentos, hábitos e convenções do homem. Por diversas vezes a linha apresenta-se de forma quase ininterrupta, com bico-de-pena, se afasta da superfície do papel somente quando é completada a figura. Essa segurança na fatura do desenho deixa a artista à vontade para, em várias obras, brincar com os meios-tons de cinza que recobrem a superfície das figuras - a capa de São Jorge, as escamas do dragão, o corpete da bailarina.

Na década de 1960, ainda usando os animais como tema e com marcado lirismo, Gerda escolhe o pincel para aplicar o nanquim em algumas obras (por influência do sumiê) e, em outras, acrescenta ao preto-e-branco pequenos detalhes coloridos que aos poucos vão ganhando espaço. A cor encontra-se plenamente afirmada na década de 1980, com a série São Paulo: Casas e Fachadas, na qual retrata antigos casarões paulistanos.

Outras informações de Gerda Brentani:

  • Outros nomes
    • Gerda
  • Habilidades
    • pianista
    • desenhista
    • gravador
    • caricaturista
    • ilustrador

Obras de Gerda Brentani: (5) obras disponíveis:

Exposições (68)

Todas as exposições

Fontes de pesquisa (6)

  • BRENTANI, Gerda. Desenhos de Gerda Brentani mil e uma histórias. Apresentação Marcelo Mattos Araújo; curadoria Vera D'Horta; texto Vera D'Horta; projeto gráfico Cláudio Filus. São Paulo: Pinacoteca do Estado, 2004. 76 p., il. color. CAT-G B839 2004/d
  • BRENTANI, Gerda. Desenhos. Curadoria Alice Brill; texto Lisbeth Ruth Rebollo Gonçalves; fotografia João Sebastião Pavese. São Paulo: MAC, 1997. 1 folha dobrada, il., il. B839g 1997
  • BRENTANI, Gerda. Gerda Brentani. São Paulo: MAM, 1977. il. p.b. color. B839 1977
  • BRENTANI, Gerda. O Risco arisco de Gerda Brentani. São Paulo: Museu Lasar Segall, 1986. 28p. il. p.b. B839 1986
  • BRENTANI, Gerda. São Paulo: casas e fachadas. Comentário Benedito Lima de Toledo; apresentação Vera D'Horta; comentário Vera D'Horta. Sao Paulo: Ed. Rios, 1983. , il. p.b. color. 741.981 B839s
  • PONTUAL, Roberto. Dicionário das artes plásticas no Brasil. Texto Mário Barata, Lourival Gomes Machado, Carlos Cavalcanti et al. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1969. 559 p. R703.0981 P818d

Como citar?

Para citar a Enciclopédia Itaú Cultural como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo:

  • GERDA Brentani. In: ENCICLOPÉDIA Itaú Cultural de Arte e Cultura Brasileiras. São Paulo: Itaú Cultural, 2017. Disponível em: <http://enciclopedia.itaucultural.org.br/pessoa7482/gerda-brentani>. Acesso em: 14 de Dez. 2017. Verbete da Enciclopédia.
    ISBN: 978-85-7979-060-7