Artigo da seção pessoas Miltinho

Miltinho

Artigo da seção pessoas
Música  
Data de nascimento deMiltinho: 31-02-1928 Local de nascimento: (Brasil / Rio de Janeiro / Rio de Janeiro) | Data de morte 07-09-2014 Local de morte: (Brasil / Rio de Janeiro / Rio de Janeiro)

Biografia
Milton Santos de Almeida (Rio de Janeiro, RJ, 1928 - idem 2014). Cantor e pandeirista. Inicia sua carreira na década de 1940, integrando o conjunto amador Cancioneiros do Ar, com o qual participa do programa de calouros de Ari Barroso na Rádio Tupi do Rio de Janeiro. Em 1946, passa a integrar a segunda formação do conjunto vocal Namorados da Lua, atuando também como pandeirista, ao lado do cantor Lúcio Alves. Com esse conjunto acompanha a cantora Isaura Garcia na gravação do samba De Conversa em Conversa, de Lúcio Alves e Haroldo Barbosa, realizada pela gravadora Victor.

Em 1948, compõe o conjunto Anjos do Inferno, com o qual viaja pelo Brasil e pelo exterior, passando pela Bolívia, Uruguai, Paraguai, Argentina, Chile e México, onde permanece por dois anos, gravando e atuando em um programa de rádio dedicado ao Brasil. Com esse conjunto, viaja ainda pelos Estados Unidos, acompanhando a cantora Carmem Miranda. Volta ao Brasil em 1951, e é aprovado em um concurso para o Ministério da Fazenda, em razão do qual fica impossibilitado de excursionar durante muito tempo. Ingressa então no conjunto Quatro Ases e um Coringa, como cantor e pandeirista. Atua ainda como crooner na Orquestra Tabajara de Severino Araújo, em boates no beco das garrafas, na boate Vogue e no conjunto Milionários do Ritmo, do pianista Djalma Ferreira, com o qual se apresenta em boates como a Monte Carlo no Hotel Plaza e na boate Drink.

É com os Milionários do Ritmo que faz suas primeiras gravações como crooner, lançadas em 1958, pelo selo Drink, também do líder do conjunto Djalma Ferreira. Interpreta canções de Djalma Ferreira e Luis Antonio como Lamento, Recado e Nosso Samba. Desses discos de 78 rpm surge o convite para lançar seu primeiro LP solo, Um Novo Astro, pela gravadora Sideral. Nesse trabalho é acompanhado pelo Sexteto Sideral, formado por Celso Pereira no piano, Damásio no contrabaixo, Jorginho no saxofone alto, Néco na guitarra, Maurício na bateria, Humberto no ritmo e participação de Baden Powell no violão, na faixa Eu e o Rio. No mesmo ano interpreta a canção o Poema do Adeus no filme O Vendedor de Linguiça produzido por Amacio Mazzaropi e dirigido G. M. Laurelli. A gravadora Sideral entra em falência, e Miltinho passa pela RCA, lançando Samba em Tu, e posteriormente, é contratado pela RGE, pela qual lança em 1961 o LP Miltinho é Samba.

Em 1966 é contratado pela Odeon, onde grava, entre 1967 e 1969, três LPs ao lado de Elza Soares e mais quatro, entre 1970 e 1973, ao lado de Dóris Monteiro. Entre seus discos solos destacam-se Samba + Samba = Miltinho (1966), Samba & Cia (1969), Novo Recado (1971) e Miltinho (1974). Após longo hiato de gravações, é lançado o CD Em Tempo de BoleroI, pela Movieplay, em 1996, e Miltinho Convida, pela Globo/Columbia, em 1997, com participações de artistas como João Bosco, Luis Melodia, João Nogueira e Chico Buarque.

Comentário crítico
Miltinho, em sua interpretação de timbre peculiar, fanhoso e seleção de repertório, liga-se à linhagem mais tradicional do samba, particularmente àquela dos cantores mais sincopados, embora também tenha obtido grande sucesso com a gravação de sambas-canções e baladas românticas.

continuar a leitura do texto Continuar a leitura do texto...

Outras informações de Miltinho:

  • Outros nomes
    • Milton Santos de Almeida

Fontes de pesquisa (6)

  • CASTRO, Ruy. Chega de Saudade: a história e as histórias da Bossa Nova. São Paulo: Companhia das Letras, 1999.
  • CAMPOS et alii. Um Certo Geraldo Pereira. Rio de Janeiro, FUNARTE, 1983.
  • MARCONDES, Marcos Antônio. Enciclopédia da música brasileira: erudita, folclórica, popular. 2. ed., rev. ampl. São Paulo: Art Editora : Itaú Cultural, 1998. 912 p.
  • NO TEMPO DE MILTINHO, documentário de André Weller, produzido por Napressão, 17 min, RJ, Brasil, 2008.
  • SOUZA, Tárik de. A bossa dançante do sambalanço. In: Revista USP, São Paulo, n. 87, p 28-39, setembro/novembro 2010.
  • ULHÔA, M. T. “Métrica Derramada: tempo rubato ou gestualidade na canção brasileira popular.” In: VII Congreso Latinoamericano IASPM - AL, 2006, La Habana. Actas Del VII Congreso Latinoamericano IASPM - AL, 2006. v. Online. p. 1-9.

Como citar?

Para citar a Enciclopédia Itaú Cultural como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo:

  • MILTINHO . In: ENCICLOPÉDIA Itaú Cultural de Arte e Cultura Brasileiras. São Paulo: Itaú Cultural, 2017. Disponível em: <http://enciclopedia.itaucultural.org.br/pessoa636156/miltinho>. Acesso em: 24 de Set. 2017. Verbete da Enciclopédia.
    ISBN: 978-85-7979-060-7