Artigo da seção pessoas Flávio Carneiro

Flávio Carneiro

Artigo da seção pessoas
Literatura  
Data de nascimento deFlávio Carneiro: 26-04-1962 Local de nascimento: (Brasil / Goiás / Goiânia)

Biografia

Flávio Martins Carneiro (Goiânia, Goiás, 1962). Romancista, contista, professor universitário, cronista e roteirista. Filho de um professor de datilografia e de uma professora de escola primária, cresce em Goiânia. Aos 18 anos, muda-se para o Rio de Janeiro e ingressa no curso letras da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj). Em 1986, publica a novela infantil Acorda, Rita!. Segue carreira acadêmica; faz mestrado e doutorado na Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC/RJ), onde começa a dar aulas a partir de 1993. Conclui pós-doutorado na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

Entre outros assuntos, seus trabalhos se debruçam sobre a prosa de ficção brasileira, com foco na literatura fantástica e contemporânea, e na análise da leitura. Publica o livro de contos Da Matriz ao Beco e Depois (1994). Em 1995, passa a lecionar na Uerj, ministrando cursos nas áreas de literatura brasileira e literatura comparada. Trabalha como colaborador regular do suplemento literário dos jornais O Globo e Jornal do Brasil. Lança Entre o Cristal e a Chama: Ensaios Sobre o Leitor (2001) e seu primeiro romance, O Campeonato (2002), uma narrativa policial.

Em 2003, muda-se para Teresópolis, região serrana do Rio de Janeiro. Publica, em 2005, O País do Presente: Ficção Brasileira no Início do Século XXI, estudo fundamental para a compreensão da literatura produzida recentemente no Brasil. É um dos finalistas do Prêmio Jabuti de 2007 com A Confissão (2006). Retorna ao infantojuvenil em A Distância das Coisas (2008). Lançado em 2013, O Livro Roubado é seu último romance.

Análise

Entre a crítica literária e a ficção, a obra de Flávio Carneiro desenvolve-se por caminhos paralelos que se alimentam a cada nova investida. Experimentando gêneros distintos, Carneiro explora o fantástico, a ficção científica e o romance policial em narrativas dirigidas ao público adulto ou ao juvenil.

Nos estudos acadêmicos e na crítica, o objeto de reflexão do autor é a literatura. É o caso de Entre o Cristal e a Chama, em que Carneiro investiga as teorias que abordam a relação entre a escrita e a leitura. Em seguida, apresenta personagens-leitores presentes em obras de Machado de Assis (1839-1908), Guimarães Rosa (1908-1967), Rubem Fonseca (1925), do americano Edgar Allan Poe (1809-1849), do argentino Julio Cortázar (1914-1984), entre outros.

O vínculo entre a escrita e a leitura, entre a produção e a recepção do texto literário, também são ponto de partida para as narrativas de mistério de A Confissão. Na contramão do realismo vigente, o livro de Flávio Carneiro incursiona pelo terreno do fantástico e do conto policial ao contar a história de um homem que sequestra uma mulher e a arrasta para uma casa isolada. A despeito da expectativa de violência que a situação sugere, esse contador de histórias parece desejar apenas um interlocutor capaz de ouvir seu longo relato. Amarrada a uma poltrona, tal como uma espectadora ideal, mas sem ter noção de sua função naquele jogo, a mulher acompanha a trama labiríntica da qual nasce todo o romance.

Outras informações de Flávio Carneiro:

  • Outros nomes
    • Flávio Martins Carneiro
  • Habilidades
    • roteirista
    • professor universitário
    • crítico literário
    • escritor

Eventos relacionados (16)

Artigo sobre Criação e Narrativa ou Como o Enredo Ficcional Parte da Experiência Pessoal sem Deixar se Afirmar como Ficção? (2009 : Rio de Janeiro, RJ)

Artigo da seção eventos
Temas do artigo:  
Data de inícioCriação e Narrativa ou Como o Enredo Ficcional Parte da Experiência Pessoal sem Deixar se Afirmar como Ficção? (2009 : Rio de Janeiro, RJ): 02-12-2009  |  Data de término | 02-12-2009
Resumo do artigo Criação e Narrativa ou Como o Enredo Ficcional Parte da Experiência Pessoal sem Deixar se Afirmar como Ficção? (2009 : Rio de Janeiro, RJ):

Fórum de Ciência e Cultura da UFRJ

Artigo sobre Rumos Itaú Cultural Literatura. Crítica e Ficção no Brasil: uma leitura do presente (2010 : João Pessoa, PB)

Artigo da seção eventos
Temas do artigo:  
Data de inícioRumos Itaú Cultural Literatura. Crítica e Ficção no Brasil: uma leitura do presente (2010 : João Pessoa, PB): 27-03-2010  |  Data de término | 27-03-2010
Resumo do artigo Rumos Itaú Cultural Literatura. Crítica e Ficção no Brasil: uma leitura do presente (2010 : João Pessoa, PB):

Fundação Espaço Cultural da Paraíba (João Pessoa, PB)

Artigo sobre Rumos Itaú Cultural Literatura. Crítica e Ficção no Brasil: uma leitura do presente (2010 : São Luís, MA)

Artigo da seção eventos
Temas do artigo:  
Data de inícioRumos Itaú Cultural Literatura. Crítica e Ficção no Brasil: uma leitura do presente (2010 : São Luís, MA): 28-04-2010  |  Data de término | 28-04-2010
Resumo do artigo Rumos Itaú Cultural Literatura. Crítica e Ficção no Brasil: uma leitura do presente (2010 : São Luís, MA):

Centro de Cultura Popular Domingos Vieira Filho (São Luís, MA)

Fontes de pesquisa (2)

  • CARNEIRO, Flávio. O Campeonato. São Paulo: Rocco, 2009.
  • FLÁVIO Carneiro. Site do autor. Disponível em: < http://www.flaviocarneiro.com.br/ >. Acesso em: 15 jun. 2014.

Como citar?

Para citar a Enciclopédia Itaú Cultural como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo:

  • FLÁVIO Carneiro. In: ENCICLOPÉDIA Itaú Cultural de Arte e Cultura Brasileiras. São Paulo: Itaú Cultural, 2017. Disponível em: <http://enciclopedia.itaucultural.org.br/pessoa446988/flavio-carneiro>. Acesso em: 25 de Mai. 2017. Verbete da Enciclopédia.
    ISBN: 978-85-7979-060-7