Artigo da seção pessoas Jorge Amado

Jorge Amado

Artigo da seção pessoas
Literatura / artes visuais / teatro  
Data de nascimento deJorge Amado: 10-08-1912 Local de nascimento: (Brasil / Bahia / Itabuna) | Data de morte 06-08-2001 Local de morte: (Brasil / Bahia / Salvador)
Imagem representativa do artigo

Jubiabá , 1935 , Jorge Amado
Reprodução Fotográfica Horst Merkel

Biografía
Jorge Leal Amado de Faria (Itabuna BA 1912 - Salvador BA 2001). Escritor. Na infância, vive com a família em Ilhéus, cidade que retrata em alguns de seus romances. Em 1930, muda-se para o Rio de Janeiro, para estudar na Faculdade de Direito, e ali trabalha como jornalista e escreve o seu primeiro romance, O País do Carnaval (1931), publicado quando tem 19 anos. Em Cacau (1933), mostra a realidade social da população do interior baiano que trabalha no cultivo do cacau. O romance é censurado e tem exemplares apreendidos. Nos anos seguintes, Amado publica romances de temática urbana: Suor (1934), Jubiabá (1935), Mar Morto (1936) e Capitães de Areia (1937), que adotam um modelo narrativo e ideológico próximo ao do realismo socialista. Entre 1936 e 1937, o autor sofre duas prisões por motivos políticos e novamente tem os seus livros apreendidos. Em 1941, exila-se na Argentina, para escapar à perseguição do Estado Novo, e começa a redigir a biografia do líder comunista Luís Carlos Prestes, O Cavaleiro da Esperança (1942). Em 1945, é eleito deputado federal pelo Partido Comunista do Brasil (PCB) e participa da Assembleia Constituinte, mas o seu mandato é cassado, três anos depois, quando o PCB é colocado na ilegalidade. Entre 1948 e 1956 viaja por diversos países, como França, Tchecoslováquia (atual República Tcheca) e União Soviética (atual Rússia), experiência que relata no livro O Mundo da Paz (1951). Retorna ao Brasil em 1956, e publica, em 1958, o seu romance mais popular, Gabriela, Cravo e Canela. É eleito para a Academia Brasileira de Letras, em 1961. Volta a residir na Bahia em 1963. Jorge Amado recebe numerosos prêmios literários, entre eles destaca-se o Prêmio Camões (1995), pelo conjunto da obra. Em sua última viagem a Paris, em 1998, recebe o título de doutor honoris causa pela Universidade de Sorbonne.

Comentario Crítico
Jorge Amado é um escritor da segunda geração modernista, que tem entre os seus representantes, na prosa de ficção, autores de temática regionalista como Graciliano Ramos (1892 - 1953), José Lins do Rego (1901 - 1957) e Rachel de Queiroz (1910 - 2003), que estreiam em livro na década de 1930. Esses autores narram a realidade social do Nordeste brasileiro, e em especial o cotidiano das pequenas cidades sertanejas, assoladas pela seca, pela miséria e pela violência dos grandes proprietários de terras. Jorge Amado, já em seus primeiros romances, insere-se nessa tendência regionalista e define os elementos básicos de sua prosa narrativa, como o realismo social, os conflitos políticos, o folclore, as crenças e os costumes populares.

continuar a leitura do texto Continuar a leitura do texto...

Outras informações de Jorge Amado:

  • Habilidades
    • escritor

Obras de Jorge Amado: (4) obras disponíveis:

Título da obra: Cacáu

Artigo da seção obras
Temas da obra: Artes visuais / literatura  
Data de criaçãoCacáu : 1933
Autores da obra:
Imagem representativa da obra
Legenda da imagem representativa:

Reprodução Fotográfica Horst Merkel

Espetáculos (12)

Exposições (2)

Fontes de pesquisa (4)

  • Catálogo de 15 anos de Ponto de Partida - 1995 Não catalogado
  • COMPANHIA BAIANA DE PATIFARIA. Site oficial do grupo. Disponivel em .Acessado em 12 de setembro de 2012. Não catalogado
  • Jorge Amado, Angelina Muniz, Dona Flor e Seus Dois Maridos juntos no Brigadeiro. Palco e Platéia, São Paulo, ano 0, julho de 1985. Não catalogado
  • RAMOS, Fernão (org.); MIRANDA, Luiz Felipe (org.). Enciclopédia do cinema brasileiro. São Paulo: Senac, 2000. p.20/21 R791.430981 E56

Como citar?

Para citar a Enciclopédia Itaú Cultural como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo:

  • JORGE Amado. In: ENCICLOPÉDIA Itaú Cultural de Arte e Cultura Brasileiras. São Paulo: Itaú Cultural, 2017. Disponível em: <http://enciclopedia.itaucultural.org.br/pessoa4164/jorge-amado>. Acesso em: 28 de Jul. 2017. Verbete da Enciclopédia.
    ISBN: 978-85-7979-060-7