Artigo da seção pessoas Lobão

Lobão

Artigo da seção pessoas
Teatro / música  
Data de nascimento deLobão: 11-10-1957 Local de nascimento: (Brasil / Rio de Janeiro / Rio de Janeiro)

Biografia

João Luiz Woerdenbag Filho (Rio de Janeiro RJ 1957). Cantor, compositor, baterista e guitarrista. Começa a tocar bateria na infância e se interessa pelo rock ouvindo bandas como Led Zeppelin, Grand Funk Railroad e Jimi Hendrix Experience no programa do radialista Big Boy, pseudônimo de Newton Alvarenga Duarte. Monta sua primeira banda ainda na escola, com o divertido nome Nádegas Devagar. Começa a estudar violão clássico aos 14 anos, sendo aluno de Guerra-Peixe. Aos 17, substitui o baterista Candinho na banda de rock progressivo Vímana, que divide com Ritchie (voz e flauta), Lulu Santos (guitarra), Fernando Gama (baixo) e Luiz Paulo Simas (teclados), e com ela lança o compacto Zebra, em 1976. Grava como músico de estúdio com Walter Franco e Fagner. Integra o grupo Blitz, cujo título diz ter criado, e participa do álbum de estreia da banda, As Aventuras da Blitz, como baterista convidado. Deixa a banda em 1981 para lançar o primeiro disco solo com composições próprias, Cena de Cinema, bancado pelo amigo e incentivador Ignácio Machado com participação de Lulu Santos, Marina, Celso Blues Boy e Ritchie. Como vocalista e guitarrista à frente da banda Lobão e os Ronaldos, lança Ronaldo Foi pra Guerra, em 1984, com o sucesso Me Chama, que se consagra campeão de execuções nas rádios desse ano. É preso por porte de drogas após lançar O Rock Errou, em 1986, e conclui o disco seguinte, Vida Bandida, em 1987, com a ajuda de vários habeas corpus. O álbum se torna seu maior sucesso. No Carnaval de 1988 toca tamborim na bateria da escola de samba Mangueira, a convite da cantora Elza Soares. Abraça a carreira independente e vende o disco A Vida É Doce, de 1999, em bancas de jornais. Em 2003, lança a revista Outracoisa, que leva para as bancas discos inéditos como o seu Canções Dentro da Noite Escura, em 2005, e de artistas como B. Negão, Cachorro Grande, Arnaldo Baptista e Quinto Andar. Com o Acústico MTV - Lobão, retorna a uma grande gravadora, a Sony, em 2007. No mesmo ano, torna-se apresentador do programa MTV Debate, da MTV. Em 2010, lança a autobiografia Lobão: 50 Anos a Mil, escrita em parceria com o jornalista Claudio Tognolli, e a caixa-coletânea Lobão 81/91.

 

Comentário crítico

Desde o início da carreira, Lobão passa por várias metamorfoses musicais. A primeira acontece em seu disco de estreia, Cena de Cinema, de 1982. Nesse disco, Lobão une a canção brasileira a sonoridades ligadas ao punk e à música new wave. Não se reconhece aí o baterista fã de rock progressivo que, cinco anos antes, integra a banda Vímana e divide estúdios com Patrick Moraz, ex-tecladista do grupo inglês Yes. Essas características são claras nas canções Cena de Cinema, Scaramuça, Robô, Robôa.

continuar a leitura do texto Continuar a leitura do texto...

Outras informações

  • Outros nomes
    • João Luís Woerdenbag Filho
    • João Luiz Woerdenbag Filho
  • Habilidades
    • compositor
    • cantor/Intérprete
    • Instrumentista
    • Baterista

Espetáculos (1)

Eventos relacionados (2)

Artigo sobre Seminário Internacional Rumos Jornalismo Cultural. Se É Bom Não Vende, se Vende Não É Bom: Desde Quando Gosto Não se Discute? (4. : 2012 : São Paulo, SP)

Artigo da seção eventos
Temas do artigo:  
Data de inícioSeminário Internacional Rumos Jornalismo Cultural. Se É Bom Não Vende, se Vende Não É Bom: Desde Quando Gosto Não se Discute? (4. : 2012 : São Paulo, SP): 06-12-2012  |  Data de término | 06-12-2012
Resumo do artigo Seminário Internacional Rumos Jornalismo Cultural. Se É Bom Não Vende, se Vende Não É Bom: Desde Quando Gosto Não se Discute? (4. : 2012 : São Paulo, SP):

Itaú Cultural

Fontes de pesquisa (5)

  • ALEXANDRE, Ricardo. Dias de luta: o rock e o Brasil dos anos 80. São Paulo: DBA Artes Gráficas, 2002.
  • CAVALCANTI, Augusto de Guimaraens. Arte e Vida: Lobão, Arnaldo Antunes e Cazuza. Dissertação de mestrado apresentada ao Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais da PUC/Rio. Orientadora Profa. Santuza Cambraia Naves. Rio de Janeiro, 30 de abril de 2010.
  • DAPIEVE, Arthur. BRock: O Rock Brasileiro dos Anos 80. Editora 34, 1995.
  • LOBÃO e TOGNOLLI, Claudio. 50 anos a mil. Nova Fronteira, 2010.
  • RODRIGUES, Rodrigo. As aventuras da Blitz. Ediouro, 2009.

Como citar?

Para citar a Enciclopédia Itaú Cultural como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo:

  • LOBÃO . In: ENCICLOPÉDIA Itaú Cultural de Arte e Cultura Brasileiras. São Paulo: Itaú Cultural, 2017. Disponível em: <http://enciclopedia.itaucultural.org.br/pessoa374580/lobao>. Acesso em: 28 de Mar. 2017. Verbete da Enciclopédia.
    ISBN: 978-85-7979-060-7