Artigo da seção pessoas Thelma Reston

Thelma Reston

Artigo da seção pessoas
Teatro / cinema  
Data de nascimento deThelma Reston: 06-07-1940 Local de nascimento: (Brasil / Goiás / Piracanjuba) | Data de morte 20-12-2012 Local de morte: (Brasil / Rio de Janeiro / Rio de Janeiro)

Biografia
Thelma Salim Reston (Piracanjuba GO 1940 - Rio de Janeiro RJ 2012). Atriz. Participa de alguns dos grupos mais expressivos dos anos 60 - Teatro Ipanema, Centro Popular de Cultura, Teatro Jovem, Teatro Oficina. Na maioria dos papéis que desempenha, Thelma Reston exibe uma atuação baseada no seu estilo escrachado. Corpulenta e de seios fartos, muitas vezes suas personagens oscilam entre o erótico e o grotesco.

Seus primeiros trabalhos são no Teatro do Rio, de Ivan de Albuquerque e Rubens Corrêa, onde atua, nos anos de 1960 e 1961, em cinco espetáculos, os dois últimos com direção Ziembinski: Prodígio do Mundo Ocidental, de John Millington Synge, A Ratoeira, de Agatha Christie, A Falecida, de Nelson Rodrigues, Espectros, de Henrik Ibsen, e Círculo Vicioso, de Somerset Maugham. No Teatro Jovem, atua em O Chapéu de Sebo, 1962, e em O Chão dos Penitentes, 1965, ambos de Francisco Pereira da Silva. Trabalha sob a direção de Martim Gonçalves em Bonitinha, mas Ordinária, de Nelson Rodrigues, 1962; Victor ou as Crianças no Poder, de Roger Vitrac, e Orquestra, de Jean Anouilh, 1963. No mesmo ano, integra o elenco do Centro Popular de Cultura, CPC, em O Filho da Besta Torta de Pageú, de Oduvaldo Vianna Filho. Em 1966, atua em Se Correr o Bicho Pega, Se Ficar o Bicho Come, texto coletivo de integrantes do Grupo Opinião, e, no mesmo ano, é dirigida por Flávio Rangel em O Sr. Puntila e Seu Criado Matti, de Bertolt Brecht.

Participa das mudanças estéticas e temáticas que o teatro sofre nesse período, participando de Abre a Janela e Deixa Entrar o Ar Puro e o Sol da Manhã, de Antônio Bivar e, em 1970, atua na histórica montagem de O Balcão, de Jean Genet, com produção de Ruth Escobar e direção de Victor Garcia. Trabalha sob a direção de Luis Antônio Martinez Corrêa em O Casamento do Pequeno Burguês, de Bertolt Brecht, 1974, A Ópera do Malandro, de Chico Buarque, 1978, e O Percevejo, de Vladímir Maiakóvski, 1981.

Em 1980, atua em Bodas de Papel, de Maria Adelaide Amaral. A direção que Cecil Thiré imprime ao trabalho da atriz leva o crítico Yan Michalski comentar que Thelma Reston tem um desempenho "finalmente diferente do filão único a que tem sido relegada, mas com pleno reaproveitamento do seu tão pessoal senso de humor".1

Participa de Pedra, a Tragédia, de Mauro Rasi, Miguel Falabella e Vicente Pereira, direção Ary Coslov, uma das peças marcantes do teatro besteirol, 1986.

Na década de 90, está ao lado de José Wilker, em A Maracutaia, baseado em A Mandrágora, de Maquiavel, adaptação de Miguel Falabella e, em 1997, protagoniza A Mãe, de Máximo Gorki, com a Companhia Ensaio Aberto, direção de Luiz Fernando Lobo.

O estilo de Thelma Reston associado ao seu tipo físico faz com que seja freqüentemente chamada a realizar uma espécie de máscara fixa. No teatro comercial, em que faz grande parte de sua carreira, atua como comediante. Em alguns espetáculos mais comprometidos com a inovação ou experimentação estética, a atriz encontra campo para imprimir sua interpretação a um leque maior de personagens e linguagens.

Notas

1. MICHALSKI, Yan. Fábula moral sobre dinheiro e machismo. Jornal do Brasil, Rio de Janeiro, 26 set. 1980. Caderno B, p. 5.

Outras informações

  • Outros nomes
    • Thelma Salim Reston
  • Habilidades
    • ator

Espetáculos (48)

Todos os espetáculos

Fontes de pesquisa (4)

  • CARVALHO, Tania. Ney Latorraca: uma celebração. São Paulo: Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, 2004. 135 p. (Aplauso Especial). 792.092 L358c
  • EICHBAUER, Hélio. [Currículo]. Enviado pelo artista em 24 de abril de 2011. Espetáculo: A Mandrágora - 1975 Não catalogado
  • Neves, Carla; Zendron, Mariane. Morre, aos 75 anos, a atriz Thelma Reston. Site Uol. Disponível em: http://televisao.uol.com.br/noticias/redacao/2012/12/20/morre-aos-75-anos-a-atriz-thelma-reston.htm. Acessado em: 20 dez. 2012. Não catalogado
  • RESTON, Thelma. Rio de Janeiro: Funarte / Cedoc. Dossiê Personalidades Artes Cênicas.

Como citar?

Para citar a Enciclopédia Itaú Cultural como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo:

  • THELMA Reston. In: ENCICLOPÉDIA Itaú Cultural de Arte e Cultura Brasileiras. São Paulo: Itaú Cultural, 2017. Disponível em: <http://enciclopedia.itaucultural.org.br/pessoa349588/thelma-reston>. Acesso em: 29 de Mar. 2017. Verbete da Enciclopédia.
    ISBN: 978-85-7979-060-7