Artigo da seção pessoas Aurélio Buarque de Holanda

Aurélio Buarque de Holanda

Artigo da seção pessoas
Literatura  
Data de nascimento deAurélio Buarque de Holanda: 03-05-1910 Local de nascimento: (Brasil / Alagoas / Passo de Camaragibe) | Data de morte 28-02-1989 Local de morte: (Brasil / Rio de Janeiro / Rio de Janeiro)

Biografia
Aurélio Buarque Cavalcanti Ferreira (Passo de Camaragibe, AL, 1910 - Rio de Janeiro, RJ, 1989). Lexicógrafo, filólogo, tradutor, crítico literário, escritor e professor. Passa a infância em Porto das Pedras, Alagoas, e inicia os estudos em Maceió. Cursa os preparatórios no Liceu Alagoano e, desde os 15 anos, atua como professor. Em 1930, aproxima-se de um grupo de intelectuais com forte influência no Nordeste, do qual fazem parte, entre outros, José Lins do Rego (1901-1957), Graciliano Ramos (1892-1953) e Rachel de Queiroz (1910-2003). Aos 21 anos, adota o nome Aurélio Buarque de Holanda Ferreira, incorporando o sobrenome da família materna. Ingressa na Faculdade de Direito do Recife em 1932 e conclui o curso quatro anos depois. A morte do pai, em 1935, lhe serve de inspiração para o conto O Chapéu do Meu Pai, publicado em 1941, no volume Dois Mundos. Entre 1936 e 1937, dá aulas de português, literatura e francês no Colégio Estadual de Alagoas. Após ocupar cargos na Prefeitura de Maceió, como o de oficial de gabinete e de diretor da Biblioteca Municipal, transfere-se para o Rio de Janeiro em 1938, e passa a trabalhar como professor de língua portuguesa no Colégio Pedro II e no Instituto Rio Branco. A partir de 1939, atua na imprensa carioca: primeiramente como secretário da Revista do Brasil, período em que se aproxima do tradutor e linguista húngaro Paulo Rónai (1907-1992) - com quem publica, a partir de 1945, os dez volumes de Mar de Histórias: Antologia do Conto Mundial -, e entre 1947 e 1960 produz textos para a coluna O Conto da Semana, do suplemento literário do jornal carioca Diário de Notícias. A convite de Manuel Bandeira (1886-1968), realiza, em 1940, sua primeira colaboração com dicionários - atividade responsável por sua notoriedade -, levantando brasileirismos para o Pequeno Dicionário Brasileiro da Língua Portuguesa. Ainda em razão de seu contato com o Ministério das Relações Exteriores, existente desde 1938, ocupa, de 1954 a 1955, a cadeira de estudos brasileiros na Universidade Autônoma do México (Unam). Bacharel em direito, autodidata, elege-se para a Academia Brasileira de Filologia, em 1956. Publica, em 1958, Enriqueça o Seu Vocabulário, reunião de verbetes divulgados na revista Seleções Reader's Digest desde 1950. Na década de 1960, integra a Comissão Machado de Assis, responsável pelo estabelecimento de textos originais do autor. Ingressa na Academia Brasileira de Letras (ABL) em 1961, ocupando a cadeira número 30. Seu trabalho fundamental, Novo Dicionário da Língua Portuguesa, conhecido popularmente como "Dicionário Aurélio", sai em 1975.

Comentário crítico
Considerado pelo também lexicógrafo Antonio Houaiss (1915-1999) "a figura mais importante da língua portuguesa nos últimos 150 anos", Aurélio Buarque de Holanda Ferreira produz o mais popular dicionário brasileiro, o Novo Dicionário da Língua Portuguesa. Lançado em 1975, integra um ciclo de obras responsáveis pela consolidação da independência brasileira nesse campo.

continuar a leitura do texto Continuar a leitura do texto...

Outras informações de Aurélio Buarque de Holanda:

  • Outros nomes
    • Aurélio Buarque Cavalcanti Ferreira
    • Aurélio Buarque de Holanda Ferreira
  • Habilidades
    • pesquisador
    • poeta
    • crítico literário
    • ensaísta
    • pesquisador

Fontes de pesquisa (4)

  • BRAGA, Rubem. Mestre Aurélio entre as Palavras. In: ______. A Traição das Elegantes. Rio de Janeiro: Record, 1989.
  • IVO, Lêdo. Aurélio: uma Galáxia de Palavras. In: ______. A República da Desilusão. Rio de Janeiro: Topbooks, 1994.
  • MACEDO, Gilberto de. Vida e Obra de Aurélio Buarque de Hollanda Ferreira. Recife: Massangana, 1982.
  • RÓNAI, Paulo (org., estudo e notas). Seleta em prosa e verso de Aurélio Buarque de Holanda Ferreira. Rio [de Janeiro] : Livraria J. Olympio Editora, 1979.

Como citar?

Para citar a Enciclopédia Itaú Cultural como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo:

  • AURÉLIO Buarque de Holanda. In: ENCICLOPÉDIA Itaú Cultural de Arte e Cultura Brasileiras. São Paulo: Itaú Cultural, 2017. Disponível em: <http://enciclopedia.itaucultural.org.br/pessoa3422/aurelio-buarque-de-holanda>. Acesso em: 18 de Ago. 2017. Verbete da Enciclopédia.
    ISBN: 978-85-7979-060-7