Artigo da seção pessoas Gonçalves Dias

Gonçalves Dias

Artigo da seção pessoas
Teatro / literatura  
Data de nascimento deGonçalves Dias: 10-08-1823 Local de nascimento: (Brasil / Maranhão / Caxias) | Data de morte 03-11-1864 Local de morte: (Brasil / Maranhão / Guimarães)
Imagem representativa do artigo

Retrato do Poeta Gonçalves Dias , ca. 1862 , Albert Henschel

Biografia
Antônio Gonçalves Dias (Caxias, MA, 1823 - Guimarães, MA, 1864). Poeta, dramaturgo, ensaísta e cronista. Filho de um comerciante português e uma mestiça. É considerado um dos representantes autênticos do romantismo brasileiro. Em 1840, ingressa no curso de direito da Universidade de Coimbra, em Portugal, recebe formação clássica e, ao contrário de seus contemporâneos, é mais influenciado pela literatura portuguesa que pela francesa. Nessa época, conhece a poesia de Almeida Garrett (1799-1854) e Alexandre Herculano (1810-1977), além de se ligar aos chamados "medievalistas", como José Freire Pimentel de Serpa, diretor da Gazeta Literária, e João de Lemos (1819-1890), fundador de O Trovador. Cultiva o sentimento nacionalista, evidenciado em seu livro de estreia, Primeiros Cantos, de 1846. Canção do Exílio, parte desse volume, até hoje é um dos poemas mais populares do Brasil. Gonçalves Dias ganha a simpatia do imperador dom Pedro II (1825-1891) e é nomeado para várias missões tanto no país quanto na Europa. Por isso viaja e dedica-se a estudos etnográficos e históricos. A partir de 1859, por três anos, chefia a seção etnográfica de uma comissão de exploração que trabalha do Amazonas à Paraíba, até que se vê obrigado a ir para a Europa por problemas de saúde. No retorno ao Brasil, seu navio, o Ville de Boulogne, naufraga; todos os passageiros conseguem se salvar, mas o poeta, muito fragilizado, morre afogado, próximo de sua província natal. Sua produção é variada, com poesias líricas, épicas e dramáticas, igualmente importantes.

Comentário Crítico
A obra de Gonçalves Dias é a primeira realização romântica de inquestionável grandeza, à altura da poesia dos grandes árcades que o antecedem, como Cláudio Manuel da Costa (1729-1789) e Tomás Antônio Gonzaga (1744-1819). Vinculada à primeira geração, marcando a transição do arcadismo ao romantismo, sua poesia herda ainda certa contenção e senso de equilíbrio clássicos, embora o temário, a riqueza simbólica e a plasticidade musical sejam, já, plenamente românticos. Esse resíduo clássico em sua obra, como diz o crítico José Guilherme Merquior (1941-1991), ajuda a filtrar os derramamentos românticos, e a ele se deve, também, o domínio da língua, alcançado pelo estudo cuidadoso de portugueses antigos, como Luís de Camões (1524-1580), e contemporâneos como Alexandre Herculano (1810-1877). Sob a influência deste e do grupo de poetas medievalistas de Coimbra, Gonçalves Dias cultiva a lírica trovadoresca, chegando ao virtuosismo de versejar em português arcaizante nas Sextilhas de Frei Antão.

continuar a leitura do texto Continuar a leitura do texto...

Outras informações de Gonçalves Dias:

  • Outros nomes
    • Antônio Gonçalves Dias
  • Habilidades
    • poeta
    • dramaturgo
    • cronista
    • ensaísta

Obras de Gonçalves Dias: (1) obras disponíveis:

Representação (1)

Espetáculos (7)

Fontes de pesquisa (8)

  • BANDEIRA, Manuel. Gonçalves Dias. Rio de Janeiro: Irmãos Pongetti Editores, 1952
  • DIAS, Gonçalves. Literatura comentada. 2ª ed. Estudo de Beth Brait. São Paulo: Nova Cultural, 1988.
  • DIAS, Gonçalves. Poesia. 13ª ed. Organização de Manuel Bandeira. Rio de Janeiro: Agir, 1989.
  • DIAS, Gonçalves. Poesia e prosa completas. Organização de Alexei Bueno. Textos críticos de Manuel Bandeira. Rio de Janeiro: Nova Aguilar, 1998.
  • MONTELLO, Josué. Para conhecer melhor Gonçalves Dias. Rio de Janeiro: Bloch Editores, 1973.
  • RICARDO, Cassiano. O indianismo de Gonçalves Dias. São Paulo: Conselho Estadual de Cultura, 1964.
  • ANUÁRIO de teatro 1994. São Paulo: Centro Cultural São Paulo, 1996. 415 p. R792.0981 A636t 1994
  • Programa do Espetáculo - Leonor de Mendonça - 1974 Não catalogado

Como citar?

Para citar a Enciclopédia Itaú Cultural como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo:

  • GONÇALVES Dias. In: ENCICLOPÉDIA Itaú Cultural de Arte e Cultura Brasileiras. São Paulo: Itaú Cultural, 2017. Disponível em: <http://enciclopedia.itaucultural.org.br/pessoa2775/goncalves-dias>. Acesso em: 26 de Jul. 2017. Verbete da Enciclopédia.
    ISBN: 978-85-7979-060-7