Artigo da seção pessoas Tomás Antônio Gonzaga

Tomás Antônio Gonzaga

Artigo da seção pessoas
Teatro / literatura  
Data de nascimento deTomás Antônio Gonzaga: 11-08-1744 Local de nascimento: (Portugal / Douro Litoral / Porto) | Data de morte 1810 Local de morte: (Moçambique)
Imagem representativa do artigo

Marilia de Dirceo , 1792 , Tomás Antônio Gonzaga
Reprodução Fotográfica Horst Merkel

Biografia

Tomás Antônio Gonzaga (Portugal, 1744 - Moçambique, 1819). Faz os estudos primários no Colégio dos Jesuítas, em Salvador, Bahia, e forma-se em Direito na Universidade de Coimbra (Portugal) em 1768. Exerce a Magistratura em Beja (Portugal) de 1779 a 1781. De volta ao Brasil, passa a viver em Vila Rica [Ouro Preto], Minas Gerais, onde convive com intelectuais e poetas, entre os quais Alvarenga Peixoto, Cláudio Manuel da Costa (1729 - 1789) e Cônego Luís Vieira. Envolve-se em várias desavenças com as autoridades locais, incluindo Francisco Gregório Pires Monteiro Bandeira, intendente do ouro na junta da Real Fazenda de Minas Gerais. É o provável autor de Cartas Chilenas, poemas epistolares satíricos, de oposição ao governador Luís da Cunha Meneses, que circularam em manuscritos anônimos na cidade, em 1786. Em 1792 é publicada a primeira parte de sua obra poética Marília de Dirceu, em Lisboa (Portugal). Participou na Inconfidência Mineira, em 1789, o que lhe custa a prisão e, posteriormente, o degredo em Moçambique. Tomás Antonio Gonzaga é um dos principais poetas árcades do Brasil. Para o crítico Antonio Candido (1918-2017), "com Tomás Antônio Gonzaga (...) o Arcadismo encontrou no Brasil a mais alta expressão. Na sua obra há um aspecto de erotismo frívolo, expresso principalmente nas poesias de metro curto, anacreônticas em grande parte, celebrando a namorada, depois noiva, sob o nome pastoral de Marília. Mas ela vale sobretudo pelas de metro longo, voltadas para a expressão lírica da sua própria personalidade. Nelas, com admirável simplicidade e nobreza, traça um roteiro das suas preocupações, da sua visão do mundo e, depois de preso, do seu otimismo estóico".

Outras informações de Tomás Antônio Gonzaga:

  • Outros nomes
    • Dirceu
    • Critilo
    • Thomaz Antonio Gonzaga
  • Habilidades
    • Direito
    • Poeta
    • Autor

Obras de Tomás Antônio Gonzaga: (2) obras disponíveis:

Espetáculos (1)

Fontes de pesquisa (14)

  • ANUÁRIO de teatro 1994. São Paulo: Centro Cultural São Paulo, 1996. R792.0981 A636t 1994
  • BANDEIRA, Manuel. A autoria das "Cartas chilenas". Separata da Revista do Brasil, Rio de Janeiro, n.22, abr. 1940.
  • CANDIDO, Antonio. Letras e idéias no Período Colonial. In: ___. Literatura e sociedade: estudos de teoria e história literária. 7.ed. São Paulo: Ed. Nacional, 1985. p.89-107
  • CANDIDO, Antonio. Naturalidade e individualismo de Gonzaga. Cartas chilenas. In: ___. Formação da literatura brasileira: momentos decisivos. 6.ed. Belo Horizonte: Itatiaia, 1981. p.115-126; p.161-168
  • FERREIRA, Nelson Gonçalves. Cartas chilenas: retrato de uma época. 2.ed. Belo Horizonte: UFMG: Proed, 1986.
  • GONZAGA, Tomás Antônio. Cartas chilenas. Introd. cronol. notas e estabelecimento do texto Joaci Pereira Furtado. São Paulo: Companhia das Letras, 1995. (Retratos do Brasil, 1).
  • GONZAGA, Tomás Antônio. Cartas chilenas: precedidas de uma epístola atribuída a Cláudio Manuel da Costa. Introd. e notas Afonso Arinos de Melo Franco. Rio de Janeiro: Biblioteca Nacional: Impr. Nacional, 1940.
  • GONZAGA, Tomás Antônio. Obras completas. Ed. crít. M. Rodrigues Lapa. São Paulo: Ed. Nacional, 1942. (Livros do Brasil, 5).
  • GONZAGA, Tomás Antônio. Os melhores poemas. Sel. Alexandre Eulálio. São Paulo: Global, 1983. (Os Melhores poemas).
  • LAPA, M. Rodrigues. As "Cartas chilenas": um problema histórico e filológico. Pref. Afonso Pena Jr. Rio de Janeiro: INL, 1958.
  • MACHADO, Lourival Gomes. Tomás Antônio Gonzaga e o Direito Natural. Introd. rev. e notas Oliveiros S. Ferreira. São Paulo: Livr. Martins, 1968.
  • MEIRELES, Cecília. "Romance LXXVIII ou De um tal Alvarenga". In:______. Romanceiro da Inconfidência. In: ______. Obra poética. 3. ed. Rio de Janeiro: Nova Aguilar, 1987. p.513-514
  • PIMENTEL, A. Fonseca. Gonzaga e Puchkin. Revista do Livro, Rio de Janeiro, n.31, p.73-80, 1967.
  • SILVA, Domingos Carvalho da. A casa de Gonzaga. O livro de Marília. In: ___. Gonzaga e outros poetas. Rio de Janeiro: Orfeu, 1970. p.99-104, p.167-172.

Como citar?

Para citar a Enciclopédia Itaú Cultural como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo:

  • TOMÁS Antônio Gonzaga. In: ENCICLOPÉDIA Itaú Cultural de Arte e Cultura Brasileiras. São Paulo: Itaú Cultural, 2018. Disponível em: <http://enciclopedia.itaucultural.org.br/pessoa2755/tomas-antonio-gonzaga>. Acesso em: 13 de Dez. 2018. Verbete da Enciclopédia.
    ISBN: 978-85-7979-060-7