Artigo da seção pessoas Erika Fraenkel

Erika Fraenkel

Artigo da seção pessoas
Artes visuais  
Data de nascimento deErika Fraenkel: 1969 Local de nascimento: (Brasil / Rio de Janeiro / Rio de Janeiro)

Biografia

Erika Fraenkel Cabral (Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 1969). Cineasta, videoartista, curadora. Participa de salões, mostras e festivais de arte em diferentes cidades. Em 2002, recebe prêmio na 8a Bienal Nacional de Santos pelo vídeo Similóides 2. Por dois anos consecutivos (2003 e 2004), é selecionada para o Prêmio Sergio Motta. 

Produz filmes em diversos formatos, entre os quais os curta-metragens 7 Lindos Pratos (2004), Kluh Hulk (2004), Vamos Queimar um Ônibus (2006) e A Alienação Pode Ser Controlada em Doses (2006). Com Indira Dominici (1981) produz Apart – Cisne (2004) e, em colaboração com Beatriz Pontes e Natércia Pontes, realiza Attention Attention (2004).

Como curadora, organiza mostras audiovisuais e exposições de videoarte, com destaque para as feitas em parceria com Carlo Sansolo (1969) – como a Prog:ME (2005), no Centro Cultural Telemar, no Rio de Janeiro (atual Oi Futuro), e a mostra Laisle Entertainment! (2006), para o Paço das Artes, em São Paulo. Essa última desdobra-se em outras mostras, como a Laisle Travelling (2008), para o Waseda University Center for International Education, em Tóquio (Japão), e a Laisle/Nofuture (2009), no Centro Cultural Correios, no Rio de Janeiro.

Análise

Como artista, Erika Fraenkel utiliza a linguagem do vídeo para a construção de obras em diferentes vertentes audiovisuais. Na videoperformance, desenvolve 7 Lindos Pratos, registro experimental em que se vê uma mulher sentada no chão de uma sala vazia quebrando pratos com um martelo. A existência humana e a relação com objetos também é retomada nos curta-metragens Sejamos Todos Bonzinhos (2006), que discute a erotização das sociedades contemporâneas, e Queria Meus Quadris Realmente Presentes (2006), que articula questões sobre a existência em quatro metrópoles sul-americanas. A artista também produz projetos de ficção seriada voltados para linguagem televisiva, como a série Suspyria, selecionada pelo Horror Screenplay and TV Series Contest de 2014, evento realizado pelo Sindicato da Indústria do Audiovisual do Paraná (Siapar) e pela Moro Filmes.

Em seu trabalho como curadora, desenvolvido em parceria com Carlos Sansolo, seleciona trabalhos em videoarte que lidam com linguagens dos meios digitais, como net arte, gamearte e instalações interativas. Nas mostras, debate-se o papel do suporte e da mídia, discussão reforçada por escolhas sobre a forma de exibir os trabalhos. É o caso da seleção feita para o Prog:ME – Programa de Mídia Eletrônica, em que fios e cabos de tomadas ficam expostos para valorizar, como opção estética, os dispositivos que dão suporte às obras, assinalando, também, uma diferença entre arte eletrônica e arte contemporânea.

Outras informações de Erika Fraenkel:

  • Outros nomes
    • Erika Fraenkel Cabral
  • Habilidades
    • cineasta
    • videoartista
    • curadora

Exposições (18)

Fontes de pesquisa (10)

  • ASSOCIAÇÃO Cultural Videobrasil. 7 Lindos pratos – Erika Fraenkel. Site institucional. Disponível em: < http://site.videobrasil.org.br/acervo/artistas/obras/81295 >. Acesso em: 20 out. 2016.
  • GASPARETTO, Débora Aita. O “Curto-circuito” da Arte Digital no Brasil. Santa Maria: edição do autor, 2014.
  • HORROR Screenplay and TV Series Contest. Site de prêmio promovido por Moro Filmes, 2014. Disponível em: <http://www.madrugadasangrenta.com.br/horror-contest/>. Acesso: 6 nov. 2016.
  • JORNAL Novo Milênio. Santos, ed. 106, mar. 2002. Perspectiva, Gente. Disponível em: < http://www.novomilenio.inf.br/real/ed106t.htm >. Acesso em: 28 nov. 2016.
  • PAÇO das Artes. Temporada de Projetos. São Paulo, 2006. Disponível em: < http://www.pacodasartes.org.br/temporada-de-projetos/2006/curadoria/artistas.aspx >. Acesso em: 6 nov. 2016.
  • PORTA-CURTAS. Érika Fraenkel. Site de curtas-metragens. Disponível: < http://portacurtas.org.br/busca/specSearch.aspx?spec=diretor&artist=Erika%20Fraenkel >. Acesso em: 30 out. 2016.
  • PRÊMIO CULTURAL SERGIO MOTTA, 4. São Paulo, 2003.
  • ROSAS, Ricardo; VASCONCELOS, Giseli. net_cultura 1.0: Digitofagia. São Paulo: Radical Livros, 2004.
  • SALÃO DA BAHIA, 12., 2005, Salvador, BA. 12º Salão da Bahia. Curadoria Franklin Espath Pedroso; apresentação Heitor Reis, Franklin Espath Pedroso. Bahia: Museu de Arte Moderna da Bahia, 2005. 156 p., il. color.
  • SANSOLO, Carlo; FRAENKEL, Érika. (Org.). Prog: ME – Programa de Mídia Eletrônica. Rio de Janeiro: Centro Cultural Telemar, 2005.

Como citar?

Para citar a Enciclopédia Itaú Cultural como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo:

  • ERIKA Fraenkel. In: ENCICLOPÉDIA Itaú Cultural de Arte e Cultura Brasileiras. São Paulo: Itaú Cultural, 2017. Disponível em: <http://enciclopedia.itaucultural.org.br/pessoa251441/erika-fraenkel>. Acesso em: 23 de Set. 2017. Verbete da Enciclopédia.
    ISBN: 978-85-7979-060-7