Artigo da seção pessoas Louis Auguste Moreaux

Louis Auguste Moreaux

Artigo da seção pessoas
Artes visuais  
Data de nascimento deLouis Auguste Moreaux: 1818 Local de nascimento: (França / Champagne-Ardenne / Rocroi) | Data de morte 1877 Local de morte: (Brasil / Rio de Janeiro / Rio de Janeiro)
Imagem representativa do artigo

Largo da Misericórdia, Caminho do Saco d'Alferes, Forte de São Domingos , 1842 , Louis Auguste Moreaux | Louis Buvelot
Reprodução fotográfica Pedro Oswaldo Cruz

Biografia
Louis Auguste Moreaux (Rocroi, França 1818 - Rio de Janeiro RJ 1877). Vem para o Brasil no fim da década de 1830, juntamente com seu irmão, também pintor, François René Moreaux (1807 - 1860). Permanecem por algum tempo no nordeste e sul do país e, em 1840, fixam residência no Rio de Janeiro. Louis Auguste pinta diversas telas inspiradas em suas viagens pelo Brasil, apresentadas nas Exposições Gerais de Belas Artes, e é premiado com medalha de ouro em 1841. Em 1843, é homenageado com o título de Primeiro Cavaleiro da Imperial Ordem da Rosa, pela composição Jesus Cristo e o Anjo. Colabora com Louis Buvelot (1814 - 1883), realizando desenhos em que enfoca aspectos do Rio de Janeiro, reunidos no álbum litográfico Rio de Janeiro Pitoresco, publicado em fascículos entre 1842 e 1845. Faz também retratos de importantes personalidades da época, como o de dom Pedro II (1825 - 1891) e de Alfredo d'Escragnolle Taunay, visconde de Taunay (1843 - 1899).

Comentário Crítico
Nascido na França, vem para o Brasil no final da década de 1830, juntamente com seu irmão, também pintor, François René Moreaux (1807 - 1860). Percorrem o Nordeste e o Sul do país e, em 1840, fixam-se no Rio de Janeiro. O artista realiza pinturas em que representa as regiões visitadas, revelando o interesse pela paisagem e pelos costumes do país, como em Negra Lavadeira do Rio (s.d.), Quatro Assuntos da Flora Brasileira (s.d.) e Gaúcho Tomando Mate (s.d.). Como nota o historiador da arte Quirino Campofiorito (1902 - 1993), Moreaux inova o cenário artístico da época por enfocar temas tidos como não usuais para a grande pintura. Para o crítico de arte Gonzaga Duque (1863 - 1911), em Rancho de Mineiros (s.d.) apresenta figurinhas admiráveis pela naturalidade e graça com que se destacam na cena noturna, iluminadas pelo clarão de uma fogueira. Durante a década de 1840, o artista colabora com Louis Buvelot (1814 - 1883), realizando desenhos em que enfoca aspectos do Rio de Janeiro, posteriormente reunidos no álbum litográfico Rio de Janeiro Pitoresco.

Moreaux pinta retratos de importantes personalidades da época, como o de dom Pedro II (1825 - 1891), de Saldanha Marinho (1816 - 1895) e de Alfredo d'Escragnolle Taunay, visconde de Taunay (1843 - 1899). Para Gonzaga Duque, as pinturas que realiza para o imperador, representando os personagens históricos Pedro Álvares Cabral, Afonso de Albuquerque e Vasco da Gama, foram executadas com singular sutileza e habilidade. Já o retrato da atriz Lagrange, para o crítico, ultrapassa todas as suas obras do gênero, tanto do ponto de vista do colorido como do desenho. Nele, "a tonalidade é fresca e terna, a difusão da luz é doce e como que lentamente espargida, as meias tintas e os reflexos foram jogados com um requinte inimitável. O braço esquerdo, nu, estendido no espaço, em linha horizontal, é de uma carnação perfeita, de um modelado escultural. Toda a figura é imponente, majestosa ".1

 

Notas
1 DUQUE, Gonzaga. A Arte brasileira. Campinas: Mercado de Letras, 1995. 270 p. (Arte: ensaios e documentos). p. 106.

Outras informações de Louis Auguste Moreaux:

  • Outros nomes
    • Louis-Auguste Moreau
    • L. A. Moreaux
    • Luiz Augusto Moreaux
  • Habilidades
    • Pintor
  • Relações de Louis Auguste Moreaux com outros artigos da enciclopédia:

Obras de Louis Auguste Moreaux: (4) obras disponíveis:

Exposições (22)

Artigo sobre Missão Artística Francesa e Pintores Viajantes: França - Brasil no século XIX (1990 : Rio de Janeiro, RJ)

Artigo da seção eventos
Temas do artigo: Artes visuais  
Data de inícioMissão Artística Francesa e Pintores Viajantes: França - Brasil no século XIX (1990 : Rio de Janeiro, RJ): 11-1990  |  Data de término | 12-1990
Resumo do artigo Missão Artística Francesa e Pintores Viajantes: França - Brasil no século XIX (1990 : Rio de Janeiro, RJ):

Fundação Casa França-Brasil (Rio de Janeiro, RJ)

Todas as exposições

Eventos relacionados (1)

Artigo sobre sp-arte 2010

Artigo da seção eventos
Temas do artigo: Artes visuais  
Data de iníciosp-arte 2010: 29-04-2010  |  Data de término | 02-05-2010
Resumo do artigo sp-arte 2010:

Fundação Bienal de São Paulo

Fontes de pesquisa (13)

  • DUQUE, Gonzaga. A Arte brasileira. Introdução Tadeu Chiarelli. Campinas: Mercado de Letras, 1995. 270 p. (Arte: ensaios e documentos).
  • ARTE no Brasil. São Paulo: Abril Cultural, 1979. 2v. 709.81 A163ar v.1
  • ARTE no Brasil. São Paulo: Abril Cultural, 1979. 2v.
  • AYALA, Walmir (org.). Dicionário brasileiro de artistas plásticos. Brasília: MEC / INL, 1977. v.3: M a P. (Dicionários especializados, 5).
  • AYALA, Walmir. Dicionário de pintores brasileiros. Organização André Seffrin. 2. ed. rev. e ampl. Curitiba: Ed. UFPR, 1997. R750.81 A973d 2.ed.
  • BOGHICI, Jean (org.). Missão Artística Francesa e pintores viajantes: França-Brasil no século XIX. Rio de Janeiro: Instituto Cultural Brasil-França, 1990.
  • BRAGA, Theodoro. Artistas pintores no Brasil. São Paulo: São Paulo Editora, 1942.
  • CAMPOFIORITO, Quirino. História da pintura brasileira no século XIX. Prefácio Carlos Roberto Maciel Levy. Rio de Janeiro: Pinakotheke, 1983. 292 p., il. p&b. color.
  • FREIRE, Laudelino. Um século de pintura: apontamentos para a história da pintura no Brasil de 1816-1916. Rio de Janeiro: Fontana, 1983. 677 p.
  • LEITE, José Roberto Teixeira. Dicionário crítico da pintura no Brasil. Rio de Janeiro: Artlivre, 1988. R759.981 L533d
  • PONTUAL, Roberto. Dicionário das artes plásticas no Brasil. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1969. R703.0981 P818d
  • REIS JÚNIOR, José Maria dos. História da pintura no Brasil. Prefácio Oswaldo Teixeira. São Paulo: Leia, 1944.
  • TRADIÇÃO e ruptura: síntese de arte e cultura brasileiras. São Paulo: Fundação Bienal de São Paulo, 1984.

Como citar?

Para citar a Enciclopédia Itaú Cultural como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo:

  • LOUIS Auguste Moreaux. In: ENCICLOPÉDIA Itaú Cultural de Arte e Cultura Brasileiras. São Paulo: Itaú Cultural, 2019. Disponível em: <http://enciclopedia.itaucultural.org.br/pessoa23775/louis-auguste-moreaux>. Acesso em: 13 de Dez. 2019. Verbete da Enciclopédia.
    ISBN: 978-85-7979-060-7