Artigo da seção pessoas Etty Fraser

Etty Fraser

Artigo da seção pessoas
Teatro  
Data de nascimento deEtty Fraser: 08-05-1931 Local de nascimento: (Brasil / Rio de Janeiro / Rio de Janeiro) | Data de morte 31-12-2018 Local de morte: (Brasil / São Paulo / São Paulo)

Biografia

Etty Fraser Martins de Souza (Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 1931 - São Paulo, São Paulo, 2018). Atriz. Integrante representativa da primeira fase do Teatro Oficina, Etty Fraser trabalha com destacados diretores dos anos 1960, tais como Adolfo Celi (1922-1986), Antunes Filho (1929), José Celso Martinez Corrêa (1937) e Antônio Abujamra (1932-2015).

Formada em letras anglo-germânicas pela Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo (FFLCH/USP), em 1956, Etty começa fazendo teatro escolar. Em 1959, estréia profissionalmente em A Incubadeira, texto e direção de José Celso Martinez Corrêa, no papel da protetora mãe. Em 1960, faz Calúnia, de Lillian Hellmann, sob a direção de Adolfo Celi, na Companhia Tônia-Celi-Autran (CTCA). No ano seguinte, no Teatro Brasileiro de Comédia (TBC), está no elenco de As Feiticeiras de Salém, polêmica encenação de Antunes Filho para o texto de Arthur Miller.

Volta a brilhar em A Vida Impressa em Dólar, de Clifford Odetts, no Teatro Oficina, outra direção de José Celso, constituindo presença destacada nas diversas produções subseqüentes. Em José, do Parto à Sepultura, de Augusto Boal (1931-2009), é dirigida por Antônio Abujamra, ao mesmo tempo em que freqüenta as aulas de interpretação de Eugênio Kusnet (1898-1975). Esta experiência lhe dará suporte para a criação da inesquecível mãe de Pequenos Burgueses, texto de Máximo Gorki (1868-1936) que se transforma no maior sucesso da companhia, em sua primeira fase, estreado em 1963, e remontado em 1977 por Renato Borghi (1937), e em 1990 por Jorge Takla (1951), novas ocasiões para Etty reafirmar seu talento.

Em Os Inimigos, também de Gorki, alcança sucesso e reconhecimento, distinguidos com as principais premiações de 1966. No ano seguinte, está no elenco de O Rei da Vela, a revolucionária montagem de José Celso Martinez Corrêa para o texto de Oswald de Andrade (1890-1954), vivendo a debochada e conivente Dona Cesarina. Ainda no Oficina atua em Quatro num Quarto, de Valentin Kataev, 1967. Afastando-se do conjunto na ocasião, tem uma rápida incursão no Teatro de Arena em Mac Bird, de Barbara Garson, sendo dirigida por Boal, em 1968.

Atua no musical Um Violinista no Telhado, de Joseph Stein, ao lado de Oswaldo Loureiro (1932-2018), em 1972; e, no mesmo ano, sob o comando de Flávio Rangel (1934-1988), na encenação de A Capital Federal, de Artur Azevedo.

Alternando participações em telenovelas e no teatro, está no elenco de Oito Mulheres, de Robert Thomas, em 1983; O Dia em que Raptaram o Papa, de João Bethencourt (1924-2006), direção do autor e de José Renato (1926-2011), em 1981, premiada com Mambembe e Molière; e, em 1996, em Oeste, texto de Sam Shepard e direção de Marco Ricca, levando novamente o Mambembe. Em 1998, integra o conjunto de Porca Miséria, de Marcos Caruso (1952) e Jandira Martini (1945), comédia de alta comunicabilidade conduzida por Gianni Ratto (1916-2005).

Sobre a grande qualidade dos desempenhos em Os Inimigos, anotou a revista Visão: "Torna-se difícil falar dos intérpretes devido não só à qualidade de seus trabalhos que os faz funcionar como um todo quase homogêneo, como também em razão do numeroso elenco.Cumpre porém destacar [...] Etty Frazer, transmitindo com grande talento a figura da mulher que não compreende o que se passa, que não percebe direito que seu mundo está desmoronando"1.

Notas

VISÃO. São Paulo, v. 28, n. 8, p. 44, 25 fev. 1966.

Outras informações de Etty Fraser:

  • Outros nomes
    • Etty Fraser Martins de Souza
    • Etty Frazer
  • Habilidades
    • Atriz
    • Produtora

Espetáculos (32)

Todos os espetáculos

Fontes de pesquisa (14)

  • ANUÁRIO de teatro 1994. São Paulo: Centro Cultural São Paulo, 1996.
  • CRONOLOGIA das artes em São Paulo 1975-1995: artes cênicas - teatro. São Paulo: Centro Cultural São Paulo, 1996. v. 3.
  • DYONISOS. Rio de Janeiro, n. 26, 1982. Número especial sobre Teatro Oficina. Organização Fernando Peixoto.
  • Etty Fraser, atriz, morre aos 87 anos. G1. Disponível em: < https://g1.globo.com/pop-arte/noticia/2019/01/01/morre-a-atriz-etty-fraser-aos-87-anos.ghtml >. Acesso em: 01 jan. 2019.
  • FRASER, Etty. Etty Fraser. São Paulo: [s.n.], s.d. Entrevista concedida a Rosy Farias, pesquisadora da Enciclopédia Itaú Cultural de Arte e Cultura Brasileiras.
  • MAGALDI, Sábato; VARGAS, Maria Thereza. Cem anos de teatro em São Paulo (1875-1974). São Paulo: Senac, 2000. 454 p.
  • NANDI, Ítala. Oficina: onde a arte não dormia. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1989.
  • Programa da Retrospectiva - Oficina, Espetáculo - A Vida Impressa em Dolar - 1966
  • Programa do Espetáculo - Andorra - 1964
  • Programa do Espetáculo - O Duelo - 1975
  • Programa do Espetáculo - Os Inimigos - 1966
  • Programa do Espetáculo - Pequenos Burgueses - 1964
  • SILVA, Armando Sérgio. Oficina: do teatro ao te-ato. São Paulo: Perspectiva: 1982.
  • SIQUEIRA, José Rubens. Viver de teatro: uma biografia de Flávio Rangel. São Paulo: Nova Alexandria, 1995.

Como citar?

Para citar a Enciclopédia Itaú Cultural como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo:

  • ETTY Fraser. In: ENCICLOPÉDIA Itaú Cultural de Arte e Cultura Brasileiras. São Paulo: Itaú Cultural, 2019. Disponível em: <http://enciclopedia.itaucultural.org.br/pessoa237718/etty-fraser>. Acesso em: 21 de Mai. 2019. Verbete da Enciclopédia.
    ISBN: 978-85-7979-060-7