Artigo da seção pessoas Nicolau Facchinetti

Nicolau Facchinetti

Artigo da seção pessoas
Artes visuais  
Data de nascimento deNicolau Facchinetti: 07-09-1824 Local de nascimento: (Itália / Vêneto / Treviso) | Data de morte 15-10-1900 Local de morte: (Brasil / Rio de Janeiro / Rio de Janeiro)
Imagem representativa do artigo

Fenômeno Vegetal - Figueira Brava , 1897 , Nicolau Facchinetti
Reprodução fotográfica Vicente de Mello

Biografia

Nicolò Agostino Facchinetti (Treviso, Itália 1824 - Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 1900). Pintor, desenhista, cenógrafo e professor. Segundo alguns estudiosos, teria feito curso na Escola de Desenho de Bassano, prosseguindo os estudos na Academia de Veneza.1 É premiado pela Regia Accademia di Belle Arti, em Veneza, "por cópia de gravura" e trabalho em ornamentos, em 1842 e 1843. Possivelmente tem contato com a obra de Ippolito Caffi (1809 - 1866) e Luigi Querena (1824 - 1887), conhecidos pintores de paisagens. Em 1849, muda-se para o Brasil e fixa-se no Rio de Janeiro. Produz principalmente retratos e ao mesmo tempo dedica-se ao ensino de desenho e atua como cenógrafo. Em 1868, obtém diploma em desenho, concedido pela Academia Imperial de Belas Artes - Aiba. A partir da metade da década de 1860, faz paisagens das regiões serranas do Rio de Janeiro e de Minas Gerais e das fazendas de café do Vale do Paraíba, em São Paulo. O artista viaja para estudar as características da região e realiza desenhos em papel, que transpõe posteriormente para a tela. Participa de várias edições da Exposição Geral de Belas Artes, entre 1850 e 1900, obtém menção honrosa em 1864 e medalha de prata em 1865. Sua produção é objeto de estudo do historiador Donato Mello Júnior, que publica livro sobre o artista em 1982. Em 2004, é realizada a exposição Nicolau Facchinetti: 1824-1900, no Centro Cultural Banco do Brasil - CCBB, no Rio de Janeiro, com curadoria do museólogo e artista plástico Carlos Martins e da historiadora Valéria Piccoli.  

Análise

O pintor italiano Facchinetti vem para o Brasil em 1849 e dedica-se inicialmente à realização de retratos e à cenografia, para voltar-se depois à pintura de paisagens, gênero no qual se consagra como um dos mais importantes artistas de sua geração.
 
O artista realiza vastos panoramas da cidade do Rio de Janeiro e de seus arredores, contrapondo a visão dos casarios novos à da natureza exuberante do entorno. Executa ainda vistas de Petrópolis e Teresópolis, Rio de Janeiro, da zona rural do Vale do Paraíba e de algumas regiões de Minas Gerais.
 
Há em suas obras um senso de grandeza da paisagem, a apresentação ampla da topografia, em perspectiva aérea, que por vezes, contrasta com as pequenas figuras e construções. Na tela Panorama de São Tomé das Letras (ca.1876), por exemplo, o artista se retrata, a pintar, em uma minúscula cabana com teto de palha. Já nas diversas telas que têm como cenário a baía da Guanabara, preocupa-se em registrar detalhes da paisagem. Em geral, suas pinturas são quase despovoadas.
 
Facchinetti manifesta a preferência por captar a natureza em certas horas do dia, como no alvorecer ou no entardecer, explorando os efeitos da luminosidade. Segundo o crítico de arte Gonzaga Duque (1863 - 1911), antes de pintar, o artista viaja ao local para estudar as características da região e traceja o motivo em um papel, para posteriormente transpô-lo na tela.

 

Notas

1. Sobre essa questão, consultar: CHIAVARI, Maria Pace. A síntese de dois mundos na paisagem de Facchinetti. In: FACCHINETTI, Nicolau. Facchinetti. Rio de Janeiro: Centro Cultural Banco do Brasil, 2004.

Outras informações de Nicolau Facchinetti:

  • Outros nomes
    • Nicolao Antonio Facchinetti
    • Nicolò Agostino Facchinetti
    • N. Facchinetti
    • Nicoláo Antonio Facchinetti
    • Nicola Antonio Facchinetti
    • Facchinetti
  • Habilidades
    • Cenógrafo
    • professor de artes plásticas
    • Pintor
    • desenhista

Obras de Nicolau Facchinetti: (35) obras disponíveis:

Todas as obras de Nicolau Facchinetti:

Exposições (53)

Todas as exposições

Eventos relacionados (1)

Artigo sobre sp-arte 2010

Artigo da seção eventos
Temas do artigo: Artes visuais  
Data de iníciosp-arte 2010: 29-04-2010  |  Data de término | 02-05-2010
Resumo do artigo sp-arte 2010:

Fundação Bienal de São Paulo

Fontes de pesquisa (21)

  • ADES, Dawn. Arte na América Latina: a era moderna, 1820-1980. Tradução Maria Thereza de Rezende Costa. São Paulo, SP: Cosac & Naify, 1997. 365 p., il. color. p&b.
  • ASPECTOS da paisagem brasileira: 1816-1916. Introdução Pedro Martins Caldas Xexéo; prefácio Onofre Penteado. Rio de Janeiro: Funarte, 1977. 30 p. il.
  • BRASIL SÉCULO XIX: uma exuberante natureza. Curadoria Carlos Martins. São Paulo: Fundação Maria Luisa e Oscar Americano, 1998. folha dobrada, il.
  • CAMPOFIORITO, Quirino. História da pintura brasileira no século XIX. Prefácio Carlos Roberto Maciel Levy. Rio de Janeiro: Pinakotheke, 1983. 292 p., il. p&b. color.
  • CARNEIRO, Ana Regina Machado (Coord.). Viajantes e naturalistas italianos: imagens do Brasil nos séculos XVIII e XIX. Curadoria Carlos Martins, Valéria Piccoli; versão em italiano Alessandra Vannucci. São Paulo: Faap, 2000.
  • COLEÇÃO brasiliana: Fundação Rank-Packard/Fundação Estudar. Curadoria Carlos Martins; texto Carlos Martins; apresentação Marcos Mendonça, Emanoel Araújo. São Paulo: Pinacoteca do Estado, 2000. 28 p.
  • FACCHINETTI, Nicolau. Facchinetti. Curadoria Carlos Martins, Valéria Piccoli; pesquisa Camilla Seibezzi, Laura Sandin, Mariêngela Desiderati, Mariana Nakiri; versão em italiano Gianluca Manzi; versão em inglês Paulo Andrade Lemos; versão em português Léa Nanchibi. Rio de Janeiro: Centro Cultural Banco do Brasil, 2004. 140 p., il. p&b color.
  • FREIRE, Laudelino. Um século de pintura: apontamentos para a história da pintura no Brasil de 1816-1916. Rio de Janeiro: Fontana, 1983. 677 p.
  • LEITE, José Roberto Teixeira. 500 anos da pintura brasileira. Produção Raul Luis Mendes Silva, Eduardo Mace. [S.l.]: Log On Informática, 1999. 1 CD-ROM.
  • LEITE, José Roberto Teixeira. Dicionário crítico da pintura no Brasil. Rio de Janeiro: Artlivre, 1988.
  • LEVY, Carlos Roberto Maciel. Exposições gerais de Belas Artes:catálogo de artistas e obras 1840-1933. [s.l.]: ArteData, 1990. 1 CD-ROM.
  • MARINHAS em grandes coleções paulistas. Curadoria John Lionel Toledano; apresentação Max Justo Guedes; texto Francisco de Paula Simões Vicente de Azevedo. São Paulo: Sociarte, 1998. 32 p. il., color.
  • MARTINS, Carlos (Org. ). Revelando um acervo:coleção brasiliana. Texto Carlos Martins, Valéria Piccoli. São Paulo: BEI Comunicação, 2000. 190 p. il., color.
  • MELLO JÚNIOR, Donato. Facchinetti. São Paulo: Art Editora 1982. [163] p. il., color.
  • MORALES DE LOS RIOS FILHO, Adolfo. O ensino artístico: subsídio para a sua história. Rio de Janeiro: [s. n. , 1938?]. 492 p.
  • MOSTRA DO REDESCOBRIMENTO, 2000, SÃO PAULO, SP. Arte do século XIX. Curadoria Luciano Migliaccio, Pedro Martins Caldas Xexéo; tradução Roberta Barni, Christopher Ainsbury, John Norman. São Paulo: Fundação Bienal de São Paulo : Associação Brasil 500 anos Artes Visuais, 2000.
  • MUSEUM of Art São Paulo. Introdução Pietro Maria Bardi. New York: Newsweek, 1981. 172 p. il., color.
  • O BRASIL pintado por mestres nacionais e estrangeiros: séculos XVII-XX. Comentário Luiz Marques; apresentação Pietro Maria Bardi. São Paulo: MASP, 1987. 63 p., il. color.
  • PONTUAL, Roberto. Dicionário das artes plásticas no Brasil. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1969.
  • REIS JÚNIOR, José Maria dos. História da pintura no Brasil. Prefácio Oswaldo Teixeira. São Paulo: Leia, 1944.
  • RUBENS, Carlos. Pequena história das artes plásticas no Brasil. São Paulo: Editora Nacional, 1941. (Brasiliana. Série 5ª: biblioteca pedagógica brasileira, 198).

Como citar?

Para citar a Enciclopédia Itaú Cultural como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo:

  • NICOLAU Facchinetti. In: ENCICLOPÉDIA Itaú Cultural de Arte e Cultura Brasileiras. São Paulo: Itaú Cultural, 2019. Disponível em: <http://enciclopedia.itaucultural.org.br/pessoa23040/nicolau-facchinetti>. Acesso em: 19 de Jan. 2019. Verbete da Enciclopédia.
    ISBN: 978-85-7979-060-7