Artigo da seção pessoas Chico Albuquerque

Chico Albuquerque

Artigo da seção pessoas
Artes visuais  
Data de nascimento deChico Albuquerque: 24-04-1917 Local de nascimento: (Brasil / Ceará / Fortaleza) | Data de morte 26-12-2000 Local de morte: (Brasil / Ceará / Fortaleza)
Imagem representativa do artigo

Burle Marx , 1952 , Chico Albuquerque

Biografia
Francisco Afonso de Albuquerque (Fortaleza CE 1917 - idem 2000). Fotógrafo. O primeiro contato com a fotografia ocorre em 1932, quando realiza um documentário de curta metragem junto com seu pai, cinegrafista amador. Em seguida, começa a atuar profissionalmente fazendo retratos no estúdio montado por sua família, em Fortaleza. Em 1942 trabalha como fotógrafo still do filme It´s All True, de Orson Welles (1915 - 1985). Transfere-se para São Paulo em 1945, abre um estúdio e associa-se ao Foto Cine Clube Bandeirantes (FCCB). Torna-se um dos pioneiros da fotografia publicitária no Brasil e realiza, em 1949, a primeira campanha brasileira ilustrada com imagens fotográficas para a marca Johnson & Johnson. Apresenta a mostra individual Jangadas no Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand (Masp), em 1952. Entre as décadas de 1950 a 1970 desenvolve uma trajetória diversificada em propaganda, trabalhando em setores da indústria automobilística, moda, alimento e arquitetura. Volta a viver em Fortaleza, em 1975, e passa a produzir esporadicamente ensaios sobre a população litorânea do Ceará, frutas e publicidade. O livro Mucuripe, com fotos de jangadeiros feitas na década de 1950, é lançado em 1989. Recebe, em 1998, o Prêmio Contribuição à Fotografia Brasileira da Fundação Nacional de Arte (Funarte). Em 2003, é fundado o Instituto Cultural Chico Albuquerque na capital cearense. Dois anos depois, o Museu da Imagem e do Som de São Paulo (MIS/SP) promove a exposição Retrospectiva Chico Albuquerque, dando visibilidade a imagens produzidas entre a década de 1940 e o ano 2000.

Comentário Crítico
Quando Chico Albuquerque se transfere para São Paulo, em 1945, o mercado fotográfico é restrito e ainda voltado, sobretudo, para reportagens de família. Atuando a princípio como retratista, destaca-se ao fotografar personalidades como Juscelino Kubitschek (1902 - 1976), Victor Brecheret (1894 - 1955) e Burle Marx (1909 - 1994), entre outros. Por meio de enquadramentos fechados e pela ênfase na expressão dos olhares, os retratos sugerem o estado psicológico dos modelos ou mostram flagrantes de emoções. O aspecto teatral dos registros é realçado pelo tipo de iluminação, geralmente lateral, com sombras marcadas e contraluzes.

Em 1952, dez anos após a experiência como still de It's All True, filme de Orson Welles (1915 - 1985), Albuquerque volta à praia de Mucuripe - onde haviam sido rodadas partes do filme - e realiza um de seus principais ensaios. Além da afinidade temática com a produção inacabada de Welles, o conjunto revela o contato com o tipo de visualidade moderna, que é divulgada, na época, principalmente pelo Foto Cine Clube Bandeirantes (FCCB) e pela revista O Cruzeiro. O ensaio enfoca a força física dos jangadeiros, que parecem em harmonia com a natureza e com seu ofício. As imagens denotam movimento, pois os homens são mostrados quase sempre em suas atividades diárias. Nas paisagens, linhas diagonais de velas e coqueiros conferem dinamismo às composições.

Sua produção em propaganda ainda é pouco conhecida, pois apenas uma pequena parte dos cerca de 60 mil diapositivos de seu acervo é publicada. Entre os já expostos, estão imagens de marcas como Lux, Singer e Johnson & Johnson vinculando os produtos a cenas de ação e ambientes familiares.

Outras informações de Chico Albuquerque:

  • Outros nomes
    • Francisco Afonso de Albuquerque
    • Francisco Albuquerque
  • Habilidades
    • fotógrafo

Obras de Chico Albuquerque: (13) obras disponíveis:

Exposições (38)

Todas as exposições

Eventos relacionados (2)

Fontes de pesquisa (13)

  • BRIL, Stefania. Retratos perfeitos. Mas faltou criatividade à edição. O Estado de S. Paulo, São Paulo, 11 de mai. 1982. Não catalogado
  • BRIL, Stefania. Retratos perfeitos. Mas faltou criatividade à edição. O Estado de S. Paulo, São Paulo, 11 de mai. 1982.
  • ALBUQUERQUE, Chico. Fotografias. Curadoria Patrícia Veloso; texto Patrícia Veloso, Nilton Melo Almeida, Chico Albuquerque, Carlos d'Alge. Fortaleza: Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura, 2000. [16] p., il. p&b.
  • ALBUQUERQUE, Chico. Fotografias . Curadoria Patrícia Veloso; texto Patrícia Veloso, Nilton Melo Almeida; apresentação Tasso Ribeiro Jereissati; texto Chico ALBUQUERQUE, Carlos d'Alge. Fortaleza: Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura, 2000. [16] p., il. p&b. A345f 2000
  • CARBONCINI, Anna (coord.). Coleção Pirelli/MASP de Fotografias : v. 3. Versão em inglês Kevin M. Benson Mundy; texto Thomaz Farkas. São Paulo: MASP, 1993. 72 p., il. p&b. color.
  • CARBONCINI, Anna (Coord.). Coleção Pirelli/ MASP de Fotografias : v. 3. Introdução Piero Sierra, Fábio Magalhães; versão em inglês Kevin M. Benson Mundy; texto Thomaz Farkas. São Paulo: MASP, 1993. 72 p., il. p&b. color. SPmasp cpirelli 1993
  • CHICO ALBUQUERQUE. Currículo do artista.
  • Chico, um alquimista. IstoÉ, São Paulo, 19 mai 1982.
  • Chico, um alquimista. IstoÉ, São Paulo, 19 de mai. 1982. Não catalogado
  • Imagens da fotografia brasileira . Projeto gráfico Edilberto Fernando Verza; design da capa Antonio Kehl; produção Pedro Barros, Marcelo Higuchi; edição Edilberto Fernando Verza, Angel Bojadsen. São Paulo: Estação Liberdade : Senac, 2000. 190 p., il. color. ISBN 85-7448-023-1. 779.9 P466i v. 2
  • INSTITUTO CULTURAL CHICO ALBUQUERQUE. Site da Instituição. Fortaleza, 2005. Disponível em: [http://www.chicoalbuquerque.com.br]. Acesso em: 01 jun. 2006. Não catalogado
  • PERSICHETTI, Simonetta. Imagens da fotografia brasileira. São Paulo: Estação Liberdade : Senac, 2000. 190 p., il. color.
  • Revista Iris, jan./fev. 1979. Não catalogado

Como citar?

Para citar a Enciclopédia Itaú Cultural como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo:

  • CHICO Albuquerque. In: ENCICLOPÉDIA Itaú Cultural de Arte e Cultura Brasileiras. São Paulo: Itaú Cultural, 2017. Disponível em: <http://enciclopedia.itaucultural.org.br/pessoa22018/chico-albuquerque>. Acesso em: 23 de Out. 2017. Verbete da Enciclopédia.
    ISBN: 978-85-7979-060-7