Artigo da seção pessoas Maria Martins

Maria Martins

Artigo da seção pessoas
Artes visuais  
Data de nascimento deMaria Martins: 07-08-1894 Local de nascimento: (Brasil / Minas Gerais / Campanha) | Data de morte 27-03-1973 Local de morte: (Brasil / Rio de Janeiro / Rio de Janeiro)
Imagem representativa do artigo

O Impossível , 1940 , Maria Martins
Registro fotográfico João L. Musa/Itaú Cultural

Biografia
Maria de Lourdes Martins Pereira de Souza (Campanha MG 1894¹ - Rio de Janeiro RJ 1973). Escultora, desenhista, gravadora e escritora. Desenvolve grande parte de sua carreira no exterior em virtude das atividades do marido, o embaixador Carlos Martins. Inicia-se na escultura em 1926 e aperfeiçoa-se, na Bélgica, com o escultor Oscar Jespers (1887 - 1970), em 1936. Em 1939, muda-se com Carlos Martins para Washington D.C. Posteriormente, aluga um apartamento em Nova York onde estuda escultura com Jacques Lipchitz (1891 - 1973), realizando trabalhos em bronze. Em 1941, faz sua primeira exposição individual, na Corcoran Art Gallery, em Nova York. Conhece André Breton (1896 - 1966), que a apresenta a artistas europeus ligados ao surrealismo e ao dadaísmo, como Michel Tapiè (1909 - 1987), André Masson (1896 - 1987), Yves Tanguy (1900 - 1955), Max Ernst (1891 - 1976) e Marcel Duchamp (1887 - 1968). Em 1947, André Breton assina o prefácio do catálogo de sua mostra individual, realizada na Julien Lery Gallery, em Nova York. Em 1948, muda-se para Paris, onde seu ateliê torna-se local de encontro de intelectuais e artistas. Volta definitivamente ao Brasil em 1950. Colabora na organização das primeiras Bienais Internacionais de São Paulo e na fundação do Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro - MAM/RJ. Como escritora, assina coluna no Correio da Manhã e publica entre outros livros, A Índia e o Mundo Novo, A Ásia Maior e o Planeta China.

Comentário crítico
Com sua poética extremamente individualizada, Maria Martins apresenta-se como figura singular na história da arte moderna brasileira. Devido ao casamento com o embaixador Carlos Martins, em 1926, passa a maior parte da vida adulta no exterior. Estuda música e pintura na juventude, e começa a se dedicar inteiramente à escultura na Bélgica, em 1936, sob a orientação de Oscar Jesper. Transfere-se para Washington D.C. em 1939, permanecendo nos Estados Unidos até 1948. Nesse país desenvolve a maior parte de sua produção artística e obtém o reconhecimento dos círculos de vanguarda da época.

continuar a leitura do texto Continuar a leitura do texto...

Outras informações de Maria Martins:

  • Outros nomes
    • Maria de Lourdes Faria Alves Martins Pereira e Souza
    • Maria de Lourdes Martins Pereira de Souza
  • Habilidades
    • escultor
    • gravador
    • escritor
    • desenhista
    • jornalista

Obras de Maria Martins: (17) obras disponíveis:

Exposições (120)

Todas as exposições

Eventos relacionados (2)

Artigo sobre sp-arte 2010

Artigo da seção eventos
Temas do artigo: Artes visuais  
Data de iníciosp-arte 2010: 29-04-2010  |  Data de término | 02-05-2010
Resumo do artigo sp-arte 2010:

Fundação Bienal de São Paulo

Artigo sobre sp-arte 2011

Artigo da seção eventos
Temas do artigo: Artes visuais  
Data de iníciosp-arte 2011: 12-05-2011  |  Data de término | 15-05-2011
Resumo do artigo sp-arte 2011:

Fundação Bienal de São Paulo

Fontes de pesquisa (24)

  • CALLADO, Ana Arruda. Maria Martins: uma biografia. Belo Horizonte: CEMIG, 2004. 927.730 M3866m
  • CANTON, Katia. Maria Martins: mistério das formas. São Paulo: Paulinas, 1997. 11 p., il. color. (Lua Nova. Série Olharte). 808.899282 M3866c
  • CANTON, Katia. Maria Martins: mistério das formas. São Paulo: Paulinas, 1997. 11 p., il. color. (Lua Nova. Série Olharte).
  • AMARAL, Aracy (org.). Museu de Arte Contemporânea da Universidade de São Paulo: perfil de um acervo. Texto Aracy Amaral, Sônia Salzstein. São Paulo: Techint Engenharia, 1988. 391 p., il.color.
  • ARTE moderna brasileira: uma seleção da coleção Roberto Marinho. Tradução Stephen Berg. São Paulo: MASP, 1994. CAT-G SPmasp 1994/rm
  • ARTE moderna brasileira: uma seleção da coleção Roberto Marinho. Tradução Stephen Berg. São Paulo: MASP, 1994.
  • BARROS, Darcy (Org.). A arte do imaginário. Curadoria Sérgio Lima. São Paulo: Galeria Encontro das Artes, 1985. SPgea 1985
  • BIENAL BRASIL SÉCULO XX, 1994, São Paulo, SP. Bienal Brasil Século XX: catálogo. Curadoria Nelson Aguilar, José Roberto Teixeira Leite, Annateresa Fabris, Tadeu Chiarelli, Maria Alice Milliet, Walter Zanini, Cacilda Teixeira da Costa, Agnaldo Farias. São Paulo: Fundação Bienal de São Paulo, 1994.
  • BIENAL INTERNACIONAL DE SÃO PAULO, 15., 1979, São Paulo, SP. Catálogo geral. São Paulo: Fundação Bienal de São Paulo, 1979.
  • BRASIL Europa: encontros no século XX. Curadoria Marc Pottier. Curadoria Jena Boghici; texto Aracy Amaral, Frederico Morais, Antonio Callado, et. al. Brasília: Caixa Cultural, 2000. 79 p.
  • BRETON, André. Maria Martins. A Phala - Revista do Movimento Surrealismo. v. 1. , p. 112-113.
  • BRETON, André. Maria. In: Le Surréalisme et la peinture. Paris: Gallimard, 1979.
  • CANTON, Kátia. Maria Martins: a mulher perdeu sua sombra. In: BIENAL INTERNACIONAL DE SÃO PAULO, 24. , 1998, São Paulo. Núcleo histórico: antropofagia e histórias de canibalismos. Curadoria Paulo Herkenhoff, Adriano Pedrosa. São Paulo: Fundação Bienal de São Paulo, 1998. p.288-294.
  • IMAGINÁRIOS singulares. São Paulo: Fundação Bienal de São Paulo, 1987. 136 p., il.p&b.
  • JORGE Eduardo: aquarelas do Brasil; Maria Martins: Les sculptures surréalistes des années 40. Rio de Janeiro: Galeria Jean Boghici, 1999. 1 folha dobrada, il. p&b. color.
  • MARTINS, Maria. Maria Martins. São Paulo: Fundação Maria Luisa e Oscar Americano, 1997.
  • MARTINS, Maria. Maria. Rio de Janeiro: MAM, 1956. [24] p., il. p&b.
  • PERFIL da Coleção Itaú. Curadoria Stella Teixeira de Barros. São Paulo: Itaú Cultural, 1998.
  • PONTUAL, Roberto. Dicionário das artes plásticas no Brasil. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1969. R703.0981 P818d
  • SANTANA FILHO, Élcior Ferreira de (coord.); FILUS, Cláudio (coord.). Escultura Brasileira: perfil de uma identidade. Curadoria Emanoel Araújo, Sérgio Pizoli; tradução David Coles, Eloisa Marques, Daril Collard. São Paulo: Imprensa Oficial, 1997.
  • SANTANA FILHO, Élcior Ferreira de (coord.); FILUS, Cláudio (coord.). Escultura Brasileira: perfil de uma identidade. São Paulo: Imprensa Oficial, 1997. 730.981 E74
  • SURREALISMO. Rio de Janeiro: Centro Cultural Banco do Brasil, 2001. 267 p., il. color.
  • TRIDIMENSIONALIDADE: arte brasileira do século XX. Texto Annateresa Fabris, Fernando Cocchiarale, Celso Favaretto, Tadeu Chiarelli, Frederico Morais; apresentação Ricardo Ribenboim; colaboração Annateresa Fabris, Tadeu Chiarelli. São Paulo: Itaú Cultural: Cosac & Naify, 1999. 264 p. 
  • ZANINI, Walter (Coord.). História geral da arte no Brasil. São Paulo: Instituto Moreira Salles: Fundação Djalma Guimarães, 1983. v.2.

Como citar?

Para citar a Enciclopédia Itaú Cultural como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo:

  • MARIA Martins. In: ENCICLOPÉDIA Itaú Cultural de Arte e Cultura Brasileiras. São Paulo: Itaú Cultural, 2018. Disponível em: <http://enciclopedia.itaucultural.org.br/pessoa21390/maria-martins>. Acesso em: 23 de Out. 2018. Verbete da Enciclopédia.
    ISBN: 978-85-7979-060-7