Artigo da seção pessoas Tadeu Jungle

Tadeu Jungle

Artigo da seção pessoas
Artes visuais  
Data de nascimento deTadeu Jungle: 1956 Local de nascimento: (Brasil / São Paulo / São Paulo)

Biografia
Tadeu da Fonseca Junges (São Paulo, São Paulo, 1956). Artista multimídia. Sua produção engloba instalações, performance, poesia, fotografia e vídeo. Também atua como roteirista e diretor de filmes para cinema e publicidade.

A experiência com vídeo começa na década de 1970. Em 1980, depois da graduação em Rádio e TV, pela Escola de Comunicação e Artes da Universidade de São Paulo (ECA/USP), recebe bolsa do Ministério da Educação para estudar na Universidade de São Francisco, Estados Unidos, onde obtém o título de mestre em Televisão.

Inicia a carreira com o uso de mídias alternativas em grafites poéticos, arte-correio e poemas-adesivos. O engajamento na divulgação do vídeo como linguagem ganha destaque em 1986, com a inauguração de The Academia Brasileira de Vídeo, a primeira escola do gênero em São Paulo. Entre 1983 e 1984, apresenta o programa de auditório Fábrica do Som, na  TV Cultura, e, no fim da década, dirige os programas TV Mix, na TV Gazeta, e o TV da Tribo, na TV Bandeirantes, ambos mesclando os estilos musical e jornalístico. Sua atuação estende-se para além do audiovisual: o jornal Folha de S.Paulo convida-o para assinar a primeira coluna especializada em vídeo no Brasil. Passa a escrever sobre vídeo e TV também para outras publicações. Nesses textos, Tadeu elabora conteúdo crítico sobre a produção de vídeo no Brasil, tema principal de suas investigações.

Na década de 1980, com o grupo TVDO, do qual participam os artistas Walter Silveira (1955), Ney Marcondes e Paulo Priolli, cria videoinstalações e vídeos experimentais de espírito anárquico, que são premiados nas cinco primeiras edições do festival VideoBrasil.

Em 2010, codirige Evoé! Retrato de um Antropófago, documentário sobre o ator, diretor e dramaturgo José Celso Martinez Corrêa (1937), lançado pelo Instituto Itaú Cultural. Em 2011, dirige o longa-metragem de ficção Amanhã Nunca Mais, protagonizado pelo ator Lázaro Ramos (1978).

Em 2014, a exposição Tadeu Jungle – VIDEOFOTOPOESIA, realizada pelo Instituto Oi Futuro, no Rio de Janeiro, apresenta um panorama de seus trabalhos em várias áreas de atuação, desde 1984, compilada também em livro de mesmo título, em 2014.

Análise
A produção de Tadeu Jungle manifesta-se em diversos meios. Com sólida formação acadêmica, direciona a carreira como apresentador e diretor de TV, atuando em diversas emissoras. Nos anos 1990, inaugura a produtora de vídeo, Academia de Filmes, em São Paulo.

A familiaridade com a linguagem técnica do vídeo possibilita experimentações mais radicais em trabalhos que passam a ter conexão com as artes visuais. Segundo o crítico Arlindo Machado (1949), Tadeu Jungle faz parte da segunda geração de videoartistas – a “geração do vídeo independente” –, composta por realizadores recém-graduados nos anos 1980.

Com colegas de universidade, Tadeu forma o grupo TVDO, cujo lema é “Cinema ou TV, tudo conforme a tela que se vê”. Sem seguir cânones, a equipe enxuta realiza todos os trabalhos de produção e pretende criar uma metatelevisão de espírito anárquico. A crítica ao monopólio da TV aberta é contundente. Meios de exibição que refletem essa nova linguagem, como os festivais de vídeo, abrem espaço para a manifestação dessas pesquisas visuais.

O documentário experimental Frau (1983) é o primeiro vídeo da chamada Trilogia da Linguagem, realizada pelo grupo. O vídeo acompanha os diretores Neville D’Almeida (1941) e Julio Bressane (1946) no XI Festival de Cinema Brasileiro em Gramado, em 1983. O curta apresenta depoimentos de diretores, entrevistas com público e atores, e termina com o discurso de Zé Celso Martinez Corrêa ao aceitar, relutante, o prêmio pelo longa O Rei da Vela, de 1982. No ano seguinte, Frau é premiado no VideoBrasil e no Fest Rio.

Em 1983, Tadeu Jungle ganha popularidade como apresentador do programa Fábrica do Som, exibido na TV Cultura, de março 1983 a junho de 1984. Gravado ao vivo no auditório do Sesc Pompéia em São Paulo, o programa semanal apresenta o trabalho de bandas em início de carreira, que seriam consagradas nas décadas seguintes, como Titãs, Barão Vermelho e Ultraje a Rigor. O clima anárquico é enfatizado com o discurso bem humorado, que instiga os jovens – como Jungle – a se expressarem naquele momento de abertura política do país.

Uma de suas obras mais conhecidas é Você Está Aqui, lançada na galeria Valu Oria, em São Paulo, em 1996. Trata-se de um poema-adesivo inspirado em uma viagem ao exterior: ao tentar localizar-se no mapa de uma estação de trem, Tadeu percebe que o adesivo “Você está aqui” soltou-se de sua posição referencial. A partir desse evento, Jungle idealiza a obra, com tiragem de 10 mil unidades, e cola os poemas-adesivos em diversos lugares públicos pelo mundo.  “Se eu não sei onde estou, não sei para onde vou [...]. É sobre estar num presente total em que nada mais importa, nem o passado nem o futuro. Não tem memória” [1].

A memória específica do lugar é ativada com a instalação permanente no Museu do Futebol, em São Paulo. A Sala da Exaltação (2008) celebra o torcedor, ao apresentar imagens de torcidas de clubes de futebol brasileiros, projetadas em grande formato nas colunas de sustentação das arquibancadas do estádio. A edição de som mistura cantos e gritos de incentivo, em ecos que simulam a experiência de arquibancada dos jogos de futebol.

Tadeu Jungle antecipa o que seria a revolução digital do século XXI, com a disseminação da internet e dos meios de produção. O resultado de sua pesquisa encontra-se em videoinstalações e poemas-visuais expostos em espaços como a Expo Hannover (2000), Casa das Rosas (1999), Museu da Imagem e Som de São Paulo (1981) e Tate Gallery, em Londres (2006).

Nota
[1] MARTÍ, Silas. Livro revê obra multimídia de Tadeu Jungle. Folha de S.Paulo, São Paulo, 12 dez. 2014. Ilustrada, p. E6.

Outras informações de Tadeu Jungle:

  • Outros nomes
    • Tadeu da Fonseca Junges
    • Tadeu da Fonseca Jungle
  • Habilidades
    • Artista multimídia
    • diretor de arte

Exposições (69)

Artigo sobre Palavra Imágica

Artigo da seção eventos
Temas do artigo: Artes visuais  
Data de inícioPalavra Imágica: 10-1987  |  Data de término | 11-1987
Resumo do artigo Palavra Imágica:

Museu de Arte Contemporânea da Universidade de São Paulo (MAC/USP)

Todas as exposições

Eventos relacionados (29)

Artigo sobre 1º Festival Videobrasil

Artigo da seção eventos
Temas do artigo: Artes visuais / cinema  
Data de início1º Festival Videobrasil: 08-10-1983  |  Data de término | 14-08-1983
Resumo do artigo 1º Festival Videobrasil:

Museu da Imagem e do Som (São Paulo, SP)

Artigo sobre 2º Festival Videobrasil

Artigo da seção eventos
Temas do artigo: Artes visuais / cinema  
Data de início2º Festival Videobrasil: 20-08-1984  |  Data de término | 26-08-1984
Resumo do artigo 2º Festival Videobrasil:

Museu da Imagem e do Som (São Paulo, SP)

Artigo sobre Iconoclássicos

Artigo da seção eventos
Temas do artigo: Cinema / artes visuais  
Data de inícioIconoclássicos: 19-02-2013  |  Data de término | 26-02-2013
Resumo do artigo Iconoclássicos:

Estação das Artes (João Pessoa, PB)

Todos os eventos relacionados

Fontes de pesquisa (11)

Como citar?

Para citar a Enciclopédia Itaú Cultural como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo:

  • TADEU Jungle. In: ENCICLOPÉDIA Itaú Cultural de Arte e Cultura Brasileiras. São Paulo: Itaú Cultural, 2019. Disponível em: <http://enciclopedia.itaucultural.org.br/pessoa19759/tadeu-jungle>. Acesso em: 18 de Mar. 2019. Verbete da Enciclopédia.
    ISBN: 978-85-7979-060-7