Artigo da seção pessoas Lygia Bojunga

Lygia Bojunga

Artigo da seção pessoas
Teatro / literatura  
Data de nascimento deLygia Bojunga: 26-08-1932 Local de nascimento: (Brasil / Rio Grande do Sul / Pelotas)

Biografia
Lygia Bojunga Nunes (Pelotas RS 1932). Autora de literatura infantojuvenil. Passa sua primeira infância em uma fazenda. Aos 8 anos muda-se com a família para o Rio de Janeiro. Em 1951, torna-se atriz da Companhia de Teatro Os Artistas Unidos, e viaja pelo interior do Brasil. Atua nesse momento, também, como atriz de rádio. Ao abandonar os palcos e as atividades que exerce, começa a escrever para o rádio e a televisão. Em busca de uma vida mais integrada à natureza, refugia-se no interior do estado do Rio de Janeiro. Funda, acompanhada de seu segundo marido, Peter, uma escola rural para crianças carentes, a Toca, que dirige por cinco anos. Faz sua estreia literária em 1972, com o livro Os Colegas, e, já em 1973, recebe o Prêmio Jabuti. Em 1982, torna-se a primeira autora, fora do eixo Estados Unidos-Europa, a receber o Prêmio Hans Christian Andersen, uma das mais relevantes premiações concedidas aos gêneros infantil e juvenil. Nesse mesmo ano muda-se para a Inglaterra, vivendo alternadamente entre esse país e o Brasil. Em 1988, volta ao teatro, escrevendo e atuando em palcos no Brasil e no exterior. Trabalha com edição e produção de livros, feitos de forma artesanal. Em 1996, publica Feito à Mão, uma realização alternativa à produção industrial, como indica o título, composto manualmente com papel reciclado e fotocopiado. Em 2002, publica Retratos de Carolina, o primeiro livro de sua própria editora, a Casa Lygia Bojunga. Pelo conjunto de sua obra, em 2004, ganha o Astrid Lindgren Memorial Award, prêmio criado pelo governo da Suécia, jamais antes outorgado a um autor de literatura infantojuvenil. Com esse incentivo, cria nesse ano a Fundação Cultural Lygia Bojunga com o intuito de desenvolver ações que aproximem o livro da população brasileira.

Comentário Crítico
A produção literária de Lygia Bojunga caracteriza-se pela transgressão dos limites entre a fantasia e a realidade e aborda questões sociais contemporâneas com lirismo e humor. A autora, segundo a crítica literária Marisa Lajolo, nos momentos mais significativos de sua obra, debruça-se "sobre a perda da identidade infantil" e sobre as possibilidades de construção dessa mesma identidade dentro das perspectivas cotidianas dos centros urbanos contemporâneos.

continuar a leitura do texto Continuar a leitura do texto...

Outras informações de Lygia Bojunga:

  • Outros nomes
    • Ligia Bojunga
    • Lygia Bojunga Nunes
  • Habilidades
    • escritor
    • autor
    • dramaturgo
    • atriz
    • professora

Obras de Lygia Bojunga: (2) obras disponíveis:

Espetáculos (4)

Fontes de pesquisa (4)

  • MENDES, M. dos P. S. Monteiro Lobato, Clarice Lispector, Lygia Bojunga Nunes: o estético em diálogo na literatura infanto-juvenil. São Paulo, 1994. Tese (Doutorado em Comunicação e Semiótica) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.
  • SANDRONI, L. De Lobato à década de 1970. In: SERRA, E. D. (Org.). 30 anos de literatura para crianças e jovens: algumas leituras. Campinas: Mercado de Letras, 1998.
  • SILVA, R. M. G. Da casa real à casa sonhada: o universo alegórico de Lygia Bojunga Nunes. São José do Rio Preto, 1996. 248p. Tese (Doutorado em Letras) - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho".
  • SOARES, H. S. Eu conto, tu lês, nós construímos: o narrador e o leitor em Lygia Bojunga Nunes. Porto Alegre, 1995. 127p. Dissertação (Mestrado em Lingüística e Letras) - Pontifícia Universidade Católica.

Como citar?

Para citar a Enciclopédia Itaú Cultural como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo:

  • LYGIA Bojunga. In: ENCICLOPÉDIA Itaú Cultural de Arte e Cultura Brasileiras. São Paulo: Itaú Cultural, 2017. Disponível em: <http://enciclopedia.itaucultural.org.br/pessoa19123/lygia-bojunga>. Acesso em: 28 de Jul. 2017. Verbete da Enciclopédia.
    ISBN: 978-85-7979-060-7