Pessoas

José Castello

Outros Nomes: José Guimarães Castello Branco
  • Análise
  • Biografia
    José Guimarães Castello Branco (Rio de Janeiro, RJ, 1951). Romancista, crítico, biógrafo, cronista, contista e jornalista. Filho de José Ribamar Martins Castello Branco, repórter político do jornal O Globo, estuda no Colégio Santo Inácio, de jesuítas, na capital carioca. Forma-se em jornalismo pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e obtém o grau de mestre em comunicação pela mesma instituição. Inicia carreira aos 19 anos, como estagiário do Correio da Manhã. Trabalha como repórter de O Diário de Notícias e como redator do semanário Opinião. Em 1979, transfere-se para a Veja e, pouco depois, para a revista IstoÉ, onde é editor-assistente de cultura e chefe de sua sucursal carioca.

    O contato com a literatura intensifica-se a partir de 1989, quando assume o cargo de editor do suplemento Ideias & Livros, do Jornal do Brasil. A convite da editora Companhia das Letras, escreve a biografia Vinicius de Moraes - O Poeta da Paixão (1993). Muda-se para Curitiba em 1994. Trabalha como cronista do jornal O Estado de S. Paulo e publica João Cabral de Melo Neto - O Homem sem Alma (1996), elaborado a partir de entrevistas feitas com o escritor pernambucano em 1991. Valendo-se da experiência no jornalismo literário, lança ainda Inventário de Sombras (1999). Estreia no romance em 2001 com Fantasmas. Em 2010, escreve novo livro de ficção, o romance Ribamar, pelo qual recebe o Prêmio Jabuti. Ministra oficinas literárias e colabora com diversos veículos, entre os quais O Globo, Valor Econômico e Rascunho. Além disso, mantém o blog A Literatura na Poltrona.

    Comentário crítico
    A obra de José Castello se desdobra em duas vertentes – a crítica literária, exercida há anos na imprensa escrita, e a produção ficcional, representada por seus romances, contos e crônicas. No entanto, antes de constituírem espaços de produção isolados, esses dois modos de atuação se comunicam de maneira profunda.

    Suas ficções e críticas transpõem reiteradamente a fronteira entre os diferentes gêneros literários e formas de expressão, combinando a um só tempo ensaio, memória, entrevista jornalística, biografia, prosa e poesia. Por essas características, sua obra se conecta a tendências mais gerais da literatura brasileira contemporânea.

    Tais procedimentos já se manifestam com força em livros como Inventário de Sombras, coletânea de perfis literários que mistura reportagem, ensaio, crítica e ficção a fim de captar a face pouco conhecida, não midiática, de escritores como Manoel de Barros (1916-2014), Nelson Rodrigues (1912-1980), Clarice Lispector (1920-1977) e José Saramago (1922-2010).

    Recurso semelhante é adotado no romance Ribamar, no qual o autor, inspirado pelo livro Carta ao Pai, do escritor tcheco Franz Kafka (1883-1924), e por suas memórias biográficas, narra a conturbada relação entre pai e filho, ao mesmo tempo em que relata sua viagem à cidade natal paterna, no litoral do Piauí, e suas impressões literárias sobre a obra de Kafka.

Primeiras edições


Obra publicada no Brasil

Biografia
Vinicius de Moraes: O Poeta da Paixão - 1993
Na Cobertura de Rubem Braga - 1996
Vinicius de Moraes: Uma Geografia Poética - 1996
João Cabral de Melo Neto: O Homem sem Alma - 1996
Pelé/Os Dez Corações do Rei - 2004
João Cabral de Melo Neto: O Homem sem Alma/Diário de Tudo (reedição ampliada) - 2006

Romance
Fantasma - 2001

Crônica
As Melhores Crônicas de José Castello - 2003

Ensaio
Inventário das Sombras - 1999
A Literatura na Poltrona - 2007

Eventos

Exibir

Fontes de Pesquisa

ARRIGUCCI JR., Davi. Jornal, realismo, alegoria: o romance brasileiro recente. In: ______. Achados e perdidos: ensaios de crítica. São Paulo: Polis, 1979. p. 79-115.

CANDIDO, Antonio. A nova narrativa. In: ______. A educação pela noite. Rio de Janeiro: Ouro sobre azul, 2006, p. 241-260.

CASTELLO, José. A literatura na poltrona, blog do autor. Disponível em: http://oglobo.globo.com/blogs/literatura/. Acessado em: 10 dez. 2013.

CASTELLO, José. Entrevista com o escritor. Programa Conexão Roberto D’Ávila/TV Brasil. Disponível em: http://www.youtube.com/watch?v=gX5AbxVJ1uo. 

CASTELLO, José. Entrevista com o escritor. Programa Jogo de Ideias/Itaú Cultural. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=dW2tGnHx-XY. Acessado em: 10 dez. 2013.

CASTELLO, José. Textos do autor publicados no Jornal Rascunho. Disponíveis em: http://rascunho.gazetadopovo.com.br/. Acessado em: 10 dez. 2013.

COSTA, Cristiane. Pena de aluguel: escritores jornalistas no Brasil 1904-2004. São Paulo: Companhia das Letras, 2005.

FURINI, Isabel. Entrevista com José Castello. Tiro de Letra. Disponível em: http://www.tirodeletra.com.br/entrevistas/JoseCastello.htm. Acessado em: 10 dez. 2013.

MELLO, Ramon. José Castello, repórter interior. Saraiva Conteúdo. Disponível em http://www.saraivaconteudo.com.br/Entrevistas/Post/10469. Acessado em: 10 dez. 2013.

MATA, Anderson Luís Nunes da. As fraturas no projeto de uma literatura nacional: representação na narrativa brasileira contemporânea. Tese (Doutorado) - Universidade de Brasília, Instituto de Letras, mai. 2010.

REBINSKI JUNIOR, Luiz. O escritor precisa reinventar a literatura. Cândido. Jornal da Biblioteca Pública do Paraná. Disponível em: http://www.candido.bpp.pr.gov.br/modules/conteudo/conteudo.php?conteudo=190. Acessado em: 10 dez. 2013.