Artigo da seção pessoas Hércules Barsotti

Hércules Barsotti

Artigo da seção pessoas
Artes visuais  
Data de nascimento deHércules Barsotti: 1914 Local de nascimento: (Brasil / São Paulo / São Paulo) | Data de morte 22-12-2010 Local de morte: (Brasil / São Paulo / São Paulo)
Imagem representativa do artigo

Entidade Múltipla II , 1966 , Hércules Barsotti
Reprodução fotográfica Romulo Fialdini

Biografia
Hércules Rubens Barsotti (São Paulo SP 1914 - idem 2010). Pintor, desenhista, programador visual, gravador. Inicia formação artística em 1926, sob orientação do pintor Enrico Vio (1874-1960), com quem estuda desenho e composição. Em 1937, forma-se em química industrial pelo Instituto Mackenzie. Começa a pintar em 1940 e, na década seguinte, realiza as primeiras pinturas concretas, além de trabalhar como desenhista têxtil e projetar figurino para o teatro. Em 1954, com Willys de Castro (1926-1988), funda o Estúdio de Projetos Gráficos, elabora ilustrações para várias revistas e desenvolve estampas de tecidos produzidos em sua tecelagem. Viaja a estudo para a Europa em 1958, onde conhece Max Bill (1908-1994), então um dos principais teóricos da arte concreta. Na década de 1960, convidado por Ferreira Gullar (1930), integra-se ao Grupo Neoconcreto do Rio de Janeiro e participa das exposições de arte do grupo realizadas no Ministério da Educação e Cultura (MEC), no Rio de Janeiro, e no Museu de Arte Moderna de São Paulo (MAM/SP). Em 1960, expõe na mostra Konkrete Kunst [Arte Concreta], organizada por Max Bill, em Zurique. Hercules Barsotti explora a cor, as possibilidades dinâmicas da forma e utiliza formatos de quadros pouco usuais, como losangos, hexágonos, pentágonos e circunferências. Em sua obra a disposição dos campos de cor cria a ilusão de tridimensionalidade. Entre 1963 e 1965, colabora na fundação e participa do Grupo Novas Tendências, em São Paulo. Em 2004, o MAM/SP organiza uma retrospectiva do artista.

Comentário Crítico
Hércules Barsotti estuda desenho e composição no colégio Dante Alighieri, em São Paulo, com orientação do pintor figurativo italiano Enrico Vio, de 1926 a 1933. Depois faz o curso de química industrial, que conclui em 1937, e atua na área até 1939. A partir dos anos 1940 resolve dedicar-se à pintura. Frequenta, por curto espaço de tempo, o ateliê do artista Dario Mecatti (1909-1976) e faz naturezas-mortas e telas de influência surrealista. Em meados dos anos 1950, se desinteressa pela cópia da natureza1 e passa a realizar desenhos abstrato-geométricos com nanquim. Nesses trabalhos, feitos a partir de 1953, divide a superfície em formas geométricas regulares, delineadas por linhas negras, de larguras e direções diferentes. A posição do traço, a distância e a justaposição das formas criam a ilusão de deslocamento dos planos, sugerindo uma superfície tensa e quebradiça. Em 1953, ele projeta figurinos, com Luís de Lima (1929-2002) e Badia Vilato, para o espetáculo de mímica O Escriturário, baseada em Bartleby, de Hermann Melville. A peça, encenada no Teatro Cultura Artística, é dirigida por Luís de Lima com o grupo de atores da Escola de Arte Dramática (EAD), em São Paulo.2

continuar a leitura do texto Continuar a leitura do texto...

Outras informações de Hércules Barsotti:

  • Outros nomes
    • Hércules Rubens Barsotti
    • Hércules Barsoti
    • Barsotti
    • Hércules R. Barsotti
  • Habilidades
    • programador
    • desenhista
    • pintor
    • Químico
    • gravador

Obras de Hércules Barsotti: (27) obras disponíveis:

Todas as obras de Hércules Barsotti:

Midias (1)

Edição de texto e roteiro Cacá Vicalvi Edição de Imagens Karan España Produção Documenta Vídeo Brasil Itaú Cultural

Exposições (169)

Todas as exposições

Eventos relacionados (2)

Fontes de pesquisa (28)

  • AVENTURAS da ordem: Hércules Barsotti e Willys de Castro. São Paulo: Gabinete de Arte Raquel Arnaud, 1988. SPgara 1988
  • AVENTURAS da ordem: Hércules Barsotti e Willys de Castro. São Paulo: Gabinete de Arte Raquel Arnaud, 1988. il. color.
  • AYALA, Walmir. Dicionário de pintores brasileiros. Organização André Seffrin. 2. ed. rev. e ampl. Curitiba: Ed. UFPR, 1997. 428 p. R750.81 A973d
  • BARSOTTI, Hércules. Desenhos. 1953-1960. São Paulo: Sylvio Nery da Fonseca Escritório de Arte, 1998.
  • BARSOTTI, Hércules. Obras Recentes de Hércules Barsotti. Texto Ronaldo Brito e Willys de Castro. São Paulo: Gabinete de Arte Raquel Arnaud, 1993.
  • BARSOTTI, Hércules. Hércules Barsotti. Texto Willys de Castro. [s.l.: Sn. ], 1974. il. color.
  • BARSOTTI, Hércules. Hércules Barsotti. São Paulo: Gabinete de Arte, 1986. il. color.
  • BARSOTTI, Hércules. Proposição emblemática. Texto Ronaldo Brito. São Paulo: Gabinete de Arte Raquel Arnaud Babenco, 1981. [8] p. , il. color.
  • BARSOTTI, Hércules. Vermelho. Texto Willys de Castro. São Paulo: Gabinete de Arte Raquel Arnaud, 1998. 1 folha dobrada, il.
  • BARSOTTI, Hércules. Barsotti: obras recentes. São Paulo: Sylvio Nery da Fonseca Escritório de Arte, 2002. B282 2002
  • BARSOTTI, Hércules. Hércules Barsotti. São Paulo: Gabinete de Arte, 1986. B282 1986
  • BARSOTTI, Hércules. Não-cor cor. Curadoria Ana Maria de Moraes Belluzzo. São Paulo: MAM, 2004. B282n 2004
  • BARSOTTI, Hércules. Não-cor cor. São Paulo: Museu de Arte Moderna, 2004. 1 folha dobrada, il. color.
  • BRITO, Ronaldo. Neoconcretismo. São Paulo: Cosac & Naif, 1999.
  • BRITO, Ronaldo. As cores esculpidas por Hércules Barsotti. Arte Hoje, Rio de Janeiro: Rio Gráfica e Editora, v. 1, n. 4, p. 32-36,1977.
  • EM busca da essência: elementos de redução na arte brasileira. São Paulo: Fundação Bienal de São Paulo, 1987. 72 p. , il. color.
  • GONÇALVES FILHO, Antonio. Morre o pintor Barsotti, aos 96. O Estado de S. Paulo, São Paulo, 23 de dez. 2010. Caderno 2, p. 10. Não catalogada
  • GULLAR, Ferreira. Neoconcretismo 1959/1961. Rio de Janeiro: Galeria de Arte Banerj, 1984.
  • LEITE, José Roberto Teixeira. 500 anos da pintura brasileira. Produção Raul Luis Mendes Silva, Eduardo Mace. [S.l.]: Log On Informática, 1999. 1 CD-ROM. 759.981 L533q
  • LEITE, José Roberto Teixeira. 500 anos da pintura brasileira. Produção Raul Luis Mendes Silva, Eduardo Mace. [S.l.]: Log On Informática, 1999. 1 CD-ROM.
  • LEITE, José Roberto Teixeira. Dicionário crítico da pintura no Brasil. Rio de Janeiro: Artlivre, 1988. 555 p. R759.981 L533d
  • MORAES, Angélica de. Barsotti: obras recentes. São Paulo: Sylvio Nery da Fonseca Escritório de Arte, 2002.
  • NEOCONCRETISMO 1959/1961. Apresentação Frederico Morais; texto Ferreira Gullar; curadoria Frederico Morais. Rio de Janeiro: Galeria de Arte Banerj, 1984. RJbanerj 1984/n
  • PONTUAL, Roberto. Dicionário das artes plásticas no Brasil. Texto Mário Barata, Lourival Gomes Machado, Carlos Cavalcanti et al. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1969. 559 p. R703.0981 P818d
  • PONTUAL, Roberto. Entre dois séculos: arte brasileira do século XX na coleção Gilberto Chateaubriand. Rio de Janeiro: Edições Jornal do Brasil, 1987. 585 p. 709.8104 Cg492pr
  • PONTUAL, Roberto. Entre dois séculos: arte brasileira do século XX na coleção Gilberto Chateaubriand. Rio de Janeiro: Edições Jornal do Brasil, 1987. 585 p.
  • QUATRO mestres: quatro visões: Barsotti, Ianelli, Tomie, Volpi. Curitiba: Simões de Assis Galeria de Arte, 1985. PRsa 1985
  • QUATRO mestres: quatro visões: Barsotti, Ianelli, Tomie, Volpi. Curitiba: Simões de Assis Galeria de Arte, 1985. il. color.

Como citar?

Para citar a Enciclopédia Itaú Cultural como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo:

  • HÉRCULES Barsotti. In: ENCICLOPÉDIA Itaú Cultural de Arte e Cultura Brasileiras. São Paulo: Itaú Cultural, 2018. Disponível em: <http://enciclopedia.itaucultural.org.br/pessoa17872/hercules-barsotti>. Acesso em: 21 de Abr. 2018. Verbete da Enciclopédia.
    ISBN: 978-85-7979-060-7